Mês: novembro 2015



Dengue, chikungunya e zika vírus, doenças do Terceiro Mundo

mapa-mundo-dengue

Mapa da dengue no mundo (preparado pela Universidade de Oxford)

O brasileiro certamente é bom em muitas coisas: criativo, piadista, tem o dom do futebol, as mulheres são bonitas, carrega dentro de si o otimismo – apesar das adversidades -, luta pela sobrevivência e via de regra pacífico e trabalhador.

Mas o brasileiro também é desleixado. Basta ver a disseminação do mosquito Aedes aegypti – aquele que transmite as doenças da dengue, chikungunya e zika vírus, que vêm causando tantos transtornos, microcefalia e até a morte. Apesar das campanhas, da enxurrada de informações, das visitas de agentes de saúde, das histórias dos vizinhos que contraíram a doença e de tanto massacre pela mídia, inacreditavelmente há gente que simplesmente ignora o assunto, mantendo focos para a proliferação do mosquito sem se dar conta do perigo. O famoso “não tô nem aí”.

Lixo espalhado pelos quatro cantos do país, terrenos mal cuidados, proibição da entrada dos agentes de saúde nas casas e propriedades, descarte inadequado de recicláveis e principalmente pneus velhos, caixas d’água abertas, pratos de vasos formando criadouros… o resultado é que depois de registrar recorde de mortes por dengue no ano, o país acaba de alcançar em 2015 também o maior número de casos notificados da doença desde 1990, quando as estatísticas começaram a ser monitoradas.

Segundo o mais recente boletim epidemiológico de dengue do Ministério da Saúde, “foram 1.463.776 casos prováveis da doença registrados de 4 de janeiro até 26 de setembro no Brasil. O recorde anterior, de 2013, era de 1.452.489 pessoas infectadas, número que representa quase o triplo do registrado no mesmo período do ano passado, quando 524.441 pessoas ficaram doentes”.

O desleixo dos brasileiros fica comprovado no mapa acima, preparado pela Universidade de Oxford: estamos irmanados no problema com os países mais atrasados do mundo, na África e Ásia, além de nossos “hermanos” sul americanos. Note que Europa, América do Norte, Ásia Ocidental e Austrália estão “limpos” – fruto de sua consciência social, higiene e solidariedade.

Sem categoria
Comente aqui


A sorte grande da nossa governanta mor

Quando os holofotes estavam todos direcionados para nossa governanta, bombardeada com pedidos de impeachment, críticas à sua desastrada gestão, início de processo pelas chamadas pedaladas fiscais, além de desemprego, inflação, alta do dólar, queda substancial na produção industrial, corrupção desenfreada, prisão dos seus apaniguados, escândalo na compra da usina de Pasadena, passeatas nas ruas, paralisação dos caminhoneiros, acampamentos em Brasília, etc., etc., etc., eis que ela foi premiada com a sorte grande.

Para desviar o foco, ocorreu a derrubada de um avião russo por terroristas do Estado Islâmico; não satisfeitos, estes terroristas praticaram atentados cruéis em Paris e fizeram com que o mundo ocidental marcasse reuniões sobre reuniões para tomadas de decisão. Além disso, hordas de refugiados tentam atravessar o oceano e os que não morrem afogados na travessia transitam desesperadamente pelos países europeus em busca de salvação.

As notícias se voltaram também para as eleições na Argentina, onde finalmente foi catapultado o governo Kirchner e para as da Venezuela, onde um membro da oposição foi abatido a tiros em um comício, aparentemente pelo ditador Maduro, que logo estará caindo de podre.

No Brasil, ocorreu o terrível drama do mar de lama com resíduos minerais, resultado do rompimento de barragens em Mariana, MG, nos legando mortos, desabrigados, degradação de centenas de quilômetros de rios e do meio ambiente.

Surgiu também a pilantragem do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha que está tendo um trabalho danado para tentar provar que elefante não é cobra: sua cassação está por um fio, mas vem aí o delicioso (para eles) recesso parlamentar e tudo será jogado para frente.

