A Páscoa e os Pobres

Imagem recohida da Internet. Desconheço o autor.

Religião não se discute, mas a tentação é muito grande para encerrar o dia calado.

No dia em que se lembra a morte de Cristo, a Sexta-feira Santa, somos convidados ao jejum e à abstinência. Isto, como se sinal de respeito, e para nós conectarmos de forma mais pura ao triste momento da perda do Nosso Senhor Jesus Cristo, a Luz, o Caminho e a Verdade.

Pobres aqueles que reservam o dia para comer bacalhau, pagando caríssimo por kg, sem contar os acompanhamentos luxuosos e regalias saborosas. Para esses, o dia se tornou uma orgia alimentar festiva, sem ter a noção da importância da abstinência e muito menos do jejum.

“16 Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, 17 para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” Mateus 6:17,18

Muitos pensam que hoje é dia de comer peixe, como se isso fosse a salvação, mesmo sendo hipócritas, se comerem peixe na Sexta-Feira Santa, vão se salvar. Pobre engano.

Curiosamente esse frenesi alimentar, leva as pessoas a se afastarem de Deus e vou mais longe: o consumismo exagerado, pode parecer absurdo, está levando esse peixe a extinção. O consumo do peixe que se tornou mundialmente conhecido tem levado, como muitos outros ao seu fim.

Bom, não vou me prolongar de propósito, mesmo com muita coisa entalada na garganta… e não é espinha de peixe.

Hoje não é dia de comer peixe e domingo não e dia de comer chocolate.

Pobres de coração, pensem um pouco no mal que estão fazendo a si mesmos e aos seus filhos, ensinando-os falsos valores.

Que Deus os abençoe.

Sociedade
Comente aqui


Por favor, me Desculpe, Obrigado.

Cada dia conheço mais pessoas, ou cada dia conheço mais as pessoas.

Curiosamente esse volume de boa gente que conheço, me mostra também a quantidade de pessoas, que mesmo sendo boníssima, sente dificuldade de dizer palavras simples como desculpa e obrigado. Não citei antes as palavras por favor, porque algumas vezes essa expressão é utilizada como uma estratégia para quem tem algo a conseguir e, quando se quer algo, tudo é possível, até pedir por favor. Mas, por favor, não me entenda mal, desculpe eu abrir este debate sem querer generalizar, porque creio que a maioria dos viventes são sinceros. Obrigado por me entender.

Obrigado fica em segundo lugar, pois muitos que se sentem agradecidos, o dizem para expressar que não ficou devendo nada, pois uma vez agradecido, não resta mais nada a ser cobrado. Na verdade, devemos agradecer até por um serviço recebido e pago, pois julgo que aquela pessoa poderia não ter nos atendido se não quisesse. Agradecer, no bom sentido da palavra, é nobre e engrandecedor, mas para muitos, difícil de verbalizar.

Em primeiro lugar vem a palavrinha curta e direta: desculpa. Essa sim, engrossa a língua, arde a garganta, queima os neurônios, arde o peito… mas não sai. De tanto ouvir os faladores de plantão, a gente se cansa e até sai de perto as vezes para descansar, porém a sagrada palavrinha não aparece nem nos discursos mais longos.

Quando a gente magoa alguém, ou simplesmente atrapalha, o justo é pedir desculpas, mas uma esperança que não morre nunca, insiste em dizer: acho que ele entendeu e nem ligou… se importou sim, as pessoas se importam e se sentem mal quando magoadas. A educação de alguns os impede de ralhar com você e engolem aquele sapo, mas a obrigação de pedir desculpas é do primeiro locutor sem sombra de dúvidas.

Faça um grande bem para você mesmo e para o outro: peça desculpa, afinal, quem nunca erra?

