Mês: fevereiro 2010

 

"Coincidências" na criação publicitária

Há algum tempo, copiar ideias publicitárias chamava-se de “chupada”.

Hoje, são “meras coincidências”, a se acreditar na palavra dos responsáveis pelo comercial do Shopping Mueller (agência Exit, de Joinville) que veiculou recentemente um comercial idêntico ao do Shopping Neumarkt. Este último já fora veiculado em 2007 pela agência Propague.

Veja estes dois comerciais (apenas 30 segundos cada) e tire suas próprias conclusões: “chupada”, “coincidência” ou malandragem mesmo?

http://www.youtube.com/watch?v=Zb2T5cZMKaU

http://www.youtube.com/watch?v=dbiRH6K3duE (veiculado em 2007)

Sem categoria
Comente aqui


Cerveja "Devassa Bem Loura" visado pelo Conar

A campanha da cerveja Devassa Bem Loura, lançamento do Grupo Schincariol estrelado por Paris Hilton, pode sofrer dois processos abertos pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

O primeiro, aberto pelo próprio Conselho, é contra a promoção veiculada no site do produto. O Conar não considera ético realizar ações promocionais que estimulem o consumo exagerado de bebidas alcólicas. Segundo o portal Adnews, denúncias de consumidores geraram o segundo processo, que questiona a abordagem da campanha concebida pela agência Mood. O argumento é que a ação é “desrespeitosa e apelativa”.

O Conar informou que agência e anunciante foram notificados por e-mail e também via carta registrada ou sedex. Ao receber a confirmação de entrega dos Correios, o Conselho dará cinco dias úteis para que Mood e Grupo Schincariol apresentem defesa.

Procuradas pela Redação do Adnews, o Grupo Schincariol afirmou não ter recebido a notificação e a Mood não se pronunciou sobre o caso.

(Do site “Acontecendo”, SC)

Confira aqui o comercial da Cerveja Devassa Bem Loura, estrelado por Paris Hilton:
E você, o que acha?
Sem categoria
1 Comentário
 

Mensalão “mamata” de R$114.813,88

Para qualquer um conferir!

Está na Ata da Assembleia Geral Ordinária da Petróleo Brasileiro S.A. – PETROBRÁS, realizada em 8 de abril de 2009:

Item VII: Pelo voto da maioria dos acionistas presentes, em conformidade com o voto da representante da União, foi aprovada a fixação da remuneração global a ser paga aos administradores da Petrobras em R$8.266.600, 00 (oito milhões, duzentos e sessenta e seis mil e seiscentos reais), no período compreendido entre abril de 2009 e março de 2010, aí incluídos: honorários mensais, gratificação de férias, gratificação natalina (13º salário), participação nos lucros e resultados; passagens aéreas, previdência privada complementar, e auxílio moradia, nos termos do Decreto nº 3.255, de 19.11.1999, mantendo-se os honorários no mesmo valor nominal praticado no mês precedente à AGO de 2009. (Nota: este valor é dividido entre os oito membros do Conselho de Administração).

E olhe só quem faz parte do Conselho de Administração da Petrobrás:

Dilma Vana Roussef – Presidente
Guido Mantega – Conselheiro
Silas Rondeau Cavalcante Silva – Conselheiro
José Sergio Gabrielli de Azevedo – Conselheiro
Francisco Roberto de Albuquerque – Conselheiro
Fabio Colletti Barbosa – Conselheiro
Jorge Gerdau Johannpeter – Conselheiro
Luciano Galvão Coutinho – Conselheiro

Peraí: a Sargenta Dilma e o Ministro Mantega já não ganham salários, auxílo-moradia, gratificação de férias, gratificação natalina (13o. salário), passagens aéreas e previdência privada complementar na qualidade de ministros?

E a CPI da Petrobrás: sai ou não sai?

Sem categoria
Comente aqui
  

Dois tribunais, duas sentenças

Por que será?
Enquanto o Arruda está preso no Distrito Federal por causa dos flagrantes de corrupção filmados e expostos em público, há mais de três meses o STF (Supremo Tribunal Federal) aguarda respostas do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva a perguntas sobre o conhecimento dele dos fatos apontados na ação penal do mensalão e sua relação com os réus no processo (da Folha On Line).

Como você se lembra, na época também foram filmadas cenas explícitas de corrupção. As questões foram elaboradas pelo Ministério Público Federal, que é o autor do processo em andamento no STF sobre a suposta compra de apoio de partidos e políticos pelo PT entre 2002 e 2005.
Pelo visto, esse processo vai se arrastar sem respostas até o fim deste mandato presidencial.
Ah! Se fosse no Japão…

Sem categoria
Comente aqui


A Sargenta


Era uma vez…
Era uma vez uma terrorista, que após aprontar muitas e boas, decidiu se filiar a um partido político.
A terrorista tinha paixão pela cor vermelha (enquanto as suas amiguinhas gostavam de rosa, azul claro, amarelo) e escolheu o partido pela cor da bandeira. Nem importava que o partido fosse machista, composto só por operários. Importava mesmo a cor vermelha.
Com o passar do tempo, aos berros, à força e com o poder de ‘persuasão’ que o longo treinamento em guerrilha lhe proporcionou, a terrorista foi conquistando seu lugar ao sol. Ficou amiga do operário-mór, aquele baixinho que é amigo do paraquedista venezuelano, do índio boliviano, do terrorista italiano, do cara que fez top-top quando caiu um avião da TAM, da turma do mensalão, e muito, muito amigo da chamada turma do ‘cinquenta e um’.
Agora chamam a terrorista de “Sargenta”. Vai ver porque ela é mandona, cabra-macho, durona, raçuda.
Não que a gente tenha alguma coisa a ver com essa história.
A não ser que de repente, por um milagre que só o resultado de urnas sabotadas possam revelar, a Sargenta vire presidenta do nosso país.
Aí, sim, terá muito a ver com a gente.
Então, se você – como eu – não está disposto a seguir as ordens dessa Sargenta, trate de atualizar seu passaporte, fazer as malas e procurar um país mais democrático e livre para viver a sua vida. Não vale a América Latrina, que está cheia de sargentos e sargentas dando ordens. Sempre erradas, por sinal.
E ao sair não se esqueça de desligar o gás, apagar a luz e fechar o registro da água. Para não tomar bronca da Sargenta.

Sem categoria
2 Comentários