Para coroar, todos os olhos se voltaram para a prisão, pela primeira vez na nossa História, de um senador da República, o líder do PT no Senado Dulcído Amaral. Junto com ele, mais uma surpresa: a Polícia Federal prendeu o 13o. homem mais rico do Brasil, um ex-estagiário e súbito banqueiro que conseguiu o milagre da multiplicação de sua fortuna de forma rápida e misteriosa, além do advogado do senador que estava nos Estados Unidos.

Enquanto a mídia foca estes assuntos paralelos, ninguém mais comenta sobre impeachment, a inabilidade e incompetência da governanta, sua evidente demência (quando o cérebro deixa de funcionar normalmente, os discursos provam isso) e todos os desmandos da sua equipe, do seu partido e dos seus partidários no poder.

Isso é ou não é a sorte grande?

Sem categoria
1 Comentário


15 a 20 milhões de muçulmanos são extremistas radicais

Brigitte Gabriel é uma americana conservadora, jornalista, escritora, analista política e totalmente contra os muçulmanos extremistas. Neste painel de discussões ocorrido em 2014, ela responde a um questionamento de uma estudante muçulmana americana. É muito bom ouvir o que Brigitte explanou naquela oportunidade, principalmente nesta época em que o terror do Estado Islâmico derrubou um avião na Rússia, atacou a França e ameaça vários países do mundo.

Sem categoria
Comente aqui


O que muda na América Latina com a eleição de Macri?

domino

O empresário Mauricio Macri, 56 anos, é o novo presidente eleito da Argentina. Promete uma virada na política externa, buscará retomar as relações com os Estados Unidos e a Europa como prioritárias e revisará a aproximação com China e Rússia, países que a ‘botoxada’ Kirchner converteu em sócios estratégicos. Quer também reativar as relações com Grã-Bretanha, abaladas pelo conflito envolvendo as Ilhas Malvinas. E o principal: Macri quer abandonar o eixo bolivariano e exercer a cláusula democrática do Mercosul para expurgar a Venezuela deste grupo.

Na Venezuela o presidente Maduro anuncia que, no caso de uma derrota parlamentar, “não vai entregar a Revolução”, vai governar com o povo em uma “união cívico-militar” e faz pairar uma ameaça de fraudes, para ganhar a eleição a qualquer custo. Mas seu governo ditatorial esquerdista está com os dias contados.

No Brasil, a situação vai de mal a pior. Recessão, desemprego, inflação e os escândalos de corrupção ligados à Petrobras são fatos incontestáveis. A governanta mor administra o país sem o menor consenso nacional, já que há total descrédito moral do seu partido e do governo.

A eleição de Macri na Argentina foi muito significativa. É o começo da queda em dominó… O expurgo da era Kirchner, somado à truculência de Maduro na Venezuela e os desmandos petistas no Brasil, são um forte indicativo de que a era bolivariana-comuno-esquerdista dos países da América Latina está em seu ocaso. Um dia a América Latina encontrará o caminho certo, para seu crescimento, sua integração no mundo do progresso e a real erradicação da pobreza e da falta de escolaridade.

Sem categoria
Comente aqui


“Orgulhe-se” dos nossos políticos!

eduardo cunha

O atual presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, cariocão, vivaldino, malandro, está se sacudindo como um toureador espanhol na arena política de Brasília. Acusado de ter contas não declaradas na Suíça e negar afrontosamente, mesmo contra todas as provas cabais enviadas por aquele país, Cunha está usando de todos os artifícios possíveis para escapar do julgamento dos seus pares, que constituíram uma Comissão de Ética apenas para tratar do caso.

O mais arrepiante da história foram as declarações do malandro ontem. Ao afirmar que as acusações eram “pífias”, emendou também: “há mais 160 parlamentares que respondem a inquéritos no Supremo Tribunal Federal”…

Hoje cedo estourou a notícia de que Delcídio Amaral (obviamente do PT), líder do governo no Senado, também foi preso por atrapalhar as investigações do Lava Jato e oferecer fuga a Nestor Cerveró (um dos primeiros implicados nos desvios da Petrobrás).

