Jubileu de Ouro RCC

A Renovação Carismática Católica, ou o Pentecostalismo Católico, como foi inicialmente conhecida, teve origem com um retiro espiritual realizado nos dias 17 a 19 de fevereiro de 1967, na Universidade de Duquesne (Pittsburgh, Pensylvania. onde nasce a RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA. O “século da Igreja”, como foi muitas vezes definido o século XX, já se iniciará sob o sinal de uma necessidade: o desejo da presença criadora e libertadora do Espírito. João XXIII estava consciente de que a Igreja necessitava de um novo pentecostes e acrescenta: “Agora, olhando para trás, podemos dizer que o concílio, indicando a sua fé no carisma, fez um gesto profético e preparou os cristãos para acolher a Renovação Carismática que está se espalhando por todos os continentes”. A Renovação Carismática apareceu na Igreja Católica no momento em que se começava a procurar caminhos para pôr em prática à renovação da Igreja, desejada, ordenada e inaugurada pelo Concílio Vaticano II. Podemos dizer que a Renovação Carismática é uma evolução de espiritualidade. Os dons do Espírito já são hoje manifestados – e isto eu posso testemunhar, porque tenho ouvido pessoas orando em línguas, outras praticam curas, discernimento de espíritos, falam com sabedoria e fé extraordinárias, profetizam e interpretam.



Homenagem RCC Maringá

Amanhã dia 06 de Julho ás 19 horas, na Câmara Municipal de Maringá os Vereadores Alex Chaves e Sidnei Telles farão a Entrega de Brasão do Município para a Renovação Carismática Católica de Maringá, na pessoa de sua coordenadora, Senhora Ierecê Jussara Corrêia Gilberto, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à comunidade maringaense e em comemoração aos Jubileu de Ouro da instituição comemorado este ano. Participe deste momento conosco.



Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD)

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) é desenvolvido pela Polícia Militar nas escolas, principalmente com os alunos entre 9 e 12 anos, que normalmente estão na 4ª série. O Programa dura um semestre, no qual um policial militar voluntário, treinado para a tarefa, realiza atividades educativas com a ajuda de um professor. O treinamento é feito com grupos de policiais dos quais são selecionados aqueles que tenham facilidade de comunicação; que sejam criativos; que tenham experiência em atividade educacional; não deve ser fumante e nem fazer uso abusivo de álcool.



STJ lança bibliografia selecionada sobre drogas ilícitas

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) lançou no início de junho uma publicação com artigos científicos recomendados pelo órgão sobre drogas ilícitas.

De acordo com o órgão, o objetivo da publicação é “disponibilizar aos Ministros, Magistrados convocados e servidores do Tribunal da Cidadania, estudantes e operadores do Direito, fontes de informação que contribuam para a ampliação dos conhecimentos a respeito de temas atuais”.



Prevenção

A efetiva prevenção é fruto do comprometimento, da cooperação e da parceria entre os diferentes segmentos da sociedade brasileira e dos órgãos governamentais, federal, estadual e municipal, fundamentada na filosofia da “Responsabilidade Compartilhada”, com a construção de redes sociais que visem a melhoria das condições de vida e promoção geral da saúde.

A execução desta política, no campo da prevenção deve ser descentralizada nos municípios, com o apoio dos Conselhos Estaduais de políticas públicas sobre drogas e da sociedade civil organizada, adequada às peculiaridades locais e priorizando as comunidades mais vulneráveis, identificadas por um diagnóstico. Para tanto, os municípios devem ser incentivados a instituir, fortalecer e divulgar o seu Conselho Municipal sobre Drogas.

As ações preventivas devem ser pautadas em princípios éticos e pluralidade cultural, orientando-se para a promoção de valores voltados à saúde física e mental, individual e coletiva, ao bem-estar, à integração socioeconômica e a valorização das relações familiares, considerando seus diferentes modelos.

