Mês: janeiro 2013



Enquanto isso no México

Hello guys,

desculpem não ter postado nada nos últimos dias. Mas estou no México e no hotel aonde estou não dá para usar a internet muito tempo. Após 3 dias consegui esse tempinho para postar algo não sobre inglês, mas sobre espanhol.

Achei interessante citar isso aqui porque estou estudando espanhol e muitas vezes me confundo com as palavras e sei que tem muita gente no Brasil que ACHA que é fácil mas na verdade não é tão fácil assim falar em espanhol. Portunhol é, mas espanhol não.

Três fatos curiosos que acho interessante postar:

1. Estava andando de circular quando vi duas moças mexicanas treinando o inglês delas, com uma lista de verbos, uma tomando da outra, então tentei tirar uma foto discretamente, mas não ficou muito boa. O fato é que muitas vezes as pessoas dizem que não tem tempo de estudar quando podem fazer isso no caminho do trabalho para casa, como essas moças fizeram.

2. Numa loja um rapaz do nosso grupo chamou o vendedor: Moço! O mexicano nos explicou que aqui moço é usado para quem faz limpeza do chão e não para vendedor. O certo seria “señor”.

3. Comida apimentada não é “caliente”. Caliente é quente, o contrário de frio. Comida apimentada em espanhol é “picante”

Cancun – México

 

Comente aqui


Vocabulário para viagens: jet lag…

Essa semana dei aula com bastante vocabulário de viagem. Abaixo alguns:

Jet lag – descompensação horária) é uma fadiga de viagem devido à mudança de fuso e viagem do avião.

Overbooking – prática de vender um serviço em quantidade maior do que a capacidade que a empresa pode fornecer. Ou seja, vender demais e então ter mais passageiros que lugares na aeronave. Já aconteceu comigo certa vez e então a empresa aérea me colocou na primeira classe!!!

Runway – pista de decolagem/puso

Gate – portão de embarque

Land – pousar, aterrissar

Takeoff – decolagem

Departure – embarque

Arrival – desembarque

Baggage claim – retirada de bagagem

Carry-on – bagagem de mão (em vôos internacionais geralmente é permitido duas bagagens de mão de até 5kg cada e com tamanho máximo específico – depende da empresa aérea)

Flight – vôo

Airline – empresa aérea

Luggage cart – carrinho de bagagem

Ticket – passagem – aquela que geralmente a empresa de turismo te passa no momento da compra ou você imprime se compra online.

Boarding pass – cartão de embarque. Quando você já está com a passagem vai fazer o check-in e no check-in te dão o seu cartão de embarque que contém informações sobre o portão de embarque, o assento, horário de embarque, etc.

2 Comentários


at the beginning x in the beginning

As preposições AT, IN, ON geralmente nos confundem muito.  Hoje descreverei sobre a diferença entre “at the beginning” e “in the beginning”, mas gostaria de lembrar que há outras dicas sobre essas três preposições em posts anteriores:

at the end x in the end;

várias preposições;

preposições de lugar.

 

Agora vamos às diferenças entre At the behinning e in the beginning. At the beginning refere-se a tempo e local. Ex. “At the beginning of the page, at the beginning of the game, etc” (No início da página, no início do jogo, etc). “In the beginning” seria o mesmo que “at first”, ou “a princípio”. Ex. “In the beginning we didn’t like each other well, but right now we are bff’s” (A princípio não gostávamos uma da outra, mas hoje somos melhores amigas)

 

 

 

1 Comentário


Como se diz “saber de cor” e “hino”

Em inglês, dizer a expressão “saber de cor” é bem interessante. Dizemos algo como “saber de coração”.

Ex: “Do you know the national anthem by heart?” (Você sabe o hino nacional de cor?)

Dessa forma, “anthem” = hino e “know by heart” = saber de cor.

Comente aqui


As várias traduções para uma mesma palavra

Faz alguns anos eu tinha um aluno muito inteligente que era muito engraçado. Toda vez que aparecia uma palavra com tradução diferente ele dizia:  “Mas isso não é aquilo?” E eu respondia: “Também”.