Existem muitos macetes de como agir em casos de errar com alguém:

Por exemplo, você sente dificuldade em se abrir… isso é comum, mas você já parou pra pensar como é difícil encontrar alguém que queira te ouvir? Se esse alguém quer ouvir suas explicações é porque ele se interessa por você. Veja que tesouro raro ter alguém pra te dar total atenção, ainda mais quando você errou. Se esforce e peça desculpas e se explique, expresse seus sentimentos sempre que tiver oportunidade, mas sem ser aqueles locutores intermináveis, senão vai errar outra vez.

Outra coisa, quando alguém reclama de você, se você  está interessado em manter um bom relacionamento, é hora de parar e ouvir tudo que ele tem pra dizer sobre você ou sobre seus atos. Aprenda com aquela reclamação, pois se tem alguém que investe em reclamar de você para você é porque essa pessoa se interessa por você.

Lembre-se: tem coisa pior que magoar alguém, é não se desculpar por isso. Então, por favor, se tem alguém realmente interessado em você, me desculpe, mas você precisa dar atenção para isto, antes que acabe e você se torne um solitário. Faça isto e receba um sonoro muito obrigado.

Ah! Muito obrigado por me ouvir (ler).

 

 

Sociedade
Comente aqui


 VOCÊ É O CULPADO

 

Agora muitos querem virar vegetarianos e até veganos, inspirados pelas atuais más notícias. Seja o que você quiser, mas vão começar a nova vida comendo vegetais transgênicos, infestados de agrotóxicos venenosos.

Se forem embalados, virão com conservantes, acidulantes, corantes… muitos cancerígenos, mas admitidos pelo governo dentro de uma certa medida.

PESSOAS, VOCÊS PODEM ESCOLHER A VONTADE ENTRE COMER CARNES CONTAMINADAS OU VEGETAIS CONTAMINADOS OU AINDA OS DOIS.

Podem também optar por serem “semi”  vegetarianos e comer só peixe e vegetais, que vão estar transmutados pela indústria tecnológica: o salmão é alimentado com corante a base de petróleo, a tilápia com ração de composição desconhecida, o pintado e dourado peixes de rios com corredeiras são vendidos pelos cativeiros que os criam de forma não natural.

Estávamos sendo que ingênuos antes ou estamos sendo hipócritas agora?

Eu acredito mais na segunda hipótese, pois nunca a indústria, administrada por homens e regida pelo capital, foi nossa aliada. Nunca esse setor se preocupou com a saúde dos seres humanos ou com a humanidade no trato com os animais abatidos para o nosso deleite.

Tenho pena daqueles que por ignorância, acreditam nas etiquetas das embalagens.

É bobeira acreditar na benevolência de empresários, fiscais e políticos envolvidos em uma sociedade mafiosa, na qual não existem semelhantes, apenas consumidores. Não existem seres de Deus, apenas geradores de dinheiro, riqueza que precisa entrar em seus caixas.

E nós não sabíamos disso?

Sim, todos sabemos o risco que corremos ao consumir produtos industrializados. Cigarro é cancerígeno, conservante é cancerígeno, papel não é alimento, urina de rato não é bebida, pena de aves não serve para banquetes… Você realmente é ingênuo?

Refrigerante é péssimo para a saúde, aquele de cor preta então, consumido mundialmente, é considerado o pior alimento do mundo… Bom você já sabia disso e ainda assim compra para seus filhos e netos. Ingenuidade?

A quantidade e variedade de açúcares e gorduras nocivas presentes num simples docinho. A gordura vegetal descoberta pelo indústria mata os seres humanos antes da hora.

Bom você já sabia disso, mas sempre agrada seu neto dando bolacha recheada para ele. Você está sendo tolo?

O famoso queijo cheddar não é queijo, de tanta porcaria, só está próximo de ser um alimento porque tem um pouco de proteína láctea. Mas pelo jeito, você adora comer plástico, afinal é fornecido por uma indústria mundialmente famosa e usado em sanduiches também famosos. Você é chique?

Enfim todos vamos morrer, mas antes aprendemos, seja com dor ou com amor.

