Violência no Brasil… o buraco é mais embaixo

É inacreditável que um país, que já foi considerado a 8a. maior economia do mundo, tenha chegado a este baixíssimo patamar de qualidade de vida, apresentando um dos mais altos índices de violência e o aumento incessante da criminalidade, sendo rotulado como um antro de corrupção e com um dos mais desequilibrados contextos sociais do planeta.

Governos incompetentes de há décadas vêm permitindo o crescimento descontrolado de favelas (eufemisticamente chamadas de “comunidades”), periferias desorganizadas, invasões com a montagem de barracos precários e, por consequência, da marginalidade.

A falta de planejamento e do ordenamento urbano resultaram em falta de infraestrutura, escolas, educação, locais para a prática de esportes, espaços culturais, transportes, assistência médica e de um mínimo de orgulho próprio para essa enorme massa populacional abandonada pelo poder público.

Tentativas de erradicação de favelas, com o remanejamento para a Cidade de Deus no Rio de Janeiro à época do governador Carlos Lacerda, ou a construção dos conjuntos habitacionais Singapura, do ex-prefeito e hoje presidiário Paulo Maluf, foram apenas “fogo de palha’, provavelmente jogadas políticas que nunca tiveram continuidade e, pelo contrário, induziram mais e mais pessoas a montar suas habitações precárias ao derredor.

Até hoje não existe nenhum projeto público em larga escala que preveja a erradicação de favelas, o planejamento urbano, o acolhimento das pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza e miserabilidade e ações que visem a melhoria das condições de vida e ascensão social deste enorme contingente urbano.

O atual Ministro da Defesa, Raul Jungmann, declarou à imprensa que seria necessário formular um novo plano de segurança pública para o país. Mas nenhum ministro vem a público reconhecer que nós precisamos de um novo projeto em escala global, que envolva municípios, estados e União, com objetivos muito mais amplos, para aí, sim, tentar reduzir a criminalidade. O problema dos governantes brasileiros leva um só nome: INCOMPETÊNCIA!

Sem categoria

3 comentários sobre “Violência no Brasil… o buraco é mais embaixo

  1. maso 2 de fevereiro de 2018 14:02

    tudo isso!

  2. Passig 3 de fevereiro de 2018 11:22

    Concordo com texto, lembro do que meu avô dizia no final dos anos 50, o governo precisa dar escola e trabalho, o resto o povo conquista…

  3. GGF 5 de fevereiro de 2018 9:14

    Como assim???? Violência crescendo, favelas? O lulla e a turma disseram que tava tudo resolvido.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.