O Brasil vem sendo dirigido por uma gangue de bandidos, quadrilheiros, corruptos e dilapidadores do dinheiro público. A oportunidade para começarmos a mudar esse panorama chega com as próximas eleições: elas serão um teste de inteligência para a população brasileira. Se mais uma vez for eleita gente desta laia, então é melhor todos nós – imprensa, analistas políticos, sociólogos e cidadãos – calarmos a boca, reconhecermos que o brasileiro é masoquista (gosta de apanhar) e deixar que nos roubem, nos espoliem, riam das nossas caras e se apropriem de tudo o que é nosso.

Nosso país está se afundando cada vez mais na lata de lixo da História.

Sem categoria
Comente aqui


A sobrevivência dos blogs

tela celularCom o avanço e a universalização das redes sociais, como o Facebook, os blogs – pioneiros na informação extra-mídia – começam a sentir o embate: hoje, jovens produtores de vídeos e fotos conseguem atingir um público cativo com milhões de acessos em poucos dias com os chamados “virais”, diferentemente dos blogs que, com raras exceções, disputam seu lugar ao sol, mesmo aqueles atrelados a portais de comunicação tradicionais.

O Facebook, por exemplo, oferece uma rolagem rápida dos mais variados assuntos, exibindo vídeos, mini-notícias e imagens. O internauta se detém apenas nos temas e assuntos que lhe despertam a curiosidade. Quanto mais curtos os vídeos e textos, mais interesse e número de acessos. Já o blog, que necessita ser acessado via links ou através dos “favoritos”, nem sempre é de interesse do seu seguidor e dependendo do texto, o internauta nem prossegue na sua leitura até o final.

Paralelamente, os produtores de vídeos e imagens e até de alguns textos, graças à quantidade assombrosa de acessos, conseguem patrocínios e anúncios, engordando suas contas-correntes com muito mais facilidade do que os blogueiros. Claro que há várias exceções, pois os blogs tenderam a se especializar em temas e assuntos mais específicos como os de “gurus” políticos, “fofoqueiros”, culinária, moda, beleza, medicina, dietas, cinema, tevê, dicas diversas, publicidade, tecnologia… e dezenas de outras áreas de interesse. A maioria dos blogueiros se vale também das redes sociais para promover seus posts.

Entretanto, já é possível notar a grande mudança de hábitos que a internet e os celulares trouxeram para esta década: o imediatismo das notícias de qualquer parte do mundo ficou ao alcance dos dedos, em casa, no trabalho, nas ruas, no lazer. A facilidade de inserção de vídeos do assalto de cinco minutos atrás em São Luiz do Maranhão, do atentado em Paris, do salto de paraquedas frustrado, do rompimento da barragem em Mariana, MG, da ‘vídeocassetada’ no casamento do melhor amigo… e a própria inclusão de notícias divulgadas pela mídia, colocam os velhos jornais impressos em papel em xeque-mate.

Sem categoria
2 Comentários


…e assim se destrói a Humanidade

Se você ficou estarrecido com o mar de lama e resíduos tóxicos que escapou da barragem em Mariana, MG, graças a fatores humanos, veja como a poluição avança na maioria dos rios do mundo. E o grande culpado é o próprio homo sapiens, que aparentemente não utiliza sua sabedoria para dar uma destinação correta ao lixo – orgânico  e sólido.

Com toda esta negligência, quanto tempo de vida você acredita que o planeta Terra ainda terá?

Sem categoria
3 Comentários


Dia da Consciência Política?

charge corrupcaoEis um dia que jamais será comemorado no Brasil. A maioria dos políticos simplesmente não têm consciência. Eles possuem outros dons: gana pelo poder, esperteza, malandragem, cupidez, falta de escrúpulos, de dignidade e de ética, prepotência, compulsão pela mentira e, infelizmente, uma irresistível atração pela corrupção.

Hoje, Dia da Consciência Negra, Zumbi dos Palmares é o seu símbolo. Mas para o Dia da Consciência Política, fica difícil escolher um único representante entre tantos aproveitadores, malandros e crápulas. Então só resta escolher o anti-representante.

