Mês: março 2012



Fórum Eleitoral define plantões

O Fórum Eleitoral de Maringá tem atendimento ao público de segunda a sexta-feira, do meio-dia às 18 horas. Para possibilitar o acesso aos eleitores que não têm condições de comparecer no horário convencional, a Justiça Eleitoral definiu para este ano cinco plantões e expediente prolongado para três dias.

Os plantões cairão em dois sábados, dois domingos e no feriado do Dia do Trabalhador. De 7 a 9 de maio, quando termina o prazo para o alistamento (primeiro título), transferência de domicílio e regularização de pendências com a Justiça Eleitoral, os cartórios estarão abertos também pela manhã.

Leia a matéria completa em odiario.com.

A recomendação nos cinco cartórios eleitorais de Maringá é de que o eleitor não deixe para regularizar a situação na última hora. A média de 180 senhas diárias de atendimento, emitidas no início de ano, deve passar de 1,3 mil senhas/dia em 9 de maio.

***

VEJA OS PLANTÕES

Abril
Dias 21 e 28 (sábados) 13h às 17h
Dia 29 (domingo) 13h às 17h

Maio
Dia 1º (feriado) 13h às 17h
Dia 5 (sábado) 10h às 17h
Dia 6 (domingo) 10h às 17h

Extra
Além das cinco dias extras de atendimento listados acima, o Fórum Eleitoral de Maringá atenderá o público com horário estendido, das 9 às 18 horas, em três dias úteis: 7, 8 e 9 de maio. Fonte: Fórum Eleitoral de Maringá

Comente aqui


Câmara presta homenagem a militares do Canil

Os sete policiais militares integrantes da equipe do Choque Canil, do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), receberam da Câmara Municipal de Maringá, na quinta-feira (29), o Título do Mérito Comunitário pelos serviços prestados à comunidade.

O requerimento propondo o título foi do vereador Luiz do Postinho. Foram homenageados o 3º sargento Márcio Roberto Barbieri, o 1º tenente Franck Cione Coelho dos Santos, o cabo Wagner Zequim Lemes e os soldados Robsom Francisco de Jesus, Lucas Subtil, Celso dos Santos e Marco Aurélio Onishi.

Comente aqui


Dois desfalques na Câmara de Maringá

Na cobertura da paralisação das auxiliares de creche, na manhã de terça-feira (27), em frente ao Paço Municipal, um grupo de jornalistas lembrou-se do colega Murilo Battisti, ex-CBN.

Leila

“Todo mundo da imprensa está aqui, menos o Murilo, que está indo para o Canadá”, disse um dos repórteres, em analogia a Luiza, celebridade das redes sociais que já voltou do Canadá. Murilo, com quem convivi nas coberturas de Câmara Muncipal, é daqueles repórteres difíceis de substituir. Ético, profissional e dinâmico.

De partida também está a assessora parlamentar Leila Carvalho, do gabinete de Flávio Vicente (PSDB). Na sessão desta terça, Flávio anunciou a saída de Leila, que deixou o Legislativo elogiada por outros vereadores. “Você, menina, está deixando esta Casa pela porta da frente, ao contrário de uns e outros. Parabéns”, comentou o vereador Paulo Soni (PSB).

Leila trabalhará em uma empresa do ramo farmacêutico. Murilo, que participava mais das sessões ordinárias do que alguns vereadores, estudará inglês em Vancouver.

Comente aqui


Vereadores aprovam projeto com vício

Vereadora Márcia Socreppa (PSDB), primeira signatária do projeto

A Câmara Municipal apreciou ontem (28), em segunda discussão, o projeto de lei complementar que eleva o salário dos 62 técnicos desportivos da Secretaria de Esportes de Maringá. Apesar dos pareceres de inconstitucionalidade tanto da Procuradoria Jurídica da Câmara quanto da Procuradoria-Geral do Município, os vereadores aprovaram a matéria por unanimidade.

O procurador da Câmara, Raphael Luque, explicou que o projeto apresenta um vício de iniciativa, já que a prerrogativa de definir os salários e quadro de funcionários da prefeitura é do poder Executivo. “Mas os parlamentares têm imunidade para expor suas opiniões, palavras e votos no exercício da função, e isso os resguarda de votar um projeto com vício de iniciativa”, comentou o procurador.

Segundo o chefe de Gabinete da Prefeitura de Maringá, Rodrigo Valente, o prefeito Silvio Barros (PP) não terá outra alternativa senão vetar o projeto. “Os próprios vereadores reconhecem que a forma está equivocada, tentando reconhecer a matéria pelo mérito”, explicou Valente. “O prefeito vai vetar, e se o veto for derrubado, o município estrará com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin)”, explicou.

Leia mais em odiario.com.

Comente aqui


Câmara mantém proibição de manifestações populares nas sessões

A Câmara Municipal de Maringá votou nesta terça-feira (27), em primeira discussão, a alteração do Regimento Interno da Casa. Apresentado pela Comissão Especial de Estudos (CEE) depois de 9 meses de trabalho, o projeto de resolução 797/2011 recebeu 38 emendas; 32 foram aprovadas. Feitas as alterações, o novo texto da proposta passou por unanimidade.

