Mais um milagre em maringá

O acidente aconteceu na noite de quinta-feira (13) na Avenida Laguna, Vila Operária, em Maringá. Luiz Gustavo Barros Júnior, de 33 anos, que dirigia um automóvel Audi bateu violentamente contra um poste de energia elétrica. Antes da colisão contra o anteparo, o carro da vítima atingiu um homem que estava na calçada que foi socorrido por uma ambulância do Samu. 

O motorista do carro ficou preso nas ferragens por quase 2 horas. Várias equipes do Corpo de Bombeiros tiveram que cortar a lataria do veículo para retirar com cuidado o condutor. De acordo com os socorristas, a demora para tirar Luiz Gustavo do carro se deu porque suas pernas ficaram presas na lataria dificultando o trabalho dos bombeiros. O oficial Tenente Boni disse que foi um resgate complexo e um dos mais demorados da história do Corpo de Bombeiros de Maringá.

Devido a gravidade do mecanismo da batida, uma enfermeira e médico do Samu que estiveram acompanhando o resgate avaliaram o estado de saúde da vítima. Depois de receber todo o atendimento na ambulância, o motorista do Audi foi encaminhado para o hospital onde permanece internado. Logo após ser retirado do carro,a população que presenciou todo o resgate aplaudiu o trabalho dos bombeiros. Luiz Gustavo é casado e mora no Conjunto Borba Gato. 

 



Motociclista morre de acidente em maringá

Um acidente ceifou a vida de mais um jovem em Maringá. Janderlei de Oliveira Miranda Júnior, de 30 anos, que pilotava uma motoneta Honda Biz sofreu um acidente na madrugada desta quinta-feira (13) na Avenida Monteiro Lobato, Vila Operária. De acordo com os socorristas do Siate e médico do Samu que estiveram no local, a vítima colidiu a moto contra uma lixeira e depois contra o muro de uma casa. A gravidade dos ferimentos deixou o motociclista desacordado.

Os socorristas tiveram que entubar o rapaz ainda no chão. Depois de várias tentativas de reanimação, Janderlei de Oliveira não resistiu e morreu dentro da ambulância do Siate. O corpo do motociclista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Maringá. 



Motociclista que sofreu acidente no final do mês de agosto morre no hospital

Cláudio Guilherme Campaner, de 26 anos, morreu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Casa de Maringá. Guilherme sofreu um acidente grave de moto na noite do dia 30 de agosto na Avenida Tuiuti, próximo da Escola Estadual Tancredo Neves. De acordo com a família, Guilherme caiu sozinho da moto Honda Fan ao passar uma lombada. Com a queda, a vítima sofreu trauma de crânio e face. 

A equipe médica do Samu que atendeu o acidente disse que os ferimentos em Guilherme eram graves com risco de morte. Mesmo a equipe médica da Santa Casa cuidando 24 horas do paciente, a vítima não resistiu e morreu na noite de quarta-feira (12). Cláudio Guilherme Campaner era morador do Jardim Quebec, em Maringá.

 

 



Motorista perde controle de carro e se envolve em acidente em maringá

O acidente aconteceu na tarde desta quarta-feira (12) na Rua Estácio de Sá, na Vila Bosque, em Maringá. Um senhor de idade que dirigia um VW Up com placas de Paranavaí bateu na traseira de um Fiat Palio com placas de Maringá que estava estacionado na rua. Com a colisão, o VW Up tombou. O condutor do automóvel conseguiu sair do veículo sem nenhum ferimento.

O proprietário do Palio que trabalha na construção de um prédio só escutou o barulho da batida. Como não houve feridos, o Siate não foi acionado. Diversos acidentes já foram registrados praticamente no mesmo local. 



Homem morre em maringá por suspeita de overdose de crack

Um homem que morava no Conjunto Ney Braga morreu no início da noite desta quarta-feira (12) nos fundos do Jardim Tropical, em Maringá. Adriano de Oliveira, de 28 anos, estava nos fundos da Rua das Mangueiras fumando crack com mais dois homens quando passou mal e morreu. Outros viciados tentaram acudir a vítima mas acabaram fugindo do local com medo. 

Uma ambulância do Siate chegou no local e percebeu que o homem não respirava mais. Uma equipe médica do Samu foi acionada até o local onde estava o cadáver e realmente foi constatado o óbito de Adriano Oliveira. Há uma suspeita que a vítima tenha morrido de overdose de crack já que o mesmo consumia a droga. Uma lata vazia com vários furos que é usada para fumar pedra foi achada ao lado do corpo. 

De acordo com um investigador da Delegacia de Homicídios que esteve no local, não havia nenhuma marca de agressão no corpo do homem. Um exame será feito por um médico legista no IML para saber a causa da morte de Adriano de Oliveira. A esposa da vítima estava no local e confirmou que Adriano já foi morador de rua e estava consuimindo a droga.



Três pessoas ficam feridas em acidente com duas motos em maringá

O acidente foi registrado no início da noite de terça-feira (11) na Avenida Morangueira, em Maringá. Três amigos que estavam em duas motocicletas sofreram uma queda e consequentemente ferimentos. Duas vítimas estavam em uma moto Honda Biz e a terceira em uma Honda Titan. De acordo com uma testemunha, as duas motos seguiam sentido centro quando se tocaram causando a queda dos três rapazes. 

