Mês: agosto 2011



Não troque de marcha: use transmissão automática

Com o aumento da oferta de carros com opção de câmbio automático e as facilidades de pagamento disponíveis atualmente, este item de conforto está cada vez mais presente nos carros em circulação. Porém, como toda nova tecnologia, ela gera dúvidas e receios.

 

Assina conjuntamente este artigo Antonio Gabriel.


A maior parte das dúvidas recai sobre o consumo e o custo de manutenção da caixa automática.

Antes de começar, vale um esclarecimento: existem diferentes tipos de opções de automatização de câmbio. Cada transmissão pode recorrer à um recurso técnico diferente e, atualmente nos carros à venda no Brasil, é possível encontrar 3 recursos distintos, os quais abordaremos de forma breve.

CÂMBIO AUTOMÁTICO

O recurso mais tradicional é o chamado “câmbio automático”, que no passado era chamado de “hidramático”. Em geral, essa transmissão tem trocas de marchas suaves, sem que seja percebidos trancos ou balanços no veículo.

Esse tipo de câmbio faz com que o motor tenha um consumo ligeiramente maior, porém é difícil quantificar o aumento de consumo, pois este depende de vários outros fatores.

Oferece também uma pequena perda na transmissão da potência do motor para as rodas.

Como fator positivo, podemos citar a baixa manutenção, pois a ausência de embreagem extingue a possibilidade de quebra e não há como o motorista engatar uma marcha imprópria.

Resta então apenas a necessidade de trocar o óleo da transmissão de acordo com a quilometragem recomendada pelo fabricante.

CÂMBIO AUTOMATIZADO

É outro recurso que está se tornando popular pelo seu menor custo em relação ao automático. O “câmbio automatizado” é composto por uma caixa de marchas e embreagem, igual a dos carros com troca manual, porém ela possui mecanismos (elétricos e/ou hidráulicos) que acionam a embreagem e fazem a troca de marcha de forma automatizada.

Como este câmbio é, na verdade, uma caixa manual com trocas automatizadas, o consumo desta transmissão tende a ser igual ao de um câmbio manual.

Já o custo de manutenção é ligeiramente menor quando comparado ao manual, pois a embreagem tende a durar mais e não há o risco de se engatar uma marcha de forma errada.

Uma desvantagem é o fato de que, nesse tipo de câmbio, as trocas de marchas não são tão rápidas, gerando um pequeno solavanco durante a interrupção para a troca das marchas. Para resolver isso, alguns fabricantes recorrem ao uso do câmbio automatizado de dupla embreagem, onde uma embreagem aciona uma caixa com as marchas ímpares e a outra aciona as marchas pares. Com o uso deste recurso é possível se obter trocas sincronizadas e suaves.

TRANSMISSÃO CONTINUAMENTE VARIÁVEL

Por último, o “câmbio CVT”, sigla inglesa para Transmissão Continuamente Variável. Este tipo de câmbio está disponível em poucos carros, atualmente são mais encontrados nas motocicletas tipo “scooters”.

Esse câmbio não tem “marchas”, ele possui um sistema de variação que torna possível o veículo acelerar desde a imobilidade até altas velocidades sem que haja trancos, sendo por isso muito confortável.

Pelo fato de não haver marchas, seu consumo tende a ser menor, pois o câmbio está programado para ficar sempre num modo de economia de combustível.

Como não existe caixa de marchas, a manutenção é simples. É exigida apenas a troca da correia e da embreagem.

Como é possível observar, algumas características são comuns entre os câmbios automáticos, por exemplo, o custo do automóvel é maior que a mesma versão de câmbio manual, mas a manutenção tende a ser menor. É uma tecnologia consagrada nos carros vendidos no primeiro mundo e, acima de tudo, é um item que aumenta consideravelmente o conforto ao dirigir.

Por fim, devemos lembrar que os veículos com câmbio automático, também vêm equipados com o “piloto automático”, equipamento que fixa e mantém a velocidade de acordo com a vontade do motorista sem que ele use o pedal de acelerador. O computador do carro devolve o controle da velocidade para o motorista, assim que sentir um toque no pedal de freio ou no botão do volante. Andar na velocidade permitida diminui consideravelmente o gasto com multas.


Mecânica
8 Comentários
 

O Universo e a Miss Universo

No artigo anterior mostrei como a sequência de Fibonacci representa a estrutura de animais, plantas e até de nós mesmos.