Poderia ser o Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, que mentiu descaradamente perante seus pares ao alegar que não possui dinheiro na Suíça. Além disso, suas manobras para tolher as ações da Comissão de Ética que analisam evetual abertura de processo para sua destituição do cargo e até a cassação do mandato, chegam a ser risíveis. Em um país sério, esse malandro já estaria na prisão.

Poderia ser o Renan Calheiros, presidente do Senado, que já deixara a presidência em dezembro de 2007 e quase perdeu o mandato depois de ser acusado de ter despesas pessoais pagas pelo lobista de uma construtora. O dinheiro serviria para pagar o aluguel de um apartamento e a pensão da jornalista Mônica Veloso, com quem o senador tem uma filha. Renan admitiu ser amigo do lobista, mas negou ter recebido dinheiro. Além disso, o político declarou receitas fictícias e emitiu notas frias… tudo ficou por isso mesmo. E ele voltou!

Outro político que representaria muito bem esse dia tão especial, seria o velho Nhonhô – José Sarney – que, tendo Deus atendido as nossas preces, se afastou da política após reinar como um imperador nordestino na sua terra, Maranhão, e emaranhou-se nas tramas do poder central em Brasília, sendo motivo de escracho e da ira das pessoas de bem. Para que os maranhenses se lembrem muito bem dele, há ruas, avenidas, praças, institutos e sabe-se lá mais o que gravadas com o nome dele e dos seus familiares.

Que tal escolher o Jean Willys, aquele que surgiu do nada – a quinta edição do programa Big Brother Brasil -, é autor de frases de intolerância religiosa e em defesa da pedofilia, classificou através de uma rede social a maioria dos eleitores do PSDB como “classistas, racistas e violentos”? Em dezembro de 2012 o deputado também insultou o Papa emérito Bento XVI e provavelmente delirou ao levantar a hipótese de que o Boeing-777, da Malaysia Airlines, que caiu na Ucrânia, na região de Donetsk, após ser atingido por um míssil teria sido na verdade vítima de um “ataque homofóbico”.

Há muitos nomes mais a serem escolhidos: Fernando Collor de Mello, Roseana Sarney, Lula, José Genoino, Romero Jucá, Aloysio Mercadante, os dois Suplicy (Marta e Eduardo)… e tantos mais.

Para escolher o representante do Dia da Consciência Política, quanto pior, melhor!

Sem categoria
Comente aqui


Justiça reversa. Ou a chamada “carteirada”

Local: Rio de Janeiro. Cena: João Carlos de Souza Correa, um juiz, dirigindo embriagado. Ação: a agente de trânsito Luciana Silva Tamburini parando o carro do juiz e aplicando uma infração. Resultado: juiz impune e agente de trânsito condenada pela justiça(?!).

A alegação do magistrado flagrado: ele teria sido “desacatado” pelo fato de, quando se apresentou como juiz, a agente do trânsito (que estava cumprindo seu dever e exercendo seu trabalho), ter-lhe dito que ele “é juiz, não é Deus”. “(…) Consta nos autos do processo: “Não se olvide que apregoar que o réu era ‘juiz, mas não Deus’, a agente de trânsito zombou do cargo por ele ocupado, bem como do que a função representa na sociedade”.

Coitada da agente: para a justiça essa frase – simples, pura, cristalina e verdadeira – seria uma ofensa moral. E a agente de trânsito, além de perder a causa movida pelo juiz (o embriagado), foi condenada a pagar uma indenização de R$5 mil por “danos morais”, sentença imposta por Andrea Quintella, juíza de primeira instância que certamente tomou as dores do colega juiz…

Após tomar conhecimento de que seu recurso foi negado pela 14ª Câmara, Luciana afirmou que vai recorrer “até ao tribunal de Deus” para reverter a decisão.

Resultado: nossa descrença total em relação à justiça neste país.

Sem categoria
1 Comentário


As garras ditatoriais do PT

Maria Lucia Victor Barbosa*

maria luciaNo Brasil tropical onde a moralidade foi sempre frouxa, a corrupção é entranhada no tecido social, a impunidade predomina, o PT encontrou terreno fértil para se estabelecer e não dá sinal que vai deixar o inebriante poder.

