Mês: abril 2012



As 15 missões oficiais do prefeito Silvio Barros

Dakar, Senegal: prefeito de Maringá também esteve na África

Na matéria publicada no domingo (29), assinada por Murilo Gatti, O Diário revelou que o vice-prefeito Carlos Roberto Pupin (PP) governou Maringá por 275 dias e que, com a nova licença do prefeito Silvio Barros (PP) – agora de 100 dias – o vice chegará ao fim do segundo ano de mandato tendo comandado o Executivo em um a cada oito dias.

Em levantamento anterior, feito pelo jornalista deste Café, foi apurado que Silvio Barros participou de 15 missões oficiais (nem todas bancadas pelo município) representando Maringá lá fora. Abaixo, segue a lista das missões, que incluem dez países, de quatro continentes.

14/04 a 22/04/12
Portugal e Barcelona (Espanha)
Decreto aprovado pela Câmara Municipal, autorizando a licença do prefeito, não dá detalhes sobre a viagem. À imprensa, Silvio informou que está em contato com investidores portugueses do setor imobiliário. Em Barcelona, a convite do Sebrae, visitará o Instituto Serda, que atua na área de planejamento territorial e de inovação em construções sustentáveis.

23/09 a 09/10/11
Ancona, Bologna, Capri e Milão (Itália); Nice (França); Munique (Alemanha)
Firmar parcerias e convênios que possibilitem avanços na indústria maringaense. Missão foi organizada pelo Conselho de Desenvolvimento Municipal (Codem) e Sebrae.

17/03 a 27/03/11
Paris (França) e Manaus (AM)
Captar recursos junto à Agência Francesa de Desenvolvimento e visita a uma usina de valorização energética (Paris). Participar do Fórum Internacional de Sustentabilidade (Manaus).

05/02 a 11/02/11
Dakar (Senegal)
Representar a Frente Nacional dos Prefeitos no Fórum de Autoridades Locais (FAL).

22/03 a 26/03/10
Rio de Janeiro (RJ)
Representar a Frente Nacional dos Prefeitos no 5º Fórum Urbano Mundial.

27/02 a 06/03/10
Cranford, Nova Jersey (EUA)
Visitar escritórios da Chinook Energy, empresa de reciclagem dedicada à energia renovável.

09/09 a 16/09/09
Milwaukee (EUA)
Participar da Conferência da Associação Internacional das Cidades.

29/03 a 07/04/09
Macau (China)
Participar do Fórum e Exibição – Cooperação Internacional sobre o Meio Ambiente.

17/03 a 21/03/09
Córdoba (Argentina)
Integrar Missão Empresarial, Cultural e Tecnológica.

16/11 a 23/11/08
Nova York (Estados Unidos)
Participar do 15º Congresso Mundial de Sistemas Inteligentes de Transportes.

19/04 a 30/04/08
Tókio, Kakogawa e Kobe (Japão)
Representar Maringá na cerimônia oficial do ano do intercâmbio Japão-Brasil (Imin 100).

12/11 a 17/11/07
Washington (EUA)
Levar projetos da Amusep ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e participar do Business Seminar Series 2007.

02/06 a 10/06/07
Berlim e Gescher (Alemanha)
Conhecer a fábrica da Huesker, fabricante de geogrelhas utilizadas no rebaixamento da linha férrea, e acompanhar tratamento de aterro sanitário, efetuado pela Brasil Desk Bremen.

29/09 a 01/10/05
Rosário (Argentina)
Sem detalhes.

10/06 a 23/06/05
Japão
Integrar a 1ª Missão Empresarial de Maringá ao Japão.

FONTE: Projetos de Decreto Legislativo (PDL) da Câmara Municipal de Maringá.

2 Comentários


Como dizer ‘flanelinha’ em inglês

Esta dica de inglês é boa para você explicar àquele seu amigo anglófono, que veio de um país desenvolvido lhe fazer uma visita, o significado de “flanelinha” – figura  que cobra uma certa quantia para não riscar seu carro em vaga pública, muito comum nos países subdesenvolvidos.

Flanelinha = the person who looks after the parking spaces.

Exemplo:
Se quiser estacionar perto da praia, precisa negociar uma vaga com o flanelinha. 
If you want to park near the beach, you have to negotiate a place with the guy who looks after the parking spaces.


Veja mais dicas no Tecla Sap.

Geral
Comente aqui


Caixa reduz juros do crédito imobiliário

A Caixa Econômica Federal reduziu as taxas de juros do crédito imobiliário em até 21%, informou ontem (25) o banco estatal. As novas taxas, que valerão para financiamentos contratados a partir de 4 de maio, prometem aquecer o setor e facilitar o acesso à casa própria. Quem for correntista da instituição terá direito a juros menores.

Em projeção feita pela Caixa, todo cliente, independentemente de relacionamento com o banco, em um financiamento de R$ 200 mil economizará cerca de R$ 1,8 mil na prestação, no primeiro ano, e um total de mais de R$ 18 mil em um contrato de 20 anos.

