“Garotinha” obrigada a pagar R$ 234 milhões de ressarcimento

A dupla “Garotinho” e “Garotinha”, ambos ex-governadores do Rio de Janeiro, ficou muito conhecida no país depois que vieram à tona as falcatruas e desvios que provocaram dos cofres públicos quando governaram aquela cidade.

De Garotinho todos recordam o “piti” que ele provocou quando estava sendo transferido do Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio. Na ocasião, ele realmente fez jus ao nome “Garotinho”.

Agora chegou a vez da “Garotinha”: a Justiça do Rio de Janeiro condenou a ex-governadora por improbidade administrativa em razão de fraudes na saúde na época em que comandou o Executivo. Junto com o marido, foi acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de participar de um esquema que desviou R$ 234 milhões da Secretaria Estadual de Saúde, entre novembro de 2005 e abril de 2007. Na época “Garotinha” era governadora e Garotinho era o secretário estadual de Governo.

“Garotinha” terá que pagar os mesmos R$ 234 milhões de ressarcimento aos cofres públicos do estado, mais R$ 2 milhões de compensação por danos morais coletivos e R$ 500 mil de multa civil.

Ah, essas crianças danadas! Ambas também colaboraram para que a ex-cidade maravilhosa chegasse ao fundo do poço. Antes de Sergio Cabral e Pezão.

Sem categoria

Um comentário sobre ““Garotinha” obrigada a pagar R$ 234 milhões de ressarcimento

  1. Marcio Henrique Spiguel 14 de janeiro de 2019 13:55

    Falta irem pro xilindró tb..

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.