Mês: novembro 2016



Evento cancelado: Rapel e airsoft em Maringá praticamente de graça

Eu havia publicado o evento abaixo, mas acabo de receber esta nota:

“BOM DIA PESSOAL. EM VIRTUDE DO OCORRIDO COM O TIME DO CHAPECÓ, VARIAS AGENDAS FORAM ALTERADAS E EVENTOS QUE ACONTECERIAM NESTE FINAL DE SEMANA (3 E 4 DO 12) FORAM TRANSFERIDOS PARA O DOS DIAS 10 E 11 DO 12, OU SEJA, DO EVENTO DE NOSSO EVENTO DE AIRSOFT E RAPEL. EVENTOS QUE ACONTECERIAM NO LOCAL ESCOLHIDO FORAM REMANEJADOS PARA O DIA 10 PELA ESCOLA, SENDO ASSIM, FICAMOS SEM DATA E TEMPO HÁBIL PARA REFAZER O PROJETO E, PELA PROXIMIDADE COM O NATAL, FICOU PREJUDICADO NOSSO EVENTO. NESTE SENTIDO TEREMOS QUE CANCELÁ-LO E DEIXAR PARA UMA PRÓXIMA OPORTUNIDADE (POSSIVELMENTE NO ANO QUE VEM). PEDIMOS DESCULPAS A TODOS MAS FOI ALGO QUE ESCAPOU AO NOSSO DESEJO.”

O QUE EU HAVIA PUBLICADO ANTERIORMENE:
Oi pessoal, sei que o blog trata de dicas de inglês, mas participo de um grupo de corrida que está com uma ação solidária agora em dezembro e gostaria de compartilhar com quem mora em Maringá.
Para quem gosta de rapel e airsoft, dia 10 de dezembro, num sábado, poderá fazer essas atividades à vontade e se divertir muito, inclusive pode levar criança. Basta trazer três brinquedos embalados (que serão doados para uma ONG local) e só diversão a tarde toda!
Vamos ajudar!!!
15181616_1834685753483454_4347222753413744320_n