Essa é a grande escolha meus semelhantes.

O alimento do seu corpo pode e deve ser melhor sim, lute por isto.

Mas o alimento da sua alma, depende exclusivamente de você.

Sabe porque considero você culpado? Por permitir que outros dominem sua alimentação e dos seus filhos e netos.

Qual era o assunto mais comentado nas televisões e nas redes sociais na semana passada e principalmente da Quarta-feira 13 de maio de 2017?

A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

E qual o assunto mais comentado de hoje?

CARNE PODRE E PAPELÃO!

Todo mundo fazendo piadinha sobre carne e até se divertindo com isso, mas ninguém se lembra da Reforma da Previdência.

Nunca subestimem o poder do governo de desviar a atenção.

Governantes e Industriários, por favor, não nos matem por dinheiro.

Sem Categoria
1 Comentário


Ghost Bike em homenagem ao menino Jorge

ghostPelo falecimento do jovem Jorge Luiz Steimacher, faremos um passeio ciclístico de protesto, levando uma bicicleta branca para instalar no local do acidente para informar aos motoristas e outras pessoas que ali um menino morreu atropelado.

Convidamos toda a sociedade para participar, quem não tiver ou não quiser ir de bicicleta, pode participar de carro mesmo. Nós queremos é fazer uma singela homenagem, com a participação de muitos.

O objetivo é sinalizar a violência no trânsito e pedir paz e prudência para aos motoristas.

A Família enlutada teve a coragem e humanidade para doar os órgãos do menino Jorge.

Que Deus o tenha.

 

 

OS GRUPOS DE CICLISMO SE REUNIRÃO NA CATEDRAL AS 19:30 hs.

As bicicletas brancas, chamadas de Ghost Bikes, identificam o local onde houve o acidente.

 

Bicicleta
1 Comentário


Tragédia ou Destino

13995522_10205210800309448_6024437183437794613_oAmigos uma notícia muito triste, daquelas que nos deixam enternecidos e amolecidos.

Dia 12/10/2016, dois ciclistas do nosso grupo se tocaram ontem em torno das 20:00 horas e sofreram uma queda.

O Ivaí do Carmo bateu a cabeça no meio-fio, sofreu um Traumatismo Craniano Encefálico (TCE) gravíssimo e logo foi encaminhado para exames.

Pedimos orações para a recuperação dele.

Graças a Deus, o Matheus já está em casa, no conforto da família, com algumas costelas quebradas e escoriações pelo corpo.

Hoje a noite, por volta das 19:30 horas faremos uma oração conjunta (ecumênica) em frente ao Hospital Santa Casa de Maringá. Preservaremos o silêncio, mas precisamos manifestar nossa total solidariedade para com nosso amigo Ivaí.

No momento ele se encontra internado na UTI em coma, respirando por aparelhos.

WhatsApp Image 2016-10-13 at 08.51.07

DESTINO OU TRAGÉDIA

O Ivaí sempre pedalou paramentado, claramente defendia o uso do capacete, e nesse triste dia, ele resolveu dar uma volta de bike pela cidade sem capacete.

Matheus que não é adepto ao protetor, também foi sem capacete.

Os demais amigos que pedalaram juntos estavam totalmente paramentados.

Então quem explica, que justamente os dois tivessem seus guidões tocados e que a consequência fosse uma queda tão trágica.

A foto é do momento da partida, sempre nos encontramos na Catedral e tiramos uma foto conjunta. Reparem que somente os dois estavam sem o capacete e vieram a sofrer o acidente juntos.

Não cabe nós entender os desígnios de Deus, cabe sim aceitar e rezar muito para que nada de mal aconteça ao nosso grande amigo e incentivador.

Guerreiro, seja forte, nos ouça, sinta nossas orações com o seu Espirito e saiba que continuamos juntos, lute ainda mais por esta vida.