Quer ler clique aqui!

Hoje quero que você compare como estes números descrevem a formação do corpo humano e do universo, mas como uma imagem fala por mil palavras, apenas olhe e contemple.

A relação entre os números de Fibonacci aparecem na natureza, na beleza, na estética, na harmonia musical e muitos outros lugares.

Agora… se você não entendeu o que representam estas linhas em forma de espiral e de retângulos, terá mesmo quer ler o artigo anterior.


Comente aqui


Os Números, os Retângulos e o Caracol.

A FÁBULA DE FIBONACCI

Era uma vez, em 1180 nascia o filho de Bonacci, chamado então Fibonacci, italiano, matemático importante da idade média, ele ainda era conhecido como Leonardo de Pisa e Leonardo Bigollo, mas isto não é importante para o conteúdo do nosso conto. O que vale é que ele descobriu uma sequência de números que representa muitas coisas da natureza, muitas mesmo… Não é uma fábula não, é história que vale a pena!

A SEQUENCIA DE FIBONACCI

É uma sequência numérica, cujo número seguinte é a soma dos dois anteriores.

Iniciada pelo 0 e pelo 1, segue-se somando assim 0+1=1; 1+1=2; 1+2=3; 2+3=5; 3+5=8; 5+8=13 e assim por diante formando a sequência: 1,1,2,3,5,8,13,21… para efeitos de aplicação o 0 é descartado. Esta sequência simples aparece em muitos exemplos da natureza. Humanos, plantas, frutas, insetos, flores e estrelas são fontes inesgotáveis de números de Fibonacci.

OS RETÂNGULOS E A PROPORÇÃO DO CARACOL

A regra é encostar quadrados par formar retângulos, começando por dois quadrados com lados iguais a 1, surge um retângulo de lados 1 e 2, como na soma acima 1+1=2. Continuando com um quadrado com lados iguais a 2, porque a medida do maior lado do retângulo formado anteriormente é justamente 2, surge um novo retângulo de lados 3 e 2. Encoste um novo quadrado de lado 3. Aplique a sequência quanto quiser, sempre vai ser proporcional e criará um novo retângulo a cada quadrado encostado. Complicou? Não se preocupe, olhe o desenho.

Para enfeitar mais ainda, é possível criar um caracol desenhando um quarto de círculo em cada quadrado utilizado. Mas, é o que isto representa?

Os Números, os Retângulos e o Caracol.

SÁBIA NATUREZA

A sabia natureza utiliza estas porporções desde que Deus criou a Terra, mas não somente nos animais e nas plantas, nós mesmos somos contruídos fisicamente com estas proporções.

Sim, não é só de Espiral que o mundo é feito, veja as proporções dos ossos de um dos dedos da mão.

Radiografia do dedo indicador.

GRANDE DESCOBERTA! Até o universo tem estas características.

Leia no próximo artigo: Qual a relação do Universo com a Miss Universo?

1 Comentário


Os tamanhos das TVs

O tamanho da tela da televisão (como dos computadores) é medida pela diagonal e, além disso, em polegadas, não em centímetros. Oh, herança maldita! Uma polegada tem 2,54 cm.

Com os tempos, as telas mudaram a proporção do tamanho horizontal e vertical, do formato 4:3, que é mais usado nas TVs analógicas com tubos de raios catódicos (CRT), para a nova proporção de 16:9, utilizadas nas TVs de LED, Plasma, OLED entre outras.

Mas o tamanho continua sendo medido pela diagonal.

 

Tela 4:3 e 16:9 ambas com diagonal 42

Este exemplo representa dois aparelhos de TV de tamanhos diferentes mas com a mesma diagonal de 42 polegadas ou 106,68 centimetros.

A RELAÇÃO DA FILMAGEM COM A APRESENTAÇÃO

As câmeras filmadoras gravam as imagens baseadas em seu sensor de imagem, que também tem vários tamanhos na vertical e horizontal… esses fabricantes não se entendem mesmo.

Com isto as imagens transmitidas podem aparecer de várias formas na sua TV. As mais modernas podem detectar automaticamente o tamanho da imagem recebida e se adaptar a elas, mas isto, em geral, provoca distorção da imagem mostrada.

