Mês: março 2011



Desafio Sebrae será lançado terça-feira

.
Um jogo virtual de empreendedorismo que simula situações reais do dia a dia de uma pequena empresa. E novidades desse jogo serão apresentados a professores e representantes de instituições de ensino superior na próxima terça-feira, às 8 horas, no lançamento do Desafio Sebrae 2011. O encontro será realizado na sede regional do Sebrae/PR em Maringá.

Nesta edição, o Programa propõe a administração de uma empresa de veículos sustentáveis. As inscrições para participar do Desafio Sebrae 2011 começam a partir do dia 6 de abril e vão até 11 de maio.

O Sebrae/PR Maringá fica na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 1.116. Outras informações sobre o Desafio Sebrae podem ser obtidas nos telefone (41) 3035 5669 e (44) 9904-3535.
.

Comente aqui


Curso de pilotagem por R$ 73 não existe

.
A informação de que em Londrina e em Curitiba o curso de pilotagem para mototaxistas e motofretistas custa R$ 73 não procede. A reportagem foi induzida ao erro por um levantamento que o Sindimotos – sindicato do setor – disse ter feito naquelas duas cidades.

O Sest/Senat de Londrina, local onde o Sindimotos informou que a bagatela era cobrada (para convencer os motociclitas a boicotar o curso em Maringá) desmentiu a informação na tarde desta terça-feira. De acordo com a entidade, o curso ainda não é aplicado por lá e nem existe previsão de quanto vai custar.

Leia em odiario.com a matéria correspondente.

Nota do autor: ao estimular o boicote dos profissionais do setor, lançando a informação de um preço mais em conta que não existe no mercado, o sindicato – que deveria defender os interesses dos seus – acabará por prejudicando mototaxistas e motofretistas. Depois de 30 de abril, quem não tiver a certificação do curso será multado. O barato vai acabar saindo caro.
.

2 Comentários


Residência na Itália

.
Também no site da rede internacional de jornalistas (ijnet) encontrei este programa de residência na Itália. Não me parece tão vanjoso ($$) quanto àquele de NY, porém, o prazo de inscrição vai até 2 de maio. Veja o resumo abaixo:

Bellagio Residency Program
Localização: Lago Como, Itália
Duração: quatro semanas
Quem pode fazer: estudantes e acadêmicos internacionais de todas as áreas de estudos
Quem banca: Fundação Rockefeller

Ficou interessado, então clique aqui para saber mais.
.

Geral
Comente aqui


Programa com bolsa de estudos para NY está com inscrições abertas

.
Sou daqueles que já se pegou desejando: “bah, gostaria de passar uma temporada em Nova York“. Para quem está cursando mestrado ou doutrado e fala inglês fluentemente eis uma ótima oportunidade.

O Cooney Center está com inscrições abertas para pesquisadores interessados em mídia digital e educação. Os aprovados receberão bolsa de US$ 50 mil para custear estudos e hospedagem (entre outras despesas) durante um ano na maior cidade dos Estados Unidos.

As inscrições terminam na quinta-feira (31/03). Só fiquei sabendo da oportunidade hoje, senão teria divulgado antes. Veja aqui mais informações.
.

Geral
1 Comentário


Maringá sedia campeonato de skate

.
Maringá sedia, nos dias 2 e 3 de abril, o Campeonato de Skate Chabelo. As disputas serão realizadas na UEM – atrás do Museu Dinâmico Interdisciplinar (Mudi), a partir das 10 horas. Segundo a Associação dos Skatistas de Maringá (ASKM), o campeonato contará com a presença de skatistas profissionais da região e de outros Estados.

Abaixo o vídeo promocional do evento:

Para mais informações, falar com Rafael no (44) 9136-9818.
.

Comente aqui


Os 10 maiores escritores vivos

.
Colaborei, recentemente, com o esforço do site/blog Mais1Livro na elaboração da lista dos 10 maiores escritores vivos. Ajudei com a revisão dos textos. A lista, que conta com quatro vencedores do Prêmio Nobel, foi elaborada a partir da votação de gente que entende de Literatura, entre eles o escritor Laurentino Gomes. Vale à pena conferir o resultado (clique para ver).
.

Geral
2 Comentários


Qual a importâncias das comissões permanentes da Câmara Municipal?

.
O clima esteve tenso na Câmara de Maringá na última terça-feira (22/03). Fui mal recebido, talvez pela primeira vez, e empurrado por um dos vereadores (que se desculpou mais tarde). Eles estavam bravos por conta da denúncia de O Diário de que os edis assinam atas das comissões permanentes sem comparecer às reuniões. A matéria, assinada pelo colega Murilo Gatti, foi publicada no domingo (20/03).

Na ocasião, além de falar com os vereadores, ouvi o professor Reginaldo Dias, historiador político da Universidade Estadual de Maringá (UEM), sobre a importância dos trabalhos das comissões permanentes. Parte da entrevista já foi publicada. Confira aqui o bate-papo na íntegra:

Reginaldo Dias

Café com Jornalista – Qual o papel das comissões permanentes numa casa de leis?
Reginaldo Dias – As comissões devem fazer o debate inicial sobre a admissibilidade da pauta e instruir sua tramitação. Devem adensar o debate e promover, sempre que necessário e possível, negociações preliminares. Elas têm um papel técnico, visto que são divididas de acordo com temas, mas também são instâncias políticas. Por isso a legislação recomenda que sua composição seja feita de forma equitativa, respeitando as proporções das bancadas. Elas preparam e instruem o trabalho de plenário.