Sendo realista, mesmo tendo uma personalidade forte, o Ivaí é um companheiro caridoso, daqueles que até troca o pneu furado dos companheiros, somente para saber que está sendo útil e companheiro. Eu o adotei como amigo. E agora, principalmente, eu não me arrependo nenhum um pouco deste ato concreto.

Hoje sofrendo pelo acontecido, muitos sentem sua caridade aflorar.

Por isso sempre digo, só fica o amor.

Hoje foi uma noite cheia de lembranças e pensamentos. Ao acordar, meu primeiro pensamento: Deus cuide do Ivaí. Primeira oração do dia para o Ivaí. Primeira lágrima foi de dor por você amigão.

Deus te abençoe, e saiba que agora, neste momento existem centenas de pessoas rezando por você e pedindo a intercessão da Virgem Maria.

Que Deus o abençoe nessa nova luta!

Hoje, de tão nervoso, esqueci a senha do meu blog e não conseguia entrar para escrever este texto. Pedi a Deus que me ajudasse e permitisse São Longuinho que me ajudasse a lembrá-la. Acreditem, lembrei imediatamente.

Bicicleta
15 Comentários
 

Eu prefiro ser amigo

Eu fui chamado para uma guerra que não era minha.

Hoje me chamam de Guerreiro, e eu, mesmo sem querer me tornei esse Guerreiro. Confie em mim.

Fiz isso por mim, mas muito mais por você. Você que me ama e você me chama de amigo.

Um Guerreiro deveria ser forte e combativo, mas eu prefiro ser amigo.
Não gosto mais de bater de frente como fazia na juventude.

Hoje prefiro evitar, desviar, dialogar, mesmo que o estigma de confronto ainda faça parte do dicionário de muitos que me conhecem há tempos, eu não gosto dos confrontos e evito os confrontantes.
Vivo esse conflito entre ser forte e guerrear e esmorecer e te decepcionar. Mas por você eu vou continuar lutando.
Muitas vezes eu choro, algumas choro muito. Essas são as vezes que as pessoas me emocionam. A luta contra a autopiedade é outra, mas inerente ao processo de cura.

Certa vez, preparado para dormir ao lado de minha esposa, virei de lado e chorei, simplesmente porque eu precisava chorar. Por mais que não pareça, as lágrimas são aliadas de um verdadeiro Guerreiro. Ela percebeu e colocou a mão em mim e eu a segurei. Isso foi suficiente para saber que eu não estava sozinho. A calma retornou, pois naquele momento a alma dela estava ali, não só estava, mas ela foi a alma caridosa e compreensiva que eu precisava naquele momento.

Eu não preciso que façam algo por mim, mas preciso que sejam.

Não preciso que me dêem algo a não ser a caridade espiritual.

O ser é mais que estar. O ser não é matéria, mas sim amor.

Tudo que eu peço é que não economize seu amor, seja mais e terá mais. Ame e será amado infinitamente, por nós e por Deus. Você acredita Nele? Sim, é porque ele é, muito mais do que está.

Prefiro ter pouco do que ter muito e ser pouco.
O verbo ser e estar é o mesmo em inglês, nunca entendi isso, pois são estados totalmente diferentes.

Quando estou doente, gosto de companhias, gosto de visita. Gosto que todos estejam perto de mim, isso é muito importante, pois sinto a energia dos que são é não simplesmente estao. Acredite, podemos sentir isso.

O ser é muito diferente do estar.
Estou doente mas não sou doente. 🙂

Seja meu amor, seja meu amigo.
Numa guerra muitos morrem, muitos vivem, mas aqueles amores que foram podem ter ido, mas ficaram por serem e não por estarem.

Meus pais, irmã, sobrinha, parentes e amigos, cada qual com sua luta, nunca foram derrotados, pois ainda permanecem. São parte da minha vida e sempre serão, mesmo que não estejam.
Porque só sobra o amor.
O dia que eu for, ainda estarei em forma de amor, por ter sido e não somente estado.

