Pronomes e suas diferenças

Os alunos geralmente tem muitos problemas com pronomes. Então vou fazer uma breve explicação que espero que ajude.

A primeira coluna é o pronome que faz a ação, ou seja, sujeito. Ex: I love you (I é o sujeito, quem ama sou eu “I”)
A Segunda coluna é o pronome sofrendo a açao, ou seja, objeto. Ex. “You love me” (Me é o objeto, quem ama é você, eu não estou fazendo nada. seria o mesmo que você ME ama, e não você ama eu.)
Terceira coluna possessivo. Ex. “This is my book” (Este é o MEU livro)
Quarta coluna é o possessivo mas usado para substituir o substantivo, ou seja, a palavra. Ex. “This is my book. Where is YOURS?” (Yours seria usado porque se eu usar “your” tenho que novamente repetir a palavra book. Então o yours dispensa a repetição do substantivo)
Quinta coluna: pronome reflexivo ou seja, a mesma pessoa que faz a ação sofre. Ex. “I cut myself” (Eu me cortei. Sujeito = eu, objeto = eu)

Sem categoria

3 comentários sobre “Pronomes e suas diferenças

  1. Sávio Christi 23 de agosto de 2017 12:45

    Olá e bom dia, amiga Bruna, tenho algumas dúvidas, dê uma lida nelas:

    1) Como funciona a questão da mesóclise em inglês (por exemplo, “Dar-lhe-ei um presente!” ficaria ou ficará como em inglês?)?

    2) Em português, dependendo do caso, o verbo vem antes do pronome, como funciona isso em inglês (por exemplo, “Deixe-me em paz!” e “Você me deixe em paz!” seriam ou serão exatamente a mesma coisa como grafia?)?

    3) Por que o pronome “eu” em inglês é sempre com inicial maiúscula se ele não é gentílico, mês ou dia da semana (os quais eu também não sei porque sempre são com iniciais maiúsculas…)?

    4) Porque em inglês, sempre se utiliza o pronome, não existindo, portanto, o sujeito oculto (por exemplo, “Sou artista multimídia!” (sem o “Eu” no começo!”, em inglês, tem que ser “I am multimedia artist!” (nunca sem o “I” antes…)?

    Na realidade, nem era para eu estar com nenhuma dessas quatro dúvidas, só que explico a você depois se for o caso, está bem assim?

    • Bruna Gusmão 23 de agosto de 2017 13:03

      1)Depende do verbo. Neste caso em específico posso dizer “I’ll give you a present” ou “I’ll give a present to you”.

      2)Depende do verbo. Não há uma regra geral

      3) Porque sim. Não existe uma explicação gramatical para isso. É assim e ponto. “Eu”, línguas, nacionalidades, dias da semana e mês sempre maiúsculo. Essa é a regra.

      4) Porque diferente do português que cada conjugação serve para uma pessoa, no inglês uma conjugação serve para TODOS, então tem que especificar quem é o sujeito. Ex. WORK. I work, you work, we work, they work. Como a conjugação é a mesma, se escrever só WORK não dá para saber quem trabalha. Já no português se eu dizer “trabalho” já está bem claro que só pode ser eu.

      DICA: Não fique comparando regras gramaticais do português com o inglês. Principalmente porque as duas línguas são totalmente diferentes, surgiram de línguas diferentes, então não tem como comparar. Se fizer isso só vai dificultar seu aprendizado na língua. Além disso, o inglês tem muito mais exceção do que regra, então não tem como ficar explicando regras pois a maioria não tem. É assim e ponto. Ex. Casado com = Married TO. Mas se você for procurar no dicionário TO significa para. Pão com manteiga = bread and butter; acontecer COM = happen TO. Não há uma regra e sim uma combinação de palavras, ou seja, itens lexicais.

  2. Sávio Christi 23 de agosto de 2017 15:12

    Se é melhor não comparar o português e o inglês, isso significa que não tem por que, por exemplo, procurar explicações do porquê de “You’re welcome!” ser tanto “Seja bem-vindo!” quanto “De nada!”?

    Agora, sem querer tornar a comparar, mas o inglês tem algumas simplicidades bem em conta, por exemplo, ele só tem dois “porquês” (“why” e “because”) e duas “seções” (“departament” e “session”), não precisando, portanto, de quatro grafias não idênticas para cada caso, fora que ele também não tem o artigo neutro (aquele artigo que não é vinculado ao sujeito, por exemplo, “O que você está fazendo aqui?”, o inglês não tem esse “o”, a frase então é esta aqui na tradução: “What are you doing here?”).

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.