As ações preventivas devem ser planejadas e direcionadas ao desenvolvimento humano, o incentivo à educação para a vida saudável, acesso aos bens culturais, incluindo a prática de esportes, cultura, lazer, a socialização do conhecimento sobre drogas, com embasamento científico, o fomento do protagonismo juvenil, da participação da família, da escola e da sociedade na multiplicação dessas ações.

As mensagens utilizadas em campanhas e programas educacionais e preventivos devem ser claras, atualizadas e fundamentadas cientificamente, considerando as especificidades do público-alvo, as diversidades culturais, a vulnerabilidade, respeitando as diferenças de gênero, raça e etnia.



O cristão e as drogas

Outro mal que tem assolado a sociedade moderna tem sido o do vício das drogas, assim entendidas todas as substâncias que causam dependência física ou psíquica e cujo uso é proibido, normalmente, pelas legislações ao redor do mundo, tendo em vista os grandes males que causam à saúde. Na verdade, o que se disse a respeito do fumo serve para as demais drogas que, embora, ao contrário da nicotina, não sejam permitidas pelas legislações (em alguns países, até, algumas delas já tem uso permitido), causam o mesmo mal que aquela, destruindo o ser humano em todos os aspectos.
Com efeito, todas estas substâncias, que têm sido consumidas cada vez mais, gerando um comércio que só perde para o tráfico de armas em magnitude no mundo de hoje, são altamente nocivas ao organismo, criando um sem-número de problemas, pois, além da dependência química, que faz com que a pessoa não consiga mais viver sem ela e, para obtê-la, pratique toda a sorte de arbitrariedades, inclusive crimes da mais variada espécie, há uma destruição do organismo, de modo que, mais cedo ou mais tarde, há graves comprometimentos na saúde do corpo, quando não ocorre a morte.



Comunidades Terapêuticas

Nas últimas décadas, a questão do uso de drogas vem ocupando lugar significativo na mídia, nas políticas de Estado, nos planos de governo e no cotidiano dos trabalhadores e dos serviços de saúde mental. A partir de 2010, o governo federal passou a investir fortemente na questão das drogas, propondo novas estratégias e reforçando outras já existentes, bem como incrementando o orçamento para as ações propostas a fim de solucionar o ‘problema’ ou, pelo menos, minimizá-lo. Dentre as propostas, está a ampliação dos serviços de atenção à saúde para os usuários de drogas, trazendo para rede serviços que inicialmente não faziam parte dela. As comunidades terapêuticas, serviços de internação na modalidade de moradia para usuários drogas, passaram a compor a rede de saúde pública através do financiamento estatal.



Oficializar a maconha?

A sociedade tem sido conivente e omissa em relação à droga, e os riscos provocados por ela não têm sido bem divulgados. Gentil Filho contou no programa que, segundo estudos bem fundamentados, a maconha aumenta em 310% o risco de esquizofrenia quando consumida uma vez por semana na adolescência. E trata-se de uma doença incurável: “O esquizofrênico pode ter uma vida praticamente normal, mas sempre há uma sequela”.

 

OFICIALIZAR MACONHA É ABRIR FÁBRICA DE ESQUIZOFRÊNICOS, DIZ PSIQUIATRA



Adolescentes Que Fumam Maconha Têm 3 Vezes Mais Chances De Desenvolver Psicoses Na Fase Adulta

Se a maconha ainda não era um assunto debatido em casa, é melhor começar a pensar em colocá-la na pauta, especialmente se seus filhos têm idades entre 15 e 18 anos. De acordo com um médico inglês, usar a droga antes da maioridade aumenta os riscos de esquizofrenia na idade adulta. Além disso, explica o psiquiatra, jovens que fumam maconha têm três vezes mais chances de desenvolver psicoses no futuro.

 

Adolescentes que fumam maconha têm 3 vezes mais chances de desenvolver psicoses na fase adulta



Como funciona? Eixo Autoridade

Articulação com as áreas  de saúde e assistência social
Parceria cm estados e municípios para a promoção de espaços urbanos seguros
Fortalecimento das ações de inteligência e investigação, em integração com as forças estaduais
Enfrentamento ao tráfico de drogas e ao crime organizado