O Legislativo poderia funcionar sem o trabalho das comissões?
Não. Formalmente, as matérias devem ser submetidas ao estudo preliminar das comissões que, de resto, têm atribuições bem abrangentes.

O grau de excelência (ou a falta dela) das comissões tem relação direta com o conteúdo dos projetos de lei levados à votação?
Sim. Com as exceções previstas no regimento, tudo que vai a plenário deve passar pelas comissões. Nem tudo que chega às comissões vai a plenário. Elas devem filtrar as matérias. Há situações de inadmissibilidade jurídica, por exemplo. Com atribuições dessa natureza, elas são importante espaço de poder. Seria um equívoco menosprezá-las.

O que é preciso fazer para ter um trabalho mais efetivo das comissões?
Depende do comprometimento dos parlamentares e das bancadas, mas talvez eles, do seu próprio jeito, pensem que estão fazendo o melhor. Por isso, creio que precisamos nos preocupar com o que acontece com o nosso voto depois que a urna se fecha. Ou seja, precisamos fiscalizar as pessoas que se elegem com nosso voto. Não é desconfiança, não. É uma forma de afinar a sintonia entre eleitor e eleito. Além do mais, a constituição já diz que o poder emana do povo e com o povo deve ser exercido. Isso vale para todos os mandatos, em todas as esferas.

Em outras esferas do poder, como na Assembleia Legislativa, Câmara dos Deputados e Senado, a situação é diferente?
Não me surpreenderia se uma análise mais rigorosa sobre essas esferas ensejasse muitas críticas. De qualquer modo, as transmissões das sessões das comissões da Câmara e do Senado permitem que acompanhemos um pouco o trabalho deles. Precisamos usar essas ferramentas eletrônicas, assim como muitas outras. A chave, como disse, é a fiscalização.

O Legislativo exerce, de fato, seu papel constitucional?
Como regra, pesquisas de opinião apontam que o poder Legislativo é o que tem os piores indicadores populares de avaliação. Isso não é de hoje. Precisamos debater, entretanto, como essa situação é gerada pela relação assimétrica que existe entre Executivo e Legislativo. Com a redemocratização e a promulgação da Constituição de 1988, havia um otimismo em relação ao papel que o Legislativo iria desempenhar. Duas décadas depois, percebe-se que o Executivo continua sendo o centro de gravidade nas relações entre os poderes. Seu peso é tão desproporcional que as principais matérias legislativas vêm de sua alçada. É assim de norte a sul do País, em todas as esferas de poder, ressalvadas as exceções de praxe. Daí a reforma política ser urgente e necessária.

Quais os riscos para a sociedade de uma Câmara que possui comissões permanentes descompromissadas?
O risco é a fragilização do poder Legislativo e o consecutivo desequilíbrio entre os poderes. O ordenamento jurídico estabelece a independência e o equilíbrio entre os poderes.
.

LF Entrevista
2 Comentários


IVC aponta odiario.com no top 20 de audiência

.
Dez meses depois de O Diário lançar o novo portal, odiario.com chega ao grupo dos 20 principais sites de notícia do País – e terceiro do Paraná – em audiência. Os dados são do Instituto Verificador de Circulação (IVC), entidade sem fins lucrativos responsável pela auditoria de circulação de jornais e revistas e audiência de sites das principais empresas jornalísticas do Brasil.

Líder no interior do Estado, odiario.com ocupa a 18ª colocação no ranking nacional do IVC com 546.531 acessos únicos, atrás apenas do Paraná Online (nono, com 2,2 milhões de acessos únicos) e da Gazeta do Povo (11º, com 1,5 milhão), ambos de Curitiba. Se considerados os pageviews (visualizações de página), odiario.com ocupa a 20ª colocação no País com quase 3,4 milhões de acessos no mês passado.

Nota do autor: faz quase um ano que retornei ao jornal impresso, onde há mais oportunidade para escrever sobre política – minha editoria favorita. Mas fico satisfeito por ter contribuído com odiario.com, entre janeiro de 2009 e primeiro semestre de 2010, nesse processo de crescimento. Aliás, minha pós-graduação é jornalismo multimídia.
.

Comente aqui


Segunda tem lançamento de livro sobre responsabilidade civil

.
Um grupo de 14 professores, a maioria de Maringá, lançará livro sobre responsabilidade civil na próxima segunda-feira (28/03). A sessão de autógrafos será na Livraria Espaço Maringá Park, em shopping no Centro da cidade. Interessados devem confirmar presença pelo e-mail: [email protected] Clique aqui para mais informações.

Nota do autor: aproveito a deixa para comentar que entro no processo de formatação das crônicas que vão compor meu primeiro livro. Depois disso, restará torcer para que o conteúdo agrade editoras ou agentes literários.
.

Comente aqui


Mais de 3 milhões de brasileiros estão no LinkedIn

.
O LinkedIn – a mais relevante rede de contatos profissionais do mundo – superou a marca de 3 milhões de brasileiros. No mundo, já são mais 100 milhões de pessoas cadastradas desde o surgimento da rede, em 2003. Isso significa, em poucas palavras, que está mais fácil encontrar emprego a partir do LinkedIn.

Se interessar, veja aqui meu currículo (hahaha).

Brincadeiras à parte, vale ressaltar que muitas empresas norte-americanas já recusam o velho currículo em papel. Estão preferindo que os interessados na vaga enviem o link de suas páginas no LinkedIn. Ouso arriscar que não vai demorar muito para essa moda pegar por aqui também.

Para ajudá-los a entender como é a dinâmica da busca por emprego no LinkedIn, separei um tutorial no YouTube. Vale à pena assistir (em inglês).

.

Comente aqui