Inspirado no depoimento do Padre Fábio de Melo e no poema do Lucão.

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperanças nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. É agradecer a Deus a cada minuto pelo milagre da vida.” Fernando Pessoa.

Saúde
Comente aqui


Itaguajé muda para crescer

IMG_20160924_070901Enquanto a maioria das cidades brasileiras disputam as eleições com 1º e 2º turno, Itaguajé a 100 km de Maringá, já tem seu prefeito destinado.

As previas das eleições, por algum motivo, fez com que a chapa de situação não lançasse candidatos a prefeitura, deixando assim o candidato JUNINHO 14, como único candidato de oposição do Paraná a concorrer sozinho à prefeitura.

Juninho vem lutando para conquistar esse posto há 8 anos. Com projetos inovadores, pretende transformar a cidade num pólo turístico do norte do Estado.

Até ciclovias ligando a cidade aos balneários locais à beira do rio ele promete construir.

Isso é bom, pois a cidade vive em situação precária há muitos anos.

Seu Vice, conhecido popularmente como Traíra, tem projetos que vai incrementar o ensino público e abrigar os membros da melhor idade.

Parabéns a dupla pela vitória antecipada, em especial pelo carinho que eles tem pela cidade.

Itaguajé vai melhorar.

Na foto, o futuro prefeito, seu vice e dois candidatos a vereador. Andrezão e Borracha.

 

Sem Categoria
Comente aqui


A INsegurança de Maringá gera violência.

É muito comum no meio dos ciclistas, ouvir histórias de quem foi furtado ou roubado. Essa segunda modalidade está ficando cada dia mais comum, roubar bicicletas a mão armada.

Eu começo minha análise pelo real resultado do desarmamento dos homens de bem. Os homens de mal estão cada dia mais munidos de ferramentas contra o cidadão, contra a família.

Eu gostaria muito de ter uma arma e reagir contra um assalto ou contra a violência, mas a lei protege o ladrão. Protege aquele que rouba e desprotege o que sofre o assalto.

Cada dia mais vejo amigos sofrendo a perda de suas bicicleta e agradecendo pela vida, pois foram ameaçados com facas, canivetes revolveres e tudo mais.

A tecnologia nos permite instalar um rastreador na bicicleta e localizar onde o ladrão a levou, mas a polícia não pode entrar na casa do bandido e não pode recuperar o objeto do furto.

13962682_763027210504153_7078429695407570686_nOntem a noite (16/9/2016) nossa amiga ciclista e campeão na sua categoria, foi duplamente agredida por duas formas de violência.

A primeira por algum motorista agressivo que não respeita a vida alheia e depois foi ameaçada de morte para entregar a bicicleta.

Vejam o depoimento dela:

  • Ciclistas boa noite, parece um filme mas é a pura realidade. Hoje me envolvi num acidente, estávamos em 4 atletas quando um carro freou bruscamente p fazer uma conversão, não deu tempo nem de pensar aconteceu muito rápido, quando vi ja estava caída no chão. Nada de grave fisicamente comigo meu rapace trincou algumas escoriação pelo corpo. A pancada centralizou na cabeça mas o capacete salvou a minha vida.
    Nao bastando o susto, fui abordada bruscamente por um assaltante a mão armada 20 min após o acidente. Um sujeito apareceu por trás também com uma MTB me fechou p calçada gritando que ia atirar. Ele batia a arma no meu peito e gritava: Desce, desce. Eu imediatamente parei e falei em tom forte e alto, pode levar mas a bike tem chipe e os policiais vão te achar em 5 min. Deus me livrou pela 2 vez no dia. Ele foi embora rapidamente.
    Estou indignada duplamente pelo desrespeito dos motoristas que insistem em não aceitar que Maringa é uma cidade de ciclistas e apaixonados pelo esporte em segundo pela vulnerabilidade que estamos sujeitos correndo risco de morte por jovens que andam armados a procura de bikes p vender ou trocar por drogas.
    Tenho medo de postar no face e ser perseguida por esse marginais mas, não posso deixar de alerta-los que continuaremos sendo vitimas.
    Hoje fui eu…
    Obrigada Deus pela minha vida!
    Silvia Nardi
1 Comentário


