Servidores municipais distribuem panfletos à população com críticas a Pupin

Permanece o impasse entre os servidores municipais, representados pelo Sismmar (sindicato da categoria), e a administração municipal. De um lado, os trabalhadores pedem um reajuste de 17,5%, com ganho real de 6,42%, definido em assembleia realizada na última quarta-feira (9). Do outro, o prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin (PP), ainda não apresentou uma contraproposta à categoria.

Segundo a diretoria do Sismmar, a espera dos servidores por uma resposta do prefeito já dura 37 dias. Em função disso, um grupo de trabalhadores mantém plantão diário em frente ao Gabinete do prefeito. Um outro grupo iniciou, nesta sexta-feira (11), uma panfletagem para a população com críticas aos prefeito. Segundo o panfleto distribuído (confira aqui), Pupin se recusa a negociar com os servidores.

Um nova assembleia foi marcada para a próxima quarta-feira, às 18h30, na Câmara Municipal.

Servidores municipais, em plantão diante do Gabinete do Prefeito

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.