Ahh… Joinville



Londrina – Nova York por apenas R$ 1.233; e Joinville – Miami por R$ 613 mais taxas

Os caríssimos viciados em café devem ter notado que o Café com Jornalista está meio parado. Mas vai voltar mais forte, em breve. A pausa, no entanto, precisa ser interrompida por esta promoção daquelas difíceis de acreditar. Que tal Londrina a Miami ou a Nova York ou a Orlando por R$ 1.233 mais taxas? A promoção, da Delta, é confirmada por sites como Submarino Viagens e Decolar. Confira aqui a tabela promocional.

Na promoção anunciada pelo Melhores Destinos, nesta sexta-feira (10) à noite, a partida mais em conta é do Aeroporto de Joinville: ida e volta pela TAM ou LAN por R$ 613 (mais taxas). Com taxas, sai por R$ 980. O curioso é que partindo de São Paulo (onde há conexão no voo de Joinville) fica mais caro. Vale a pena conferir.

Miami (EUA)

Comente aqui


Disputa pela presidência da Câmara de Vereadores

Grande parte das câmaras municipais do país decidirão, em dezembro, a composição de suas mesas diretoras para a próxima Legislatura. As regras variam muito de uma Casa legislativa para outra, pois cada qual tem seu próprio Regimento Interno. Em Joinville, a definição será em 16 de dezembro, na última sessão ordinária do ano. E entre os 19 vereadores, os principais candidatos à presidência são Maurício Peixer (PSDB), que tentará o comando da Câmara pela terceira vez; e o novato Rodrigo Fachini (PMDB), que tem se destacado como líder do governo no Legislativo.

O assunto foi manchete no Notícias do Dia, que trouxe ilustração interessante, com cartas de truco, para ilustrar a disputa. Qual será o vencedor da disputa?

2 Comentários


A bela Rua das Palmeiras

Belo registro da Rua das Palmeiras, em Joinville. Foto do competente Mauro Schlieck, publicada na coluna de Luiz Veríssimo, no jornal Notícias do Dia.

Não para dá para ver na foto, mas, de frente para a moça que descansa sua beleza, fica a cafeteria preferida na cidade deste doido por café: a Frankfurt Café.

Mauro Schlieck/Notícias do Dia

Comente aqui


300 km de asfalto é muita coisa

Infografia do jornal Notícias do Dia revela, de forma bem didática, a dimensão da promessa de campanha do Prefeito de Joinville. Udo Döhler (PMDB) prometeu 300 km de pavimentação e, no primeiro um ano e meio de seu governo, fez menos de 3km. Udo assumiu a Prefeitura, há de se ressaltar, com uma dívida milionária deixada pela administração anterior.

Nos 29 meses que restam do mandato, haja asfalto (e recursos) para cumprir a meta. Leia a matéria que acompanha o infográfico aqui.

Info pavimentação por fazer

Comente aqui


Udo estará no palanque de Colombo e de Mariani

Nesta quarta (16), o ND traz entrevista exclusiva com o prefeito de Joinville, Udo Döhler (PMDB). Entre outros assuntos, ele fala da campanha eleitoral e diz que subirá no palanque do governador Raimundo Colombo (PSD) e que também apoiará a reeleição do deputado federal Mauro Mariani (PMDB) que, na verdade, queria mesmo era ter se lançado a governador.

Para deputado estadual, porém, Udo não apoiará abertamente ninguém. Óbvio. Se escolhesse alguém de seu partido, por exemplo, poderia ficar mal com lideranças de outras legendas que lhe garantem governabilidade na Câmara de Vereadores.

Clique aqui para ler a entrevista concedida por Udo Döhler à repórter Daiana Constantino. A foto é de Rogério Souza Jr., do Notícias do Dia.

Comente aqui


Patrimônio dos candidatos de Joinville cresce 36%

Dos políticos de Joinville com cargo eletivo 15 disputam as eleições este ano. Considerando esses candidatos, o patrimônio declarado cresceu 36%, chegando a R$ 9,8 milhões. Na matéria do Notícias do Dia, publicada nesta fim de semana, fato curioso é que os vereadores da maior cidade de Santa Catarina “empobreceram”. Dos oito vereadores que disputam cadeiras para deputado, sete perderam patrimônio nos últimos dois anos.