Duas ambulâncias do Siate com apoio do médico do Samu foram para o local socorrer as vítimas. De acordo com a equipe médica do Samu, os três jovens sofreram escoriações leves e foram levados para os hospitais Santa Rita e Universitário de Maringá. Os nomes e idades das vítimas não foram revelados pelo Corpo de Bombeiros.

 



Homem é preso em marialva com tabletes de maconha

A Polícia Civil de Marialva realizou uma apreensão de maconha no final da tarde de terça-feira (11). Marcelo Henrique dos Santos, 44 anos, foi preso na rodovia BR-376 em Marialva portando 9 tabletes da droga pesando 6 quilos. O suspeito estava dirigindo seu automóvel quando foi surpreendido pelos investigadores de Marialva. De acordo com o delegado Adriano Garcia, Marcelo Henrique estava indo entregar os tabletes de maconha para dois homens no Jardim Leonor.

Os policiais conseguiram deter ainda Lucas Moraes dos Santos Sampaio e Henrique Gomes Garone, ambos de 24 anos, que receberiam o entorpecente. No carro que os dois suspeitos ocupavam foi encontrada uma balança de precisão. Os três homens foram levados para a delegacia da Polícia Civil de Marialva onde foram autuados nos crimes de tráfico de drogas e associação para fins do tráfico. Marcelo Henrique já foi preso por lesão corporal e uso de documento falso.



Rapaz é baleado ao sair de casa no conjunto guaiapó em maringá

Felipe Marcelo Saraiva, de 21 anos, morador do Conjunto Guaiapó, em Maringá, foi baleado no início da noite desta terça-feira (11) no bairro onde mora. O jovem tinha acabado de sair de casa com sua motocicleta quando foi cercado pelo atirador. Felipe Saraiva foi atingido no abdômen. O suspeito fugiu em disparada provavelmente em uma outra motocicleta. 

Felipe foi colocado em um automóvel e levado por familiares até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte onde recebeu os primeiros atendimentos. A equipe de enfermagem acionou a Polícia Militar que tomou conhecimento do caso. Depois de estar estabilizado, o paciente foi transportado para o pronto socorro do Hospital Santa Casa por uma ambulância do Samu. 

A Delegacia de Homicídios de Maringá ficou sabendo da tentativa de homicídio minutos depois. Uma equipe de investigadores já está no caso para identificar o autor do crime. Felipe Saraiva já consta com passagens pela polícia.



Travesti é ferida por dois tiros em maringá

A travesti Victor Hugo de Souza, de 21 anos, residente da cidade de Paiçandu, foi baleada na tarde desta terça-feira (11) na rua 15 de Agosto, no Jardim Alamar, em Maringá. A travesti teria saído com um homem para realizar um programa amoroso quando foi atingida por dois tiros, sendo um no braço e outro no tórax. O autor dos disparos teria fugido em um automóvel VW Gol de cor vermelha.

A travesti mesmo baleada conseguiu pedir ajuda em uma casa. A proprietária abriu o portão e prestou socorro chamado o Corpo de Bombeiros. Uma equipe do Siate com apoio do médico do Samu chegaram rapidamente ao local. Devido a gravidade do ferimento causado por arma de fogo, a vítima foi transportada para o pronto socorro do Hospital Universitário onde permanece internada em estado grave.

De acordo com a PM, a travesti conseguiu falar que o atirador usava um revólver. Viaturas realizaram patrulhamento em bairros vizinhos mas o suspeito não foi localizado pelos policiais. A Delegacia de Homicídios tomou conhecimento do caso minutos depois. Um inquérito policial foi aberto para uma investigação mais detalhada. 



Delegacia de homicídios age rápido e consegue esclarecer assassinato

Dois investigadores da Delegacia de Homicídios de Maringá conseguiram esclarecer o crime de assassinato contra a vítima Marcio Henrique da Cruz, de 38 anos, que foi encontrado morto no início da manhã desta terça-feira (11) no Centro de Ressocialização do Egresso, que fica na Estrada Paranhos. Os autores do crime usaram de muita violência contra a vítima que não teve chance de defesa. Marcio foi morto a pauladas e ainda teve a orelha decepada e um olho arrancado. 

Durante conversa com os demais internos, os policiais Donato e Marcos decidiram levar três suspeitos para a delegacia. Um deles foi ouvido e liberado minutos depois. Ficaram detidos Geraldo Sales de Moraes, de 54 anos, e Israel dos Santos Júnior, de 27 anos. Geraldo colaborou em seu interrogatório e apontou Israel como sendo um dos autores do crime. Israel que negava participação no assassinato acabou confessando para o delegado Diego Almeida que ajudou a matar a vítima.

Israel disse aos policiais que ajudou a segurar e desferir golpes de pau na cabeça de Marcio Henrique, mas que não cortou a orelha e não arrancou o olho. O segundo suspeito que está foragido chama-se Fernando. O delegado disse que a motivação do crime foi o uso de drogas no local. Geraldo Sales de Moraes, de 54 anos, foi liberado na sequência e Israel dos Santos foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio.