Mês: janeiro 2013



Não pague boletos de origem desconhecida

Não pague boletos bancários de origem desconhecida. Esta é a recomendação da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM), especialmente se tratando de boletos emitidos pela Associação Comercial do Brasil. Na maioria dos casos, trata-se de golpes aplicados por quadrilhas especializadas. 

De acordo com a Acim, o Paraná mantém vínculo apenas como a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) e, nacionalmente, com a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). Em caso de dúvida, o empresário poderá entrar em contato com o Procon ou com o departamento jurídico da Acim.

Comente aqui


Caravana de Maringá participa pelo quinto ano consecutivo da Campus Party

A sexta edição da Campus Party de São Paulo, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, abriu as portas para os “campuseiros” (participantes que acampam no evento) na segunda-feira (28).  O evento, que prossegue até o próximo dia 3, conta novamente com a participação de Maringá. Pelo quinto ano consecutivo, a cidade marca presença no evento com uma caravana.

Caravana de Maringá, a caminho da Campus Party #6

“Zarpamos de Maringá com lotação máxima. Todos estão aqui para ampliar seus conhecimentos, conhecer novas pessoas e levar para Maringá mais desenvolvimento em suas áreas de atuação”, conta o consultor de novas tecnologias, Pablo Sica, organizador da caravana maringaense, que conta com 30 integrantes.

Este ano, a Campus Party atraiu cerca de 8 mil “campuseiros” com uma programação de alto nível. Além de conhecer as últimas novidades em tecnologia – e projetos que sequer foram lançados –, a caravana de Maringá terá a oportunidade de acompanhar palestras como a do fundador da Atari, Nolan Bushnell – quem tem mais de 30 anos sabe bem o que este cara e sua marca representaram no universo dos games.

>>> Assista aqui a palestra
do fundador da Atari, ao vivo,
às 19 horas desta quarta (30) 

Uma das palestras mais esperadas já aconteceu. O astronauta Buzz Aldrin, segundo homem a pisar na Lua, falou ontem (29) aos “campuseiros”. Em um momento ímpar, todos os 13 palcos da Campus Party pararam suas atividades para acompanhar a palestra de Aldrin. Confira no site da CBN um trecho da palestra. 

“Ele é um senhor de 82 anos, mas que ainda mantém e transmite a mesma força que tinha quando era um jovem militar”, comentou Sica, sobre o astronauta que possui um recorde interessante: ninguém caminhou mais na Lua do que ele. “Aldrin contou detalhes sobre o projeto Apollo [que levou astronautas à Lua] e deu um exemplo motivacional para todos”, disse.

Ainda segundo Sica, a organização do evento é surpreendente. “São muitas palestras e painéis de empreendedorismo, programação, design e mídias sociais. Todos com um excelente conteúdo. A segurança é grande a as filas estão menores que nas edições anteriores”, comentou o líder da caravana maringaense.


Comente aqui


Em luto, Brasil aguarda punição para responsáveis pela tragédia de Santa Maria

Especialistas em segurança ouvidos pelos principais veículos de comunicação do País apontam que erros de gerenciamento da boate Kiss foram a principal causa da tragédia de Santa Maria, na madrugada de domingo (27), que deixou ao menos 231 mortos e 106 hospitalizados (cerca de 80 em estado grave).

De acordo com alguns sobreviventes, seguranças teriam impedido a saída dos estudantes da boate por até 5 minutos, mesmo com gritos de que havia fogo no interior da casa de shows. Com apenas uma porta de saída (a casa não possuía saídas de emergência), a maioria das mortes foi por asfixia.

O Brasil, em luto, aguarda agora que os responsáveis sejam duramente punidos. Não apenas os donos da boate, mas também as autoridades municipais e estaduais que permitiram o funcionamento do  estabelecimento sem as saídas de emergência.

Nesta segunda-feira (28), a Folha de S.Paulo trouxe a lista dos 231 mortos no incêndio. Confira aqui.