Abaixo, infografia do ND, assinada pelo competente colega de redação Robson Brüning, de aniversário nesta segunda (14).

Info_bens políticos_1

.

Info_bens políticos_2

Comente aqui


Gasto com subsídios de prefeito, vice e vereadores em Joinville pode passar de R$ 3 milhões este ano

Com reposição inflacionária de 5,82% sobre os rendimentos mensais do prefeito, do vice-prefeito e dos 19 vereadores de Joinville, o custo com os subsídios, este ano, deve chegar a R$ 3,02 milhões. A atualização dos valores pagos aos políticos joinvilenses – com cargo eletivo nos poderes Executivo e Legislativo – está prevista em dois projetos de lei em trâmite na Câmara de Vereadores.

Confira a matéria completa no Notícias do Dia.

Os projetos preveem a reposição da inflação a contar de 1º de maio. Para entrarem em vigor, o reajuste precisa ser aprovado pelos vereadores – que não são obrigados a fazê-lo. Ao contrário dos salários, que têm de ter ao menos a inflação reposta, essa obrigatoriedade não ocorre no caso dos subsídios.

No ano passado, os vereadores abriram mão do reajuste. Se a mesma atitude fosse repetida pelos edis, este ano, os 5,82% que deixariam de incidir sobre os subsídios deles acarretariam em economia de quase 98 mil ao fim o ano.

Infografia do ND mostra os gastos com subsídios em Joinville.

Info - reajuste salários Câmara

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, o prefeito Udo Döhler (PMDB) continua doando seu salário para entidades da cidade, conforme promessa feita em campanha eleitoral.

Comente aqui


Concurso da Prefeitura de Joinville recebe inscrições; salários chegam a R$ 6 mil

Prefeitura de Joinville

Estão abertas, desta quinta-feira (12) até 11 de julho, as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Joinville (SC). São ao todo 1.522 vagas, com salários que variam de R$ 1.080,65 a R$ 6.013,27, mais gratificações.

As provas serão objetivas, discursivas e de títulos e a previsão de realização é para os dias 3, 17 e 24 de agosto.

Há oportunidades em diversas áreas. Em nível superior, para administração geral, as vagas são para: administrador, advogado, analista de tecnologia da informação, arqueólogo, arquiteto, arquivologista, auditor fiscal da Receita Municipal, biólogo, contador, engenheiros, especialistas cultural, extensionista rural, geólogo, historiador, jornalista, procurador, professor de atividades musicais, professor de cursos artísticos, relações púbicas e técnico em atividades esportivas.

SAIBA COMO FAZER INSCRIÇÃO.

Comente aqui


Ampla cobertura da greve dos servidores de Joinville

A greve dos servidores do Joinville foi o principal assunto, nesta terça (20), nos veículos de comunicação da cidade. Ampla cobertura da mobilização dos trabalhadores que, no primeiro dia de braços cruzados, teve 6.000 adesões (no cálculo do Sinsej) e 2.800 adesões (segundo a Prefeitura).

Bela foto de Fabrício Porto, do Notícias do Dia. Servidores fizeram plantão diante da Prefeitura de Joinville no dia de paralisação

Destaque para o jornal Notícias do Dia, que trouxe três páginas sobre o assunto na edição impressa. A matéria é assinada pelas repórteres Daiana Constantino, Thaís Moreira e Suellen Venturini.

Comente aqui


Servidores municipais de Joinville vão cruzar os braços

Em decisão unânime, os servidores municipais de Joinville deliberaram pela paralisação da categoria, com indicativo de greve, na próxima segunda. A assembleia geral, realizada nesta terça (13) à noite no plenário da Câmara de Vereadores, reuniu cerca de 500 trabalhadores, que mantiveram o pedido de ganho real nos salários.

Na assembleia convocada pelo Sinsej (Sindicato dos Servidores Municipais de Joinville e Região), vários servidores discursaram, sempre em tom de protesto, relatando problemas em seus locais de trabalho. Os baixos salários, especialmente na educação, foram citados repetidas vezes.

Leia mais sobre a assembleia aqui.

Foto: Francine Hellmann/Sinsej

 

Comente aqui