Manual orienta cobertura jornalística sobre drogas

A Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) divulga manual para orientação e embasamento de jornalistas sobre a temática relacionada ao uso de álcool e outras drogas. A ação integra deliberação do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas (Comad) e foi motivada pela observação de que a divulgação de notícias relacionadas ao uso de drogas vem sempre acompanhada de informações equivocadas ou mesmo preconceituosas.
“O objetivo é gerar uma linguagem universal para os jornalistas tratarem o tema, atentando-se ao respeito e humanização dos indivíduos”, salienta o diretor de Programa Sobre Drogas da Sasc, Paulo Gustavo de Lima.
Com mais de 90 páginas, o guia apresenta glossário com diversos termos recorrentes na cobertura jornalística, além de lista de mitos e verdades sobre as drogas, e como destacado no próprio guia “para olhar a questão das drogas por outro ângulo, fugindo dos lugares-comuns do discurso médico isolado, dos chavões proibicionistas – e antiproibicionistas – e comprometendo-se com a oferta de informação de qualidade
para quem consome o noticiário, no formato que for.”
O material poderá ainda facilitar apurações e ser um instrumento de consulta nas coberturas, fornecendo referências bibliográficas, fontes e dicas para obtenção de dados. O projeto foi financiado com recursos do Drugs, Security and Democracy (DSD), Program do Social Science Research Council, o qual conta com o apoio financeiro da Open Society Foundations. Texto e edição de são Tarso Araújo.
A divulgação do manual é realizada no mês da Semana Municipal de Prevenção sobre Drogas que acontece entre os dias 23 e 29 de junho. Serão promovidos plantões de prevenção, atividades culturais com pessoas em situação de rua, blitz de prevenção, Fórum Intermunicipal de Políticas sobre Drogas e audiência pública. Marcam também a Semana, ações no Cense, Ala Feminina da 9ª SDP, capacitações para servidores, sessão de cinema na Colônia Penal entre outras atividades.