Prevenir

Prevenir não é banir a possibilidade de uso de drogas, mas, sim, considerar uma série de fatores para favorecer que o indivíduo tenha condições de fazer escolhas saudáveis.



Escravidão

Droga é “uma ‘nova forma de escravidão’, como outras que afetam o homem de hoje e a sociedade em geral”.

“Cada dependente carrega uma história pessoal diferente que deve ser escutada, compreendida, amada e, na medida do possível, curada e purificada. Não podemos cair na injustiça de classificá-los como objetos, mas cada pessoa deve ser valorizada e apreciada em sua dignidade para poder ser curada. Continuam tendo, e mais do que nunca, uma dignidade de pessoas e filhos de Deus”.

Papa Francisco



Cigarro

O cigarro é responsável por uma série de problemas de saúde e é fator determinante das duas maiores causas de morte por doença em todo o mundo: problemas cardiovasculares e câncer. Estudos apontam que existem 56 doenças relacionadas ao tabagismo. Cerca de 90% dos casos de câncer de pulmão, 30% dos demais tipos de câncer, 85% das doenças pulmonares obstrutivas crônicas, 45% das doenças coronarianas e 25% das doenças cérebro-vasculares são atribuídas ao hábito.

marcioantoniassi.wordpress.com/2017/08/28/nicotina-chega-ao-cerebro-mais-rapido-que-a-cocaina/

 

Risco ou Proteção

Risco: Falta de oportunidades socioeconômicas para a construção de um projeto de vida.

Proteção: Existência de oportunidades de estudo, trabalho, lazer e inserção social que possibilitem ao indivíduo concretizar seu projeto de vida.



Fatores de Risco ou de Proteção

Alguns fatores de risco ou de proteção podem contribuir para a prevenção, com a probabilidade de o indivíduo vir ou não fazer uso de drogas.

Nesta semana, cada dia irei falar de um Risco ou Proteção em meu blog.

Abraços e bom Domingo!



Família, Cultura e Religião

A família é a primeira referência da pessoa, é como uma sociedade em miniatura. É na família, mediadora entre o indivíduo e a sociedade, que aprendemos a perceber o mundo e a nos situarmos nele. Ela pode ser responsável por nossa formação pessoal, porém não é a única.

 



Álcool e gravidez

A gestante que abusa do álcool durante a gestação faz do feto um consumidor de álcool, uma vez que a placenta não filtra o álcool do sistema circulatório da mãe para o feto. O resultado pode ser uma Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), com lesões possíveis como deficiência de crescimento intrauterino e pós natal, microcefalia, entre outros.

 



Álcool

Indivíduos que fazem uso crônico de grandes quantidades de álcool podem, com o passar do tempo, desenvolver complicações em diversos órgãos, tais como: inflamações no esôfago, no estômago, fígado gorduroso, hepatite e cirrose hepática, pancreatite, deficiências vitamínicas, demência e câncer.

Padrões de Consumo do Álcool na População Brasileira, Camila Magalhães Silveira



Grupo vai analisar preço do combustível em Maringá

As informações apresentadas por representantes do setor de postos de combustíveis em audiência pública não foram suficientes para justificar os preços praticados na cidade. Por isso, os vereadores formarão um grupo de estudo sobre o tema para descobrir por que o combustível nas bombas de Maringá é mais caro do que em cidades da região.

http://maringa.odiario.com/maringa/2017/08/grupo-vai-analisar-preco-do-combustivel-em-maringa/2402850/