Sem categoria
Comente aqui


Cuidado ao escolher escola de inglês para estudar

Eu já postei aqui sobre qual é a melhor escola de inglês para estudar. Para ler o post clique aqui.
No entanto, como agora é o período que o pessoal começa a pesquisar sobre isso e recebi alguns e-mails pedindo ajuda para escolher aonde estudar, resolvi escrever novamente sobre o assunto.
Primeiramente, minha opinião é baseada em 16 anos lecionando inglês e mais uns 8 como aluna. Mesmo assim não conheço todas as escolas e cada um tem um foco no estudo. Por isso às vezes o que não é bom para mim pode ser bom para o outro. Mesmo assim, existem alguns critérios básicos que devemos levar em consideração quando formos escolher uma escola. Este ano, com a crise que afetou todos os setores, muitas escolas estão fazendo de tudo para conseguir conquistar um cliente, inclusive coisas que considero extremamente injustas e desleais. Por isso, todo cuidado é pouco. Vamos pensar sempre no mais importante:
1) VALOR: como tudo na vida, se você quer algo de qualidade, não procure o mais barato. Para pagar bem professor, para ter um material didático de qualidade e oferecer uma boa aula, há um custo.
2) Número de alunos por turma: Com experiência dando aula há 16 anos posso afirmar que mais que 12 alunos por turma a qualidade do ensino cai muito. Eu jamais estudaria numa turma com mais que isso de alunos e já recusei e ainda recuso dar aulas para mais que 12 numa turma só. Por dinheiro no mundo faço isso. Simplesmente porque não acredito que darei uma boa aula e para mim, qualidade vem em primeiro lugar. Pense bem, você tem em média 2h por semana de aula, se tiver muita gente na sala, você quase não vai praticar e em qualquer língua que esteja aprendendo, só obterá sucesso quanto mais praticar. Então às vezes a escola pode até ser mais barata que outra, mas se contar que tem vários alunos por turma, no final fica mais caro.
3) Fluência: Esses dias li sobre o inglês “fast food”. O inglês rápido! Aquele inglês que está na moda, que muita escola promete inglês fluente em 18 meses. Impossível. Garanto para você. Você até vai ter fluência, mas de nível básico. Muitas escolas estão prometendo ao aluno que entregam certificado de fluência em curto prazo. Mas aí você tem que perguntar: que nível de fluência? Não aceite menos que C1 por escrito! porque falar até papagaio fala, mas depois podem dizer que não falaram isso e você que entendeu errado. (para ler mais sobre o sníveis de fluência clique aqui) Já vi muitas, muitas e muitas escolas com esse papinho quando na verdade o aluno quando termina o nível é A2 ou B1, que é muito baixo, ou seja, você não vai conseguir manter uma conversa totalmente em inglês com um nativo.
4) Puxe a “ficha” da escola. Pesquise no site Reclame Aqui ou até no procon da sua cidade sobre as reclamações e processos por cobrança indevida da escola que esteja interessado.
5) FUJA DE CONTRATOS LONGOS! Existem escolas que te enfiam contratos longos e se você não se adaptar à metodologia ou se perder o emprego, tiver que se mudar de cidade, será obrigado a pagar os olhos da cara por sair da escola antes do tempo de vencimento de contrato. Prefira fazer contrato de 6 meses a no máximo 1 ano.
6) Se sentir pressionado, fuja! Claro que as escolas tentam fazer o máximo para você fechar contrato o quanto antes para que eles não percam o “timing” da venda. Por isso é normal alguém ficar te ligando toda semana perguntando se vai fechar a matrícula e ser insistente. Super normal. Mas quando você vai fechar um valor alto, um contrato de ao menos seis meses, fuja daquele papo “esse preço é só hoje, se você voltar amanhã não será mais isso”. A escola provavelmente vai fazer isso para que você não tenha tempo de pesquisar em outras escolas e para te pressionar a fechar o contrato. Se for assim meu amigo, corra enquanto há tempo! É bem provável que se um amigo seu voltar na outra semana vão falar a mesma coisa. E se de fato a promoção for só aquele dia, fuja mesmo assim. Melhor pesquisar com calma, verificar os prós e contra de tudo. Afinal, você não está comprando um livro de 50 reais, está investindo alto no seu futuro, por isso, melhor prevenir que remediar.
7) Quem são os professores? Sempre é bom pesquisar quem são os professores e qual o nível de inglês que eles tem e a experiência. Nada contra professor novato, mas ao menos a maioria tem que ter um bom currículo e experiência.
8) O que mais tenho que pagar além da mensalidade, matrícula e material? Às vezes a escola pode ser mais barata, mas depois surgem várias outras coisas que você tem que pagar no meio do curso, como aulas extra, etc. Pesquise quanto custa a reposição de aula, quantas pessoas estarão na reposição com você, quantas faltas você pode ter sem precisar fazer reposição, quanto custa refazer a prova, etc.
9) A escola vai de encontro ao meu foco? Existem escolas que amigos meus gostam mas que eu não gosto, mas acredito que isso é questão de afinidade. O que você tem que pensar é qual o seu objetivo e se a escola está focada no seu objetivo. Ex. quero mais conversação. A escola é mais voltada em gramática ou conversação? As tarefas são mais focadas em fala ou escrita? Os livros de sala de aula, são focados em escrita?
10) Assista a uma aula demonstrativa. Quando digo isso não é o coordenador ou vendedor simular uma aula, porque aí ele vai querer fazer lindo só para te vender o pacote. Assista uma aula em turma, com o professor e outros alunos.

Gostaria de deixar claro que isso aqui é minha opinião pessoal e qualquer pessoa pode discordar. Também gostaria de deixar claro que hoje trabalho em três lugares diferentes e até poderia dar aula em outros lugares ganhando mais, mas já fiz isso e me arrependi pois não confiava na metodologia e não conseguia lecionar com confiança e satisfação, então não estou tentando vender meu peixe, mas sim sendo sincera e pensando no lado do aluno.

Sem categoria
Comente aqui


Expressões em inglês do seriado The Crown

Estou assistindo ao seriado da NetFlix “The Crown” (A Coroa), série de TV mais cara da História (leia aqui matéria sobre isso). O seriado, além de ser muito interessante e informativo, é sobre a rainha Elizabeth II e sua história de vida pessoal e de reinado com bastante riqueza de detalhes desde antes mesmo da sua coroação. Eu estou amando.
Achei nos primeiros capítulos da primeira temporada algumas expressões e vocabulários interessantes para citar aqui:
Chairman – vocabulário muito usado na área de negócios, chairman é o presidente de uma empresa ou corporação.
A good many – esta expressão quer dizer uma grande quantidade de. é o mesmo que “a lot of”. Foi usada para falar de uma grande quantidade de jornalistas.
Bloody idiot – bloody significa sangrento, mas também pode ser uma gíria que tem um significado totalmente diferente. É usado para enfatizar algo quando se está nervoso. É considerado um tanto ofensivo. No seriado a rainha usou a expressão “bloody idiot” ao se referir ao marido, mas pode-se usar com outras palavras, ex. bloody fool, bloody hell, bloody stupid, etc.
To brag – ficar se gabando.

Sem categoria
Comente aqui


in the world, of the world, on the world? Qual é correto?