 

Geral
1 Comentário
 

Presidente do Equador estuda plano elevar salário de jornalistas por meio de subsídios

O presidente do Equador, Rafael Correa, anunciou que estuda um plano para subsidiar parte de um aumento salarial dos jornalistas “mal pagos”. De acordo com informações da agência EFE, a proposta é equiparar o piso salarial dos profissionais da imprensa ao dos professores, que têm mínimo de 817 dólares por mês.

Correa, em campanha pela reeleição no Equador

Essa notícia permite três leituras básicas. Primeiro, é melhor ser jornalista no Brasil do que no Equador; segundo, também considerando o salário, é melhor ser professor no Equador do que no Brasil; terceiro, a medida presidencial pode ser considerada eleitoreira, já que Correa é candidato à reeleição.

Pela proposta, o aumento para jornalistas que ganham baixos salários será de 69%. Os jornais e demais empresas de comunicação seguiram pagando os salários atuais e o valor correspondente ao aumento viria dos cofres públicos. “Pedi ao ministério das Comunicações que prepare um plano de contingência para apoiar os veículos pequenos, sem capacidade de lucro, sem fins lucrativos, que não poderiam pagar salários maiores, para que o Estado possa ajudar a subsidiar esse salário”, disse Correa a uma rádio local.

Com informações do Knight Center.

Do Café
O presidente equatoriano pode até estar bem intencionado, mas o mais correto seria investir no fortalecimento dos sindicatos para que esses, nas negociações com empresas do setor, conseguissem melhores salários para os jornalistas. Aí, não seria necessário gastar dinheiro público para o pagamento de salários na iniciativa privada.

No Brasil também ocorre o esforço para elevar o salário dos jornalistas. Tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que fixa em R$ 3.270 o piso nacional dos jornalistas para jornada de trabalho de 30 horas semanais. No Paraná, isso representaria aumento de 40,7% frente ao piso pago atualmente.

Pressupõe-se que o profissional de imprensa, quando bem remunerado, fica menos exposto a aceitar propinas que podem comprometer a isenção de seu trabalho. Não é a toa que membros do poder Judiciário recebem altos salários.

Comente aqui


Em pronunciamento, Dilma fala da redução da energia elétrica em até 32%

A presidente Dilma Rousseff (PT) falou na noite de quarta-feira (23), em rede nacional, sobre a questão energética do Brasil. Demonstrando firmeza e segurança, em pouco mais de 8 minutos no ar, Dilma assegurou que o País não corre risco de racionamento de energia ou de apagões e confirmou a redução das tarifas para os brasileiros.

O consumidor doméstico terá, a contar de hoje (24), redução de 18% na fatura de energia. Essa redução será de até 32% para indústria, agricultura, comércio e serviços. Já a produção de energia deve aumentar 7% este ano. A previsão, segundo Dilma, é de dobrar, em 15 anos, a capacidade instalada de geração de energia do Brasil.

“O Brasil terá energia mais que suficiente para o presente e para o futuro, sem nenhum risco de racionamento ou qualquer tipo de estrangulamento”, disse a presidente.  Não assistiu ao pronunciamento? Então, confira abaixo:

 

1 Comentário


Renata Bueno disputa cadeira na Câmara dos Deputados da Itália

A ex-vereadora de Curitiba, Renata Bueno (PPS), surpreendeu ao anunciar, no último dia 17, sua candidatura à Câmara dos Deputados da Itália pela Usei (Unione Sudamericana degli Emigranti, em português União Sulamericana dos Emigrantes). Caso eleita, a jovem será a primeira deputada federal brasileira eleita para o parlamento italiano. O mandato é de 5 anos ou, em casos excepcionais, até que o primeiro-ministro dissolva o parlamento.