Na avaliação do gerente regional da Caixa, Mauro Satoru Fujiwara, a redução dos juros vai aquecer o setor imobiliário de Maringá. “Considero esse um dos melhores momentos da economia para tomar um financiamento para a casa própria e deixar o aluguel”, comenta.

Leia mais em odiario.com.

 

Geral
Comente aqui


Projeto de lei pede contratação de jornalistas diplomados para Câmara e Prefeitura de Maringá

A Câmara Municipal aprovou, na tarde desta quinta-feira (26), um projeto de lei que dispõe sobre a contratação de jornalistas diplomados para as assessorias de imprensa dos poderes Executivo e Legislativo municipal. Em outras palavras, pelo projeto do vereador Heine Macieira (PP), Câmara e Prefeitura devem priorizar a contratação de profissionais graduados em Jornalismo.

De acordo com Heine – um dos mais bem assessorados vereadores de Maringá, na opinião deste jornalista –, a faculdade de Jornalismo fornece ao assessor de imprensa as técnicas necessárias para a apuração de notícias, elaboração de relises e de contato com os veículos de comunicação. “Esse projeto vai se refletir em benefício ao consumidor da informação”, ressalta.

O vereador destaca, porém, que a lei não impõe a contratação de jornalistas com diploma. “É apenas uma sugestão”, diz. Há algum tempo, o Supremo Tribunal Federal (STF) deu parecer favorável à extinção da obrigatoriedade de diploma de Jornalismo para exercício da profissão.

Comente aqui


Apagão digital deixa Sul do País sem celular e internet

O rompimento de cabos de fibra ótica em Campina Grande do Sul (31 km de Curitiba), por volta das 13 horas de ontem (25), afetou as conexões de telefonia móvel e internet em cidades do Paraná – incluindo Maringá, Curitiba e Londrina –, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os serviços começaram a ser restabelecidos depois das 16 horas, mas o curto “apagão” foi o suficiente para evidenciar o quanto a sociedade moderna se tornou dependente dos sistemas automatizados, dos celulares e dos serviços oferecidos via internet.

Em Maringá, quem precisou sacar dinheiro teve de esperar ou tomar empréstimo de amigos. Com o sistema fora do ar e sem saber explicar a origem do problema aos correntistas, alguns bancos fecharam as portas mais cedo. Na agência do Itaú na Avenida Getúlio Vargas, uma funcionária permaneceu à porta avisando os clientes que todos os serviços estavam sem sistema.

Matéria foi manchete em
O Diário nesta quinta (26).
Clique aqui para ler.

Sem conseguir sacar dinheiro para uma emergência pessoal, Adilson Custódio deixou a agência do Itaú indignado. “É o terceiro banco que tento. Fui no Banco do Brasil fazer uma transferência e o sistema estava fora do ar. Na Caixa tentei sacar dinheiro e não consegui”, contou Custódio, que também não conseguiu utilizar a função débito para abastecer o carro. Continue lendo

Comente aqui


Deputado cobra da Anatel mais rigor na fiscalização

Na quarta-feira (25), dia em que os celulares de várias cidades do Sul do País ficaram mudos, o deputado estadual Evandro Júnior (PSDB) informou que solicitará à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) – que regula o setor de telefonia – uma fiscalização mais rigorosa à operadora TIM. A precariedade dos serviços prestados, diz o parlamentar, “emudece os celulares em todo o Paraná.

O deputado afirma ter recebido sucessivas reclamações de panes no sistema da TIM, que segundo ele conta com 6,5 milhões de contratos ativos no Paraná. A situação, na opinião de Evandro Jr., deixa a entender que a operadora colocou no mercado um volume de linhas superior à capacidade de gerenciamento. “É preciso dar um basta a isso e exigir da operadora imediata melhoria nos serviços”, propõe o parlamentar.

No Procon Paraná, a empresa contabiliza mais da metade das queixas relacionadas a serviços de telefonia móvel. Em Maringá, conforme divulgou O Diário em março deste ano, a TIM lidera o ranking de queixas no Procon. No ano passado, foram registradas 1.773 queixas contra a operadora, 25,5% a mais do que em 2010.

Comente aqui


Governo apresenta proposta de plano de carreira para técnicos administrativos das universidades

O governo do Paraná apresentou ontem (24), em reunião realizada na Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) uma de Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) para os técnicos administrativos das instituições de ensino superior públicas do Estado. O conteúdo do documento, porém, não foi revelado pelos sindicatos que estiveram à mesa de negociações nem pela equipe de governo.

A reunião dos sindicalistas com o secretário da Seti, Alípio Leal, teve início pela manhã e terminou por volta das 13 horas. Durante toda a tarde, os sindicatos que representam a categoria estiveram reunidos para analisar a proposta preliminar. O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar) representou os servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

De acordo com o presidente do Sinteemar, Eder Adão Rossato, houve avanços na proposta do governo. Os sindicatos, explica Rossato, analisaram na tarde de ontem as reivindicações que não foram atendidas pelo governador Beto Richa (PSDB). “Ainda não podemos emitir um parecer conclusivo, que deve ficar pronto amanhã [nesta quarta]”, comentou.

