Colégio Estadual em Maringá investe em computadores e projeta ações sociais.

Cada dia mais os computadores estão presentes na vida da pessoas. Apesar das escolas estarem um pouco atrasadas, é possível encontrar laboratórios de informática nas unidades de ensino público.

O professor Mauro Hakutake, do Colégio Silvio Magalhães Barros, informa que já desenvolve atividades computacionais desde o ano passado. As aulas no laboratório ajudam os professores que coordenam e orientam seus alunos nas atividades de pesquisa e elaboração de arquivos de multimídia, inclusive com vídeos criados pelos próprios alunos e editados aqui na sala de informática.

Pensando no lado social, o laboratório, que foi montado com recursos do programa Paraná Digital, será utilizado para integrar os funcionários à Internet e outras atividades computacionais, aqueles que tem pouco acesso à tecnologia ou mesmo falta de tempo, terão em breve uma boa oportunidade para conhecer o mundo virtual.

“Este processo eu ainda estou planejando, mas não deve passar desta semana, e utilizaremos horários alternativos para que estas pessoas se capacitem de forma consistente e inclusiva” afirma o professor Mauro.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.