Imagem 16:9

Imagem 16:9 comprimida na horizontal para caber em 4:3

Imagem 16:9 recortada para caber em 4:3

Imagem 16:9 adaptada para caber em 4:3

Todas as fotos acima são idênticas, apenas sofreram cortes ou esticamentos para ilustrar as técnicas.

Contribuiu com este artigo: Carlos Roberto Beleti Junior

Quer saber o melhor tamanho de TV para sua sala? Clique aqui.
Quer saber a melhor tecnologia de TV? Clique aqui.
Quer saber como funciona a resolução das TVs? Clique aqui.
Quer saber sobre o consumo das TVs? Clique aqui.
Quer saber como se define o tamanho das TVs: Clique aqui.

2 Comentários


Aproveite bem este momento que vale a pena.

Flagrante de Vespa em plena construção.

Muito bom ver os detalhes de tão singela obra.

Uma simpática vespa construindo o que parece uma casa, é na verdade o ninho para seus filhotes que ainda vão nascer. Ali ela botará seus ovos e deixará comida para a primeira parte da vida deles.

No Brasil existem espécies de vespas solitárias e sociais. As vespas solitárias fazem ninhos de barro e de pedras.

 Viva a nova geração de filmadoras amadoras!

2 Comentários
 

Aidan Dwyer, 13 anos, inventor… brilhante.

ÁRVORE SOLAR

Aidan Dwyer

O jovem Aidan de Northport teve uma idéia simples e eficiente, digna dos gênios.

Aidam viajava a passeio durante o inverno nas montanhas de Catskill, em Nova York e notou a forma dos ramos da árvore formavam um padrão. Analisando as fotos que ele mesmo tirou, reconheceu o padrão espiral e concluiu que as árvores crescem assim para coletar melhor a luz solar, principalmente no rigoroso inverno do hemisfério norte.

Árvore Solar construída pelo Aidam

Enfim ele identificou copiou a sequência de Fibonacci na construção de coletores solaresm dando-lhes a forma de galhos de árvore e comprovou que este modelo aumenta em 20% a 50% a eficiência da coleta de energia solar.

"O projeto da árvore ocupa menos espaço do que o painel plano e trabalha em locais que não têm uma visão completa do sul. Que recolhe mais luz solar no inverno (isto para o hemisfério norte). Sombra e mau tempo como a neve não o prejudicarão, porque os painéis não são planas. O ponto forte é ele se parece com uma árvore. Um projeto como este pode funcionar melhor em áreas urbanas onde o espaço e a luz solar direta são difícil de encontrar. " Explica o jovenzinho de futuro.

Fonte: Leia o artigo completo do próprio inventor.

Muitos fabricantes já utilizam outros métodos para melhorar a captação de energia solar. Atualmente o painel rastreador é considerado o mais eficiente, pois acompanha o sol de Leste a Oeste, aproveitando a luz o dia todo.

Rastreador Solar

Comente aqui


Buraco Negro devora uma estrela

Anteontem, 24/08/2011, a NASA divulgou uma simulação ilustrando como os pesquisadores detalham um Buraco Negro devorando uma estrela equivalente ao Sol.
A imagem é impressionante! Trata-se de uma simulação, mas baseada nas imagens obtidas pelo satélite Swift.

“Segundo David Burrows, professor de astronomia na Penn State University, depois de engolir a estrela, o Buraco Negro emite Raio X até um ano. Ele se comporta diferente de tudo que já vimos antes, explica o cientista da missão do Telescópio de Raios-X.”
Crédito do vídeo: NASA/Goddard Space Flight Center/CI Lab.

LEIA MAIS NO BLOG.

3 Comentários


Internet Explorer investe na segurança e ganha confiança.

A NSS Labs é uma empresa que atua de 1991 e lidera testes e pesquisas em segurança.

Segundo essa empresa, o Windows Internet Explorer 9 (IE9) bloqueou 99,2% de ameaças utilizando o filtro da Microsoft, o SmartScreen.

IE9 com SmartScreen oferece a melhor proteção comparado a qualquer outro browser contra malware provocados pela engenharia social.”, afirma a NSS.
Com resguardo, o presidente da NSS, Rick Moy, diz que “Não seria correto dizer que isso torna o IE o navegador mais seguro, mas que bloqueia mais malware o que outros navegadores“.


Quer patrocinar nossa camiseta?


Comente aqui