A candidatura da filha do deputado federal e membro da executiva nacional do PPS, Rubens Bueno (aquele, que em 2010 nocauteou o ex-governador Roberto Requião), foi destaque nos principais veículos de comunicação do Paraná e também da comunidade italiana. O Diário trouxe hoje (24) ótima entrevista de Renata ao repórter Leonardo Filho.

Na matéria, um pequeno equívoco: o parlamento italiano não “abre espaço para representantes de outras nacionalidades”, mas, sim, a italianos e pessoas com cidadania italiana que residem no exterior. Assim, o parlamento italiano assegura que todo cidadão de lá, independentemente de onde esteja residindo, seja devidamente representado em sua Casa de Leis.

A Câmara italiana reserva 12 vagas para residentes no exterior e o Senado, 6 vagas. Desse total, 4 deputados e 2 senadoras são escolhidos por eleitores italianos, maiores de 18 anos, que vivem na América do Sul. Uma representatividade alta, devido ao grande número de descendentes de italianos (com cidadania) que vivem no continente. No Brasil, cerca de 350 mil pessoas estão aptas a votar.

A votação ocorrerá em fevereiro. Leia mais sobre as eleições italianas na Embaixada da Itália em Brasília.

Polêmica
Mal lançou sua candidatura, Renata já se envolveu em uma polêmica partidária. No início do mês, a ex-vereadora declarou, em entrevista à Revista Insieme,  que “sempre fui dirigente do Partido Democrático Italiano“. O partido, que na Itália responde pela sigla PD, desmentiu a informação.

O PD entrou em contato com o PPS (partido de Renata no Brasil) para esclarecer a situação. “Renata nunca foi dirigente do PD, mas uma inscrita”, disse à Revista Insieme o coordenador do PD no Brasil, Andrea Lanzi. “É evidente que ela era uma inscrita importante, pois possuía o gabinete de vereadora”, acrescentou Lanzi.

Comente aqui


Dez Mandamentos para Jornalistas nas redes sociais

Do FNDC

1) Não divulgarás notícia sem antes checar a informação; 

2) Não divulgarás notícias relevantes sem atribuir a elas fontes primárias de informação;

3) Tuítes e posts “apócrifos”, sem fonte clara, jamais serão aceitos como instrumento de checagem ou comprovação;

4) Não esquecerás que informação precede opinião;

5) Terás cuidado com o que atestas. Um “like” não é inofensivo;

6) Lembrarás que mais vale um tuíte ou post atrasado e bem checado que um rápido e mal apurado. E que um número grande de retuítes, compartilhamentos e “likes” (curtir) não garante credibilidade;

7) Não matarás – sem antes checar o óbito;

8 ) Não se esquecerás da apuração in loco, por telefone e/ou por e-mail;

9) Não terás pudores de reconhecer, rapidamente e sem poréns, o erro em caso de divulgação ou encaminhamento de informação incorreta;

10) Na dúvida, não retuitarás, compartilharás ou darás “like” em coisa alguma. Pois, tu és responsável por aquilo que repassas e atestas. Ou seja, se der merda, você também é culpado.

2 Comentários
 

Sábio do povão diz ‘tudo e um pouco mais’

“O único que está botando a boca no trombone é o Romário, o baixinho (…) para com essa hipocrisia de Copa do Mundo e vamos construir hospitais para internar os nossos doentes, vamos pagar uma aposentadoria digna para os nossos aposentados”, disse o sábio do vídeo abaixo. O desabafo é longo, mas vale a pena acompanhar. 

Disse tudo e mais um pouco. Uma pena nossos políticos (salvo exceções) não terem 10% da vontade de resolver os problemas sociais do que de populares como esse senhor do vídeo. E parte daqueles que tem alguma vontade também pensam no próprio bolso. Coletividade? Que se dane.

http://www.youtube.com/watch?v=ZPw1c1L5q7k

Enquanto isso, tem gente fazendo almoço para ajudar mensaleiros corruptos, e condenados, o processo na Justiça e os caros advogados.

Comente aqui