Como nasce um campeão

14329067_779240962178523_1547581535_nPedro Rossi, quando tinha 16 anos, queria ser jogador de futebol profissional e até passou num teste, no XV de Jaú em 1.987, mas não conseguiu dar continuidade ao projeto, mas sempre foi apaixonado por esportes.

 

Pedro Guilherme Rossi, seu filho, desde os 8 anos, o acompanhava em seus treinos de Moutain Bike (MTB) em Mandaguaçu.

 

Em 2012, mudou para Maringá e passou a frequentar a Vila Olímpica, pois ali perto o esporte ficou mais próximo da família. Nessa época, com 12 anos, Pedrinho praticava mais futebol do que o Ciclismo.        

 

Em junho de 2014, numa prova de MTB no Jardim de Monet, ele foi campeão de uma etapa do GO Noroeste, com mais de 2kms na frente do segundo colocado, então ele decidiu abrir mão do futebol e dedicar-se exclusivamente para o Ciclismo.

 

Pedo relata: – “Em outubro do mesmo ano, um amigo meu de trilhas (Chicão da Auto Vidros Colombo), enviou um convite para eu levar o Pedrinho para um teste no Velódromo de Maringá. Ele fez o teste com uma Caloi Elite 30 (alías, a bike que esse blogueiro usa, graças a uma parceria com a Dias Bike), bom essa bicicleta é boa para trilhas… na terra, e o Pedrinho, mesmo assim fez um tempo melhor do que os meninos da idade dele com a Speed (específica para provas de velocidade no asfalto) e o Carlão técnico do Clube Maringaense de Ciclismo, efetivou ele nos treinamentos mesmo com bike de MTB, pois já era final de ano.14302847_779240888845197_347625109_n

 

Em fevereiro de 2015, recebeu do Clube uma Speed semi-nova emprestada para realizar os treinos, foi quando o Pedrão, todo orgulhoso, “paitrocinou” 2 pneus e mais alguns itens para que a mesma ficasse em condições de uso.

 

Pedrinho disputou o seu primeiro campeonato Brasileiro de Ciclismo em maio de 2015, aqui mesmo em nossa cidade, e através de uma prova realizada em quarteto, sagrou-se vice-campeão.

 

Daí em diante, o Pai passou a investir nele, e conta: “fiz um parcelamento na Dias Bike e comprei uma Speed de Carbono e o resultado foi significativo, conquistando várias etapas do Paranaense de Ciclismo.”

 

Em 2016, com um treinador especialista em Ciclismo, alterou suas rotinas de treinamento e focou no Brasileiro, que realizou-se em Maringá. Pedrinho participou de 4 provas e mesmo machucado devido a um tombo conquistou 4 medalhas:  2 de ouro, 1 prata e 1 bronze. Sendo que, na prova de Perseguição Individual Masculino Juvenil, estabeleceu um novo recorde com a incrível marca de 2m30s, superando o recorde nacional que detinha a marca de 2m32s.

 

Orgulhosos mas não soberbos, os pais Pedro e Sandra acompanharam a dura rotina de treinos e podem afirmar com categoria: “ele além de muito compromissado com o treino, tem foco e disciplina e o mais importante é que mantém uma educação primorosa e mesmo campeão é sempre humilde, sempre respeita os amigos e familiares”. Bom, eu sou prova disto.

14212083_773237339445409_1125729618627112997_n

PEDRO GUILHERME VOLPATO ROSSI (21/03/2000)

CAMPEÃO JUVENIL BRASILEIRO DE CICLISMO DE PERSEGUIÇÃO

Bicicleta
Comente aqui