Prefeito Bruno Covas envia política sobre drogas à Câmara de SP

Um ano após a ação da Prefeitura de São Paulo na região da Cracolândia, no centro, o Executivo enviou ontem um projeto de lei à Câmara Municipal oficializando a criação do programa Redenção e de uma política municipal sobre álcool e outras drogas. A proposta será discutida em audiências públicas e nas comissões do Legislativo.

Entre as iniciativas apresentadas pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), a mais avançada é a de abrigamento: o município quer criar 200 vagas em residências terapêuticas. A Prefeitura anunciou ainda que a primeira ação dessa política será elaborar uma radiografia do uso de drogas na cidade, a ser divulgada anualmente nos meses de março, mas não deu detalhes.

“Não temos um estudo seriado. Nossa missão é ter a radiografia sobre consumo de drogas. É óbvio que em três anos não vamos ter diminuição de uso. Esta é uma ação a médio e longo prazo”, disse Arthur Guerra, coordenador do Redenção. Na prevenção ao consumo, um projeto-piloto está em andamento nas escolas municipais do centro, capacitando professores para a conscientização de alunos. A meta da Secretaria Municipal da Educação é atingir de 100 a 120 escolas.

Como o jornal O Estado de S. Paulo mostrou neste mês, levantamento inédito da Polícia Civil aponta que há pelo menos 275 pontos de venda de droga no varejo na capital paulista. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

https://massanews.com/noticias/brasil/prefeito-bruno-covas-envia-politica-sobre-drogas-a-camara-de-sp-0wkVr.html