Uso de tradução em inglês no trem Curitiba Morretes

Olá gente. Como também atuo como guia de turismo credenciada, semana passada viajei a semana toda a trabalho para Curitiba e depois Gramado.
Em Curitiba fizemos o passeio de trem Curitiba-Morretes. Eu estava acompanhando um grupo do Senac que estuda o curso de guia de turismo. Ou seja, são futuros guias de turismo.
Eu já havia feito esse passeio antes e havia alguns turistas estrangeiros no mesmo vagão. Mas o que me surpreendeu desta vez foi que o número era bem maior: eram 12 pessoas no vagão que não falavam português. Durante o trajeto, que é muito lindo, há sempre um guia, também credenciado pela EMBRATUR, contando toda a história da ferrovia e as belezas naturais ali encontradas… em português!
Como vi que os estrangeiros passariam o tempo todo ali sem entender nada, perguntei para ele se havia tradução. Ele disse que quando há um vagão só de estrangeiros aí eles contratam um guia para falar em inglês. Mas vi que em outros vagões também era possível ver outros estrangeiros. Creio que estavam espalhados em diferentes vagões e se estivessem todos num só vagão poderiam ter um guia falando em inglês.
Diante do fato que eles teriam que ficar mais de 1h ouvindo instruções em português sem entender nada, me ofereci para fazer a tradução simultânea e o guia aceitou com o maior prazer. A parte mais interessante foi quando o guia falou da ponte construída entre dois túneis, a que quando passamos parece que estamos voando, que teve as peças trazidas da Bélgica de navio e quando traduzi um grupo de quatro pessoas veio todo contente dizer que eram da Bélgica e pedir mais informações a respeito. Também teve um casal de jovens americanos que pediu dicas de restaurantes e depois veio querer me dar gorjeta, pois é prática lá dar gorjeta para tudo. Agradeci mas não aceitei, disse que minha gorjeta é saber que eles gostaram do nosso país e vão falar bem depois. Eles disseram que com certeza estão gostando muito.
Depois disso saí contente por ter ajudado um grupo de pessoas a entender um pouco mais sobre nosso país e nossa história e gostaria de deixar essa sugestão para todos que falam inglês e percebem um estrangeiro precisando de uma ajuda com tradução. Primeiramente é importante perguntar se ele gostaria de tradução ou de ajuda, se ele aceitar, é uma boa maneira de mostrar como nós brasileiros também somos gentis e de dar uma boa impressão do nosso país. Com certeza vai ser bacana para você que vai praticar seu inglês, e para o visitante, que sairá bem informado e contente.

Um comentário sobre “Uso de tradução em inglês no trem Curitiba Morretes

  1. Alexandre Melo 21 de setembro de 2015 9:37

    Bom dia Bruna, parabéns pelo trabalho exercido, infelizmente no Brasil ainda a muito descaso com o turista estrangeiro, mas saiba que os nossos trabalhos não saem em vão com toda certeza o seu foi visto e será lembrado, essa é a diferença de um guia de turismo nas viagens, Com Guia é Mais Turismo.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.