Como é celebrada a Páscoa nos outros países, sua história e símbolos

No Brasil a tradição é dar grandes ovos de chocolate para as pessoas na Páscoa e passar o dia num grande banquete com a família, além de ir à igreja celebrar a ressurreição de Cristo. Mas e nos EUA? E nos outros países? Como são as tradições?
Neste post trarei as diferentes celebrações da páscoa pelo mundo, seus símbolos e sua história.

CELEBRAÇÕES PELO MUNDO:
Nos Estados Unidos: É comum cozinhar ovos, depois pintá-los e espalhar pelo jardim. Também é comum comprar ovos de plástico no tamanho dos de verdade e colocar dentro deles chocolates ou brinquedos pequenos. Então no domingo de Páscoa cada criança recebe uma cesta com um monte de doces e chocolates e vai procurar os ovos que estão espalhados no jardim. Depois que terminarem a tradição é comê-los. O nome dessa brincadeira é “egg hunt” (caça ao ovo). Não há ovos grandes de chocolate sendo comercializados, somente pequenos, do tamanho de um ovo normal ou do tamanho dos ovos de codorna. Mas há muitos chocolates, coelhos de chocolate e doces. É a segunda data festiva com maior número de doces sendo vendidos. Perde somente para o Halloween.
É bem comum as pessoas tomarem gemada no domingo de páscoa. Inclusive já tem as gemadas prontas sendo vendidas nos mercados.
Na casa branca desde 1876 há o famoso “egg roll”, uma tradição de receber crianças e elas participam de uma competição de ovos, rolando cada ovo com uma grande colher e o objetivo é chegar até a marca final.

White House Easter egg rolling

White House Easter egg rolling

Na Alemanha há o “egg throw” que as pessoas participam anualmente e levam muito a sério. Essa competição consiste em pegar os ovos já cozidos e pintados e cada pessoa tem uma única chance de arremessar um ovo o mais longe possível num gramado. O ovo que for mais longe ganha, porém não pode quebrar. Se o ovo quebrar está desclassificado e o que restou fica ali para os pássaros. Veja o vídeo desta competição:

Itália: as pessoas costumam dar ovos de chocolate mas eles não tem nada dentro, diferentemente do Brasil. Lá a segunda-feira também é feriado. Neste dia é comum piqueniques, passeios pelo centro da cidade, visitas a pontos turísticos e reuniões familiares. Este é o ápice das celebrações de chegada da primavera. Há várias outras celebrações bem diferentes e cada cidade da Itália. Para ler sobre cada uma clique aqui.

Ucrânia: Há milhares de anos eles pintam ovos durante a primavera (pra eles a Páscoa é na primavera) para presentear as divindades. Com o cristianismo passou a simbolizar a páscoa e ressurreição de Cristo.

Pêssanka - ovo ucraniano de Páscoa

Pêssanka – ovo ucraniano de Páscoa

SÍMBOLOS E HISTÓRIA:
Bunny/habbit (coelho) – é símbolo da fertilidade, fazia parte de uma celebração pagã que depois se fundiu com o cristianismo. No séc XVI os pais começaram a contar para seus filhos que se eles se comportassem no período da Páscoa um coelho iria botar ovos coloridos no jardim. Assim surgiu o “egg hunt” e as cestas de Páscoa.

Egg (ovo) – é o símbolo da do nascimento há milênios. A gema dentro do ovo seria Cristo levantando de seu túmulo. Os ovos no início eram pintados de vermelho para representarem o sangue de Jesus na Cruz.
No século XIX os ovos começaram a ser feitos de chocolate. Em 1885 na Rússia se deu início o famoso ovo Fabergé. Foi quando o Czar Alexandre III, que costumava presentear sua esposa com belíssimas jódias na Páscoa, pediu para seu joalheiro Peter Carl Fabergé fabricar um ovo feito de ouro e pedras preciosas com uma miniatura de uma calinha de ouro e olhos de rubi dentro. O sucesso foi tão grande que todo ano Fabergé e seus assistentes faziam para os czares da Rússia e hoje essas jóias são disputadas entre colecionadores de todo o mundo. Vídeo com a história do ovo Fabergé aqui.

Primeiro ovo Fabergé

Primeiro ovo Fabergé

Easter (Páscoa) – EASTER é uma palavra derivada do nome da deusa pagã EOSTRE que era a deusa da fertilidade e da primavera. Já Páscoa vem do hebraico pesah que significa passagem. A páscoa sempre cai no primeiro domingo após a primeira lua cheia do equinócio de primavera do hemisfério norte. A Páscoa no Antigo Testamento tem a finalidade de celebrar a passagem do Senhor Deus, que libertou o povo de Israel da escravidão do Egito. No seu aspecto histórico a Páscoa no AT é a festa que faz a memória da passagem de Deus no Egito para a libertação do povo. No aspecto agrícola anteriormente era a celebração do início da primavera (daí a derivação da palavra Easter, citada acima) no primeiro mês da colheita da cevada, e que Israel adaptou, para a celebração da Páscoa, onde faziam pães sem fermento.No aspecto pastoril era o sacrifício de um cordeiro cujo sangue era colocado na entrada das tendas dos pastores nômades para a proteção dos rebanhos. Israel também usou este rito para lembrar o dia em que no Egito, Israel precisou passar o sangue do cordeiro em suas portas para protegê-los da passagem do Senhor. Explicação de acordo com o novo e velho testamento aqui.

Lent (quaresma) – 40 dias que antecedem a Páscoa. Período em que começa na quarta-feira de cinzas e quando as pessoas faziam jejum (em inglês FAST) de ovo, carne, vinho e outras comidas.

Fat Tuesday (Terça-feira gorda) – em francês Mardi Gras, que acontece um dia antes do início da quaresma. Como as famílias não podiam estocar comida por 40 dias decidiram fazer um banquete com tudo o que tinham um dia antes da quaresma. Daí surgiu o carnaval. O fato do carnaval nunca ser na mesma data todo ano se dá devido ao fato da Páscoa nunca ser sempre na mesma data, mas sim sempre no primeiro domingo após a primeira lua cheia de primavera no hemisfério norte.

Clique aqui para assistir toda a história da Páscoa em inglês.

3 comentários sobre “Como é celebrada a Páscoa nos outros países, sua história e símbolos

  1. Vanessa 31 de março de 2017 7:44

    Amei o texto , muito rico culturalmente. Meus alunos com certeza vão adorar

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.