Quanto tempo de estudo é preciso para ser fluente em inglês

Recebi esse texto aqui, que é da revista exame, descrevendo quanto tempo de inglês é necessário para ser considerado fluente na língua.
Primeiramente, amo esta revista e tudo que ela publica. No entanto, há algumas coisas que 17 anos lecionando inglês me deram o privilégio de ver que vão contra o que está na matéria.
Nela é citado que para calcular a fluência de uma pessoa um dos itens principais é o “Guided Learning Hours” (GLH), que é o número de horas/aula aprendendo o idioma COM um professor. Mais ainda, que esse fator de horas depende muito de outros fatores também, o que eu concordo, que estão no link acima.
O que não concordo é a parte em que afirma que “Uma escola que promete levar o aluno ao nível avançado precisa oferecer um CURSO completo com aproximadamente 800 horas (GLH).”

A maioria das escolas de idiomas oferece curso de 2h a 3h semanais ou 32h semestrais ou 64h em um ano. Isso significa que para ser considerado fluente a pessoa tem que estudar 12 anos e meio de inglês se for seguir essa regra de 800h para ser fluente, citada na matéria.
Quando eu estudava inglês, início da década de 90, pensava assim. Claro que para as escolas quanto mais tempo a pessoa ficar dependente da mesma, melhor. No entanto, no mundo dinâmico e rápido de hoje, quem vai querer dispor de 12 anos de estudo para ser fluente? Que tem esse tempo todo? Tudo tem que ser para “ontem”.

Quando fui dar aula numa escola de idiomas que prometia fluência em dois anos e meio confesso que fiquei cética. Pensei comigo mesma “jamais que alguém vai sair fluente em tão pouco tempo!” Após dois anos trabalhando ali, lecionando alunos do básico ao avançado, tive a felicidade de ver que eu estava errada. Vi muita gente sair formado com 2 anos e meio falando fluentemente, com alguns erros mínimos de pronúncia e concordância, mas falando bem, mantendo uma conversa tranquilamente com nativos, inclusive com amigos meus estrangeiros, sem problema algum. Inclusive um dos meus alunos atingiu 950 pontos no teste de proficiência TOEIC, atingindo nível C1 de proficiência e há muitos outros que estudam esta escola que chegam a atingir C1 e C2.

Diante disso, acredito pela minha experiência lecionando e vivenciando o dia-a-dia de muitos alunos desde o básico até o avançado, que alunos dedicados e com maior facilidade para o aprendizado da língua inglesa conseguem perfeitamente adquirir fluência em muito menos tempo que 800h com o professor. E concordo 100% com a revista que apenas um número mínimo de horas/aula não é a garantia de fluência. Já vi gente que estudou 10 anos de inglês e ainda assim não tem fluência. A mesma depende de vários outros fatores, como os citados na matéria.

Para mim o mais importante é DEDICAÇÃO e CONTATO DIÁRIO fora de sala de aula. Estudando 15 min por dia por meio de música, filme, conversa online, ouvir e repetir o áudio do CD, qualquer contato, mas tem que ter um contato diário, caso contrário tudo que foi aprendido acaba sendo esquecido.

Sem categoria

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.