Leia a matéria completa em odiario.com

Ao longo de 30 reuniões, os membros da CEE – Humberto Henrique (PT), Marly Silva (PPL), Heine Macieira (PP), Luiz do Postinho (PRP) e Manoel Sobrinho (PCdoB) – analisaram 270 artigos do atual regimento e propuseram alterações significativas. A mais polêmica previa a possibilidade de o público se manifestar ordeiramente durante as sessões.

Pela proposta, “os espectadores ou visitantes que se comportarem de forma inconveniente, a juízo do presidente, bem como qualquer pessoa que perturbar a ordem em recinto da Casa, serão compelidos a sair, imediatamente, do edifício da Câmara.”

A emenda modificativa 21, aprovada por 9 votos a 5, manteve regras semelhantes às atuais. O público presente às sessões deve se manter em silêncio durante os trabalhos. “Isso é uma incoerência, porque quando o público aplaude a aprovação do nome de uma rua ou de alguma homenagem, ninguém lembra que é proibido se manifestar”, criticou Humberto.

MUDANÇAS

1.368
dispositivos foram analisados
pela Comissão Especial de
Estudos da Câmara

227
dispositivos foram alterados
pela CEE na revisão do
regimento

 

Comente aqui


Aprovado em segunda discussão reajuste para servidores

O reajuste de 8% proposto pela Prefeitura de Maringá e aceito pelos servidores em assembleia no dia 15 foi aprovado pela Câmara Municipal, na sessão de ontem (27), em segunda discussão. A lei também prevê abono de R$ 30 e abono variável para garantir o mínimo de R$ 820 – válido a partir de 1º de abril.

Na sessão anterior, o texto original recebeu emenda que prevê a incorporação do abono aos salários quando da implantação do Plano de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR). O reajuste ainda precisa ser votado em 3ª discussão.

Comente aqui
 

Venda da fábrica de suco de laranja da Cocamar anima citricultores

A notícia da venda da fábrica de suco de laranja da Cocamar para a Louis Dreyfus Commodities (LDC), uma gigante do setor agrícola, encheu de expectativa os citricultores da região de Paranavaí (a 75 quilômetros de Maringá), maior produtora de citros do Estado. “A citricultura na região dará um grande salto”, estima o presidente da Sociedade Rural do Noroeste do Paraná, José Gilberto Pratinha. Continue lendo em odiario.com.

Comente aqui


Pupin diz estar preparado para assumir a Prefeitura de Maringá

Em primeiro de abril o prefeito de Maringá, Silvio Barros (PP), vai se licenciar do cargo pelo período de dez dias para tratar de assuntos pessoais. No lugar dele assumirá, interinamente, o vice Carlos Roberto Pupin (PP), que confirmou ontem (26) a informação. Com isso, será a 25ª que Pupin assumirá o governo municipal.

 

Prefeito interino por 260 dias, de 2005 a 2011, Pupin se diz preparado para o caso de o titular não retornar ao poder. “Sempre estive próximo da administração e não terei problema em em dar sequência ao trabalho que vem sendo feito pelo prefeito”, destaca Pupin.

Especula-se que Silvio aproveitará o período da licença para acertar com o governador Beto Richa (PSDB) os detalhes políticos da possível nomeação dele para a Secretaria de Estado da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul. “Ele [prefeito] analisa a possibilidade de representaar Maringá e região no governo do Estado”, diz Pupin. “Se isso se confirmar, estou pronto para assumir a prefeitura”, garante.

Se assumir em definitivo, Pupin sabe que terá a responsabilidade de nomear os substitutos dos secretários municipais que precisarão se descompatibilizar dos cargos para disputar as eleições deste ano. “Terei a possibilidade de pôr em prática nosso estilo de governo”, antecipa.

Leia a matéria completa em odiário.com.

Comente aqui


Curso gratuito para jornalistas aborda cobertura de minorias religiosas

Do IJNet.

Profissionais de imprensa do mundo inteiro podem se inscrever para um curso on-line de seis semanas sobre a cobertura de religiões minoritárias. Oferecido pela Centro Internacional para Jornalistas, o seminário gratuito vai examinar criticamente maneiras eficazes de cobrir minorias religiosas.

O curso visa a unir os mais atuais estudos e reportagens com um grupo de jornalistas internacionais determinado a trabalhar junto no diálogo para fornecer uma cobertura justa e precisa de todos os grupos religiosos. Os participantes vão analisar estudos de caso, compartilhar desafios enfrentados no campo como estereótipos e barreiras jurídicas, fazer contatos com jornalistas internacionais e muito mais.

As inscrições vão até 20 de abril. O curso será realizado de 14 de maio a 24 de junho. Para mais informações (em inglês), clique aqui.

Comente aqui