Para quem está aprendendo inglês é muito importante ter em mente que a maioria das palavras tem mais de um significado.  Abaixo alguns exemplos:

1. Game: jogo / caça (animal);

2. Glasses – óculos / copos;

3. Play – jogar/ brincadeira / peça teatral;

4. Left – passado de ir (foi, fui, etc) / esquerda;

5. Book – livro / reserva, reservar;

6. Letter – carta / letra;

7. free – livre / de graça

8. Light – leve / claro / luz

9. Bear – urso / suportar, aguentar

10. Right – certo / direito, lado direito

Comente aqui


Business: descrevendo um produto ou marca

Abaixo alguns vocabulários sobre como descrever um produto ou uma marca:

value for money – produto que vale o valor, ou seja, pode até ser um pouco caro, mas que vale a pena.

luxurious – de luxo. Ex. Ferrari, roupas da Alta Costura;

Timeless – produto ou marca que nunca sai de moda. Ex. jeans;

Top of the range/top od the line / high end / first rate – produto que é o melhor/um dos melhores da sua categoria/setor no sentido de qualidade. Ex. Harley Davidson

State of the art/hight tech/cutting edge – que usa alta tecnologia. Ex. Iphone

Innovative / novel / revolutionary – que usa novas ideias.

 

Fonte: livros “Market leader Intermediate” e “Top Notch 3”

 

 

 

Comente aqui


Business: copycat, forge, fake, counterfeit

Essas três palavras são relacionadas a coisas negativas em business.

To forge – verbo que significa falsificar; forged – falsificado; forgery – falsificação – *Mais usado para falsificação de papéis (ex. dinheiro) e assinaturas.

To fake – falsificar/falsificado

To counterfeit – falsificar/falsificado

Copycat produts – a cópia de  uma ideia, atitude, roupa, etc. Não é ilegal, mas é visto como algo negativo.

Comente aqui


Cheap x inexpensive

Apesar da tradução dessas duas palavras ser “barato”, uma delas pode ter um sentido pejorativo.

Quando você diz que um produto é “cheap” pode estar querendo dizer que é barato, no sentido do preço e da qualidade, ou seja, de má qualidade. Para não errar, principalmente quando quer dizer que um produto é barato e de boa qualidade, pode dizer “inexpensive”.

Comente aqui


Para quem pretende falar inglês fluentemente

Início de ano, muita gente, depois de anos dizendo “esse ano vou estudar inglês”, finalmente resolve pôr o plano em prática. Algumas dicas para quem está iniciando e para quem está retomando:

– escola de idiomas – em meio há zilhões que existem na cidade, se certifique de que realmente você irá aprender inglês. Cuidado com promessas milagrosas. Vale muito conversar com pessoas que já estudaram em mais de uma e possam te passar o que acham. Pesquisar na internet em sites de reclamações também ajuda;

– professor de inglês: tem dois tipos que tem que ficar esperto. Tem aquele que só porque morou um tempo lá acha que pode dar aula mas na verdade não tem didática alguma e sabe tanto de regras gramaticais em inglês quanto nós brasileiros sabemos em português, ou seja, nada! E tem aquele que fez faculdade de letras e não sabe nem falar “apple” ou “waffle” e não consegue ter uma conversa de 10  minutos somente em inglês.  Que fique claro que uma pessoa que morou fora mas não estudou letras ou uma que estudou letras mas não morou fora pode ser um bom professor sim! O que quero dizer é que SÓ esse fator não quer dizer que o professor é bom. O importante é ter didática, estar sempre se renovando, fazendo cursos de reciclagem e aperfeiçoamento.

-O MAIS IMPORTANTE: dedicação – a escola pode ser perfeita, o professor também. Mas se você não dedicar parte do seu tempo em casa toda semana praticando, fazendo a tarefa corretamente, vai jogar no lixo seu dinheiro, seu tempo e esforço da escola e professor – “no pain, no gain”;

– Fuçar em blogs e sites de dicas é muito útil. Bons sites:

http://www.inglesnapontadalingua.com

http://www.bbc.co.uk/skillswise (vídeos)

http://www.urbandictionary.com (muito bom para gírias e novas expressões)

http://www.bbc.co.uk/portuguese/topicos/aprenda_ingles (vídeos)

http://www.eslpod.com/website/index_new.html# (audio)

http://www.englishexperts.com.br (um dos meus favoritos)

http://www.forvo.com (bom para praticar pronúncia)

 

“Seu professor pode abrir a porta, mas você deve entrar sozinho”

 

8 Comentários


Outras expressões do filme Django

Acabei de assistir ao filme Django. Há muitas palavras arcaicas usadas para se referirem ao negro. Dentre elas, as mais citadas:

Garboon – no Texas é uma gíria para negros, mas no século 17 era usada para chamar uma negra forte.

Mandingos – palavra usada para remeter a um negro, mais especificamente da Nigéria;

Nigger – como já mencionei em um post anterior, é uma gíria extremamente ofensiva para se referir a uma pessoa da raça negra.

Ain’t – Esta expressão é a abreviação de are not, is not, don’t, doesn’t – ou seja, a forma negativa, maneira de dizer não. Forma extremamente coloquial, gíria. Forma errada de falar que é usada geralmente por pessoas quenão tiveram muito nível de educação.

Comente aqui