Teoria da conspiração

Os conceitos do Executivo e do Legislativo andam tão em baixa após aprontarem uma bobageira pós outra, que anda circulando nas redes uma teoria conspiratória que, a estas alturas do campeonato brasileiro, digo, do ano pré-eleitoral, até poderá ser verdadeira.

Segundo a teoria, a contratação dos médicos cubanos seria uma engenhosa máquina de desviar dinheiro público, exatamente como foi o mensalão: o Brasil pagará centenas de milhões de dólares para Cuba a título de “empréstimo” dos médicos cubanos; estes – como se sabe – serão miseravelmente remunerados pelo seu governo (casa e comida ficarão por conta das prefeituras de cada município onde prestarão serviços) e Cuba devolverá boa parte do dinheiro ao partido do nosso governo, ou seja, o PT. Serão valores corretamente contabilizados na saída do Brasil e não contabilizados no seu retorno. Todos já deduzimos que a vinda dos médicos cubanos estava premeditada há longo tempo. A pretensa remuneração  a Cuba seria uma espécie de lavagem de dinheiro, que retornaria aos cofres do PT para financiamento da próxima campanha eleitoral dos seus candidatos.  Um novo mensalão melhor elaborado…

E aqui cabe uma observação: a afirmação da nossa governanta de que “é comum médicos estrangeiros, inclusive brasileiros, trabalharem no Exterior” é verdadeira, mas não levou em conta de que sim, médicos brasileiros disputam vagas em hospitais de Primeiro Mundo para buscarem suas especializações. Diferente do Brasil, são hospitais que possuem os recursos tecnológicos mais modernos e comparados com os locais onde trabalharão os médicos cubanos, seria como um brasileiro viver num hotel 5 estrelas e os cubanos  acamparem em barracas, em plena selva.

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.