Dois rapazes de mandaguaçu são presos pela delegacia de homicídios

A Delegacia de Homicídios de Maringá com apoio de policiais civis de Mandaguaçu cumpriram na manhã desta segunda-feira (8) dois mandados de prisão contra dois rapazes que são moradores da cidade de Mandaguaçu. Os suspeitos Rogério Lima da Silva, de 30 anos, o vulgo “Ganan”, que já matou uma pessoa a pauladas em Mandaguaçu, e João Paulo de Souza, de 27 anos, o vulgo “Dentinho”, foram vistos praticando o crime de assassinato contra Carlos Henrique dos Santos, de 25 anos, o vulgo “Pikachu”.

O crime ocorreu logo após a queima de fogos na virada de ano no pátio do Estádio Willie Davids, em Maringá. Carlos Henrique morreu na hora, outras três pessoas também foram baleadas e sobreviveram. Depois de ouvirem testemunhas e familiares de Carlos, os investigadores foram em busca de outras informações e conseguiram identificar os suspeitos.

O delegado Diego Almeida, que responde pela D.H, ouviu Rogério e João Paulo. Os dois rapazes negam qualquer participação no assassinato de “Pikachu”. Os mandados de prisão dos dois suspeitos são temporários válidos por 30 dias. Carlos Henrique dos Santos, o “Pikachu”, era suspeito de ter matado no dia 27 de dezembro de 2017, Maicon Rodrigues de Oliveira, de 27 anos, o vulgo “Zoio”. O crime ocorreu na Vila Guadiana, em Mandaguaçu.