Já vi muita gente usando os três. Ex. This is the best bar of the world, ou this is the best bar in the world, ou this is the best bar on the world. Mas qual é o correto de fato?

Toda vez que usa superlativo (melhor, pior, mais alto, mais baixo, mais frio, mais quente) com relação a LUGAR usa ON ou IN dependendo do lugar. Se for relacionado a TEMPO, usa sempre OF.

Ex. “This is the best bar IN the world” (Este é o melhor bar do mundo). No caso da palavra WORLD vai usar sempre IN THE.
Já se for EARTH (terra – planeta) aí usa ON. Ex. “This is the best bar ON earth” (este é o melhor bar do planeta).

Com relação a tempo:
“He is the best student of the year” (Ele é o melhor aluno do ano)
“This is the happiest day of my life” (Este é o dia mais feliz da minha vida)

2f6943d06159efacbbb79a0641cf2fe0

Atacama-Desert

Sem categoria
Comente aqui


Confusão na pronúncia: Trump x Tramp

Esses dias ouvi alguém se referindo ao futuro presidente dos EUA, dizendo “Tramp” no lugar de Trump.
A pessoa não sabia, mas Tramp significa “vagabundo” em inglês.
Agora vamos às pronúncias:
TRUMP tem o som parecido com ã, só que mais curto. O som da letra U é representada por essa imagem /ʌ/
Clique aqui para ouvir a pronúncia
Já TRAMP, tem o som da letra A representado assim /æ/. O som é uma mistura do A com E, só que mais parecido com E. Para ouvir clique aqui.

Sem categoria
1 Comentário


Vocabulário em homenagem ao Trump

Hoje a notícia mais comentada no mundo foi a vitória de Donald Trump para presidente dos EUA. O facebook bombando de pessoas reclamando, assim como o twitter. Até as celebridades americanas estavam se queixando.
Uma delas me chamou a atenção pelo vocabulário desconhecido.
Era a frase do ator Chris Evans, que interpreta o Capitão América, no cinema.
Abaixo o post no twitter:
FullSizeRender

Tradução:
Esta é uma noite vergonhosa para a América. Nós deixamos um “hatemonger” liderar nossa grande nação. Nós deixamos um cara que comete bullying definir nosso curso. EStou devastado”

Duas palavras que valem à pena serem comentadas: Hatemonger e bully
Bully é uma pessoa que comete bullying. Ou seja, aquele que fica zombando, tirando sarro e humilhando os outros.
Hatemonger é uma palavra que eu não conhecia. O site “Urban Dictionary” traz a definição como: “A person who uses political beliefs or passions of any kind as a platform to express their hatred for another individual. 2.)A media personality who spreads hate under the guise of a political affiliation or a religous belief.” ( 1.Uma pessoa que usa suas crenças políticas ou paixões de qualquer tipo como plataforma para expressar seu ódio contra um outro indivíduo. 2. Uma personalidade da mídia que espalha o ódio sob o pretexto de uma filiação política ou uma crença religiosa). Em alguns dicionário aparece como semeador de discórdia. Mas eu não acho que haja uma palavra que traduza isso. Porque não é um semeador de discórdia, é uma pessoa pública que semeia o ódio contra tudo que ele é contra.

Comente aqui


o que significa “to go bananas” em inglês?

Semana passada eu estava ensinando a expressão “to go nuts” para um dos meus alunos e disse que é o mesmo que “to go bananas”. Ele não entendeu e ficou até surpreso com o significado.
A palavra NUTS pode significar nozes ou como gíria “louco” ou “saco – bolsa escrotal”
“To go bananas” ou “to go nuts” significa ficar louco.
“to drive somebody bananas” ou “to drive somebody nuts” é o mesmo que deixar alguém louco.
Ex. “I´m going bananas with all these piles of work to do” (Estou ficando louco com todas essas pilhas de trabalho para fazer)
Ex2. “Having to decide between two horrible candidates is driving me bananas” (Ter que decidir entre dois candidatos terríveis está me deixando louco)

clique aqui para ver vídeo sobre a expressão

Comente aqui


Gíria do filme O Contador

Meu aluno pediu para eu prestar atenção quando fosse assistir ao filme O Contador, que está em cartaz nos cinemas de Maringá, quando a voz feminina no telefone chama o personagem de Ben Affleck de “bonitão”. Ele não tinha conseguido entender o que ela dizia.
Fui ao cinema, amei o filme e percebi que por várias vezes essa voz misteriosa feminina chamava ele de “dreamboat”. Essa é uma gíria muito usada para chamar uma pessoa bem atraente, geralmente do sexo masculino. Acredita-se que a gíria surgiu à partir da música de 1936 “When my dream boat comes home”.

Para ouvir a música clique aqui.

Para ver o trailer do filme clique aqui.

1 Comentário