Na reunião com o secretário, diz Rossato, foi acordado que as contra-propostas dos sindicatos serão apresentadas à Seti em rodadas semanais de negociação, no período de 30 dias. A primeira rodada foi agendada para os dias 7 e 8 de maio.

Geral


Novo recorde de ‘cafezinhos’

Graças à divulgação de quem visita o blog, gosta e retorna, este Café tem registrado boa “audiência”. Na sexta-feira 13, o Google Analytics revelou que o Café com Jornalista superou, pela primeira vez, a marca de 5 mil acessos num único dia.

Em 13 de abril, foram 5.280 visitantes únicos e um total de 6.054 visualizações de página. As cidades que renderam mais acessos únicos foram: São Paulo (846), Rio de Janeiro (501), Belo Horizonte (344), Maringá (228), Recife (194), Brasília (190), Curitiba (184), Salvador (181), Porto Alegre (133) e Campinas (125). Como “santo de casa não faz milagre“, de Pato Branco foram apenas 2 acessos.

Duas postagens turbinaram o blog naquele dia:

– Sete tipos de beijo para experimentar no dia do beijo;
– Salgados recheados com carne humana.

No recorde anterior, em 20 de janeiro de 2012, com ajuda da postagem Luiza voltou do Canadá e nós já fomos mais inteligentes, este Café registrou 1.452 acessos únicos.

Sites & Blogs
Comente aqui


Criação da CPMI do Cachoeira teve apoio de 24 parlamentares do Paraná

Dos 30 parlamentares da bancada paranaense na Câmara Federal, 21 assinaram a favor da abertura da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI). A criação da comissão também teve o apoio dos três senadores do Paraná: Álvaro Dias (PSDB), Roberto Requião (PMDB) e Sérgio de Souza (PMDB).

Leia a manchete de O Diário desta terça-feira (24).

Edmar Arruda (foto) e Balbinotti assinaram a lista

Dos quatro deputados que representam Maringá no Congresso Nacional, Edmar Arruda (PSC) e Odílio Balbinotti (PMDB) assinaram a lista. Luiz Nishimori (PSDB) disse que não assinou porque estava em missão oficial na África. O deputado, que retornou ontem de viagem, chefiou a delegação brasileira Pró-Savana em acordo entre Brasil, Japão e Moçambique para o desenvolvimento agrícola do país africano.

Vice-líder do PP na Câmara Federal, Cida Borghetti explicou que seu partido apoiou a criação da CPMI e que não assinou a lista porque participou do lançamento do Cartão Saúde Maringá. “O voo atrasou e quando cheguei a Brasília a lista já havia sido entregue à Mesa Diretora.”

Os outros deputados paranaenses que não assinaram a criação da CPMI foram: Alex Canziani (PTB), André Zacharow (PMDB), Fernando Giacobo (PR), Hermes Parcianello (PMDB), Nelson Meurer (PP), Sandro Alex (PPS) e Zeca Dirceu (PT). (Luiz Fernando Cardoso)

De acordo com o Blog do Senado, A vice-presidente do Congresso, Rose de Freitas (PMDB-ES), convocou sessão conjunta para esta terça-feira (24), às 19h30, para apresentação dos membros da comissão. Essa também é a data limite para a indicação dos nomes pelas bancadas partidárias.

Comente aqui


Estudantes da UEM formam primeiro grupo de caçadores de tempestades da região

Três estudantes de Geografia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) com pretensões nada modestas e nenhum orçamento fundaram, em 1º de março deste ano, o primeiro grupo de “caçadores” de tempestades do noroeste paranaense. O Stormaringá – com grupo homônimo no Facebook – tem como principal objetivo registrar o primeiro tornado de Maringá.

Leia a matéria completa em odiario.com
Conheça o grupo Stormaringá no Facebook

Os caçadores de tempestades de Maringá (Foto: Douglas Marçal)

Inspirados nos bem equipados pesquisadores dos Estados Unidos, Thays Camassola, 25 anos, Acácio Cordioli Pereira, 19, e Igor Sanches, 20, têm se revezado no monitoramento do tempo em Maringá. Com recursos inversamente proporcionais ao entusiamo, os estudantes deslocam-se de bicicleta até os pontos mais altos da cidade para registrar a chegada de temporais.

Com ou sem aparelhagem ideal, o trio quer estar a postos quando o grande momento chegar. “A expectativa de registrar um tornado é o que nos motiva”, diz Thays, que é meteorologista do Aeroporto Silvio Name Jr. “Tornados são comuns. O que falta no Brasil são observadores”.

Numa escala de zero a cinco em potencial para formação de tornados, Maringá está no nível 3. “Fotografamos e filmamos a chegada dessas tempestades. Depois, publicamos o material, com explicações sobre os ventos que atingiram a cidade”, comenta Acácio.

O trio acompanha os dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do Simepar, da estação meteorológica de Bauru (SP), da Rede Integrada Nacional de Detecção de Descargas Atmosférias – que traz informações atualizadas a cada 15 minutos –, entre outros.

1 Comentário