Gleisi, a “Narizinho”, e o seu conceito de “maioria”

O Brasil tem 208.550.000 habitantes conforme censo atualizado do IBGE. Estima-se em 138 milhões o número de eleitores. Até sua condenação em 24/01, Lula teria (caso haja acerto nas pesquisas) 34% de intenção de votos. Quer dizer, dos 138 milhões de eleitores, Lula teria cerca de 47 milhões de votos. Ou seja, 91 milhões de votos não iriam para o condenado.

Num comunicado exposto no site do PT, a “presidenta” (é assim que ela assina) do partido, Gleisi Hoffmann, afirma com todas as letras:

“Não vamos aceitar passivamente que a democracia e a vontade da maioria sejam mais uma vez desrespeitadas”.

Pelos dados da pesquisa, a maioria NÃO vai votar no molusco – isso se ele não estiver preso ou considerado “ficha suja”, ficando inelegível. A maioria, aritmeticamente, seriam 66,5 milhões de votos mais um…

Há que ser desmistificada de uma vez essa concepção de que a maioria brasileira é petista, esquerdista, socialista ou anticapitalista. Os brasileiros querem trabalhar, produzir, criar empresas, desenvolver produtos, ter ou produzir empregos, usufruir de tudo que suas rendas possam lhe oferecer: boas moradias, carros, viagens, assistir a um bom filme, tomar seu chopinho no fim de semana, pegar uma praia, comprar eletrodomésticos…

Infelizmente, o que se vê nas manifestações dos lulistas de camisas vermelhas cor de sangue, são uma maioria de pobres coitados que beiram a miserabilidade, sem instrução ou pouco instruídos, sem compreensão para os fatos, recebendo pão com mortadela e assentos grátis nos ônibus que os transportam aos locais onde se aglomeram, empunhando bandeiras fornecidas pelos comitês e gritando palavras de ordem, seguindo fielmente as instruções e o comando dos seus doutrinadores esquerdistas.

Basta assistir a um dos vídeos do “Mamãe falei” como este acima, para se comprovar a extrema ignorância da maioria dos seguidores de Lula, Gleisi e companhia ilimitada de corruptos… um pobre retrato do Brasil. Uma massa de manobras, pobres coitados que nem sabem porque estão nas manifestações.

Sem categoria

3 comentários sobre “Gleisi, a “Narizinho”, e o seu conceito de “maioria”

  1. maso 26 de janeiro de 2018 7:59

    Gleici fez 28 cirurgias plasticas para parecer a Barbie, mas ficou mesmo como a Tifani do boneco assasino. E ela sabe que a imunidade parlamentar vai acabar, essa tal impunidade parlamentar, uma lei feita na medida por sem vergonhas e para sem vergonhas. E ai Gleice comeca a se jogar de vitima. todo vagabundo faz iso par si e comparsas. Se e troxa desse uma amenizada , fizesse o papel de boa menina vendida pelos marqueteiros e os 18 milhoes que custou sua campanha, poderia arriscar deputada federal que ainda enganaria muita gente. Mas nessa verborragia maligna Gleice ficra fora de qualquer cargo publico e poder que a proteja da lei.

    • GGF 1 de fevereiro de 2018 9:53

      Pior é que este monte de cirurgias afetou o cérebro.

      • Jotinha 4 de fevereiro de 2018 18:26

        Será que fez alguma pra reparação do canal vaginal?
        kkkkkkkkkkk

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.