Além disso, uma das técnicas petistas para dominar mentes e corações é a propaganda enganosa. Nessa soma-se a exaltação dos feitos do líder ao o temor de criticá-lo o que é interpretado como sacrilégio.

Outra maneira de engabelar intelectos não muito atilados é o apelo à vitimização. Baseia-se tal estratagema nos seguintes dogmas: 1º – O PT não erra. 2º – Mesmo que hajam “malfeitos” os companheiros devem pairar acima da lei. 3º – Somente os outros erram. 4º- Especialmente Lula e seus familiares jamais cometem falhas.

Para confirmar tais dogmas ou mandamentos o PT lançou recentemente uma Cartilha do Cinismo onde é afirmado que a Operação Lava Jato existe apenas para criminalizar os coitadinhos dos petistas, inocentes acusados sem provas. Só faltou Rui Falcão, presidente do PT, pedir a prisão do juiz Sergio Moro, do ministro do STF, Gilmar Mendes, dos delegados da Polícia Federal, dos procuradores, dos juízes federais. Todos estão errados, menos os petistas.

Há também outro fator fundamental do fortalecimento do PT: a falta de uma verdadeira oposição e, principalmente, o apoio que nunca faltou do PSDB a Lula. Nesse momento crucial de nossa história os tucanos querem que Eduardo Cunha, tido como o único corrupto da República, inicie o processo do impeachment de Rousseff, mas querem também destituí-lo do cargo, virando assim a casaca do apoio para vestirem o terno do bom-mocismo. Simultaneamente os tucanos se prostram mais uma vez aos pés do PT e se disponibilizam para apoiar o ajuste fiscal, cujo efeito é justamente criar condições para a permanência de Rousseff. É o que se chama de exercício da dubiedade.

Enquanto na política vilezas e traições se alternam, o descalabro na economia gerado por Lula e sua obediente criatura vai retirando todas as caridades oficiais dadas pelo governo petista aos pobres e infernizando a vida dos brasileiros como um todo. Nessa situação, temeroso de perder seus privilégios e sua vida nababesca, o PT expõem suas garras totalitárias que, aliás, são por demais conhecidas quando os petistas desqualificam, agridem, ameaçam os considerados inimigos e usam a violência dos chamados movimentos sociais sustentados pelo partido.

Exemplo atual foi visto quando o governo Lula/Dilma se abateu contra caminhoneiros em greve. Além das pesadas multas que inviabilizaram o protesto, a senhora governanta estigmatizou a greve como criminosa, porque bloquear estradas é algo criminoso. O MST pode bloquear e invadir o que quiser. O MTST da mesma forma. Índios também com direito de agredir quem ousar desobedecê-los. Do mesmo modo a Via Campesina que destrói pesquisas em fazendas quando lhe dá na telha. A CUT pode bloquear o que desejar e é especialista em greves políticas. Os petroleiros estão exercendo seu sagrado direito de greve. Porém, para os caminhoneiros que pedem a saída da senhora que infelicita o país, tratamento de choque.

O PT ainda tem força e não vai deixar facilmente as delícias do poder. Por isso Lula está mandando defenestrar o ministro Joaquim Levy para colocar em seu lugar Henrique Meirelles. Esse daria um jeito de retomar os erros do passado e aliviar artificialmente as agruras populares, não sei se por milagre ou por mágica, preparando a volta do salvador da pátria. Quem sabe o PSDB pode ajudar de alguma forma o companheiro Lula nesse sentido?

Enquanto o tempo passa e a governanta vai ficando, os petistas vão pondo sorrateiramente em prática suas garras neocomunistas e atentando contra o direito de propriedade. Observem com cuidado a seguinte e pequena nota publicada na Folha de S. Paulo (12/11/2015), que faz lembrar a Venezuela:

“O prefeito Fernando Haddad (PT) regulamentou projeto de IPTU progressivo que prevê a desapropriação de imóveis vazios ou subutilizados em um prazo de cinco anos”. “Pelo decreto, a alíquota aumenta ano a ano após a notificação do proprietário, até chegar a 15% do valor venal do imóvel”. Já pensaram se a moda pega?

* Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga.
Sem categoria
Comente aqui