Mês: julho 2013



Sucesso do DIA DA BICICLETA

Dentre as várias atividades previstas no DIA DA BICICLETA, a mais esperada é o Passeio Ciclístico. Na noite de Sexta-feira, com frio e tudo, 200 cilicistas participaram ativamente do pedal noturno. Com apoio da SETRAN, a passeio teve toda segurança e todos se divertiram muito.

Saindo de frente à UEM, na Vila olímpica, pela Avenida Herval, os ativistas chegaram na Catedral e retornaram a UEM pela Duque de Caxias.

1 Comentário


Hoje é o DIA DA BICICLETA

Só por hoje, deixe seu carro em casa, vá de bicicleta ou a pé ou de ônibus.

Aceita este desafio?

As 14:00 horas será o lançamento do programa Bicinecleta e o Debate sobre Mobilidade por Bicicletas no Anfiteatro Ney Marques.

 as 19:00 será dado início ao Passeio Ciclístico com concentração em frente a UEM, do outro lado da Av. Colombo, a ao lado do Velódromo da Vila Olímpica.

O evento doou para a UEM 21 paraciclos, e parte já foram instalados. A inauguração foi hoje pela manhã, com a presença da Vice-Reitora Neusa Altoé e o Chefe de Gabinete do Reitor Julio Santiago Prates Filho. O evento contou a ajuda dos patrocinadores e parceria da ADUEM, que se fez representada pelo seu presidente, Luciano Gonsalves.
Comente aqui


Começa hoje o evento DIA DA BICICLETA

Começa hoje o evento promovido da UEM que busca incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte, bem como, motivar o poder público a construir a infraestrutura cicloviária que Maringá e região tanto precisa.

A Universidade Estadual de Maringá promoverá de 25 a 28 de julho de 2013 a segunda edição do evento chamado DIA DA BICICLETA. O evento terá 4 dias de atividades, mas o nome está se referindo ao dia 26/07/2013, sexta-feira, quando o evento terá seu auge com uma grande movimentação de bicicletas em Maringá e cidades de irradiação.

O objetivo geral é incentivar as pessoas a utilizarem a bicicleta como meio de transporte, assim, espera-se que os estudantes e os servidores dessa e de outras instituições e empresas usem a bicicleta para se deslocar até o seu local de trabalho e também até o evento.

Espera-se com isto contribuir com a criação de ambiente propício para o trânsito e estacionamento de bicicletas dentro da cidade, das instituições e das empresas. Além disso, desejamos orientar as pessoas sobre os benefícios advindos do uso da bicicleta relacionados à saúde, ao meio ambiente e ao trânsito da cidade.

Como forma de incentivo, todos os inscritos que usarem a bicicleta para trabalhar ou estudar serão presenteados com uma camiseta alusiva ao tema DIA DA BICICLETA. Na primeira edição, tivemos mais de 400 inscritos e entregamos 300 camisetas. Para este ano, devido ao sucesso anterior e ao crescimento esperado, até o momento de publicação deste artigo já tínhamos 620 inscritos.

Seja um parceiro incentive seus contatos a utilizarem a bicicleta pelo menos nos dias do evento, ajudando assim a promover uma mudança cultural em Maringá e região.

Para conhecer a programação e se inscrever: www.din.uem.br/sica/diadabicicleta

Comente aqui


DIA DA BICICLETA entrega paraciclos para UEM

Foto: Antonio Carlos Locatelli/Assessoria de Comunicação da UEM

O evento Dia da Bicicleta em parceria com a Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Maringá (ADUEM) recebeu dos seus patrocinadores,  21 paraciclos que foram entregues à Prefeitura do Campus Universitário dia 18/07/2013 para a devida instalação.

Estes paraciclos estão nos padrões recomendados pela ONG Transporte Ativo e comportam duas bicicletas cada.

Este estacionamentos de bicicletas serão instalados em pontos estratégicos para atender os alunos ciclistas da UEM. A inauguração será dia 25/07/2013 no entrono do bloco C67.

Outros serão instalados nas proximidades do Restaurante Universitário, Cantina Central, Biblioteca Central e Educação Física.

A solenidade de entrega oficial foi feita na ADUEM, quando o Professor Carlos Sica, Coordenador Geral do evento, o Professor Luciano Gonsalves, presidente da ADUEM, fizeram o repasse para o Prefeito Igor José Botelhos Valques.

www.din.uem.br/sica/diadabicicleta

Bicicleta
Comente aqui
 

Mais um ciclista atropelado em Maringá

Não é uma crítica, mas um apelo de um cidadão ciclista.

Os motoristas estão muito estressados no trânsito de Maringá, dirigindo em alta velocidade e com atitudes ofensivas. Isto mata!

Os que ficam mais tempo no trânsito como os motoristas de ônibus e de taxi, estão mais sujeitos a cometer infrações e até crimes, nos caso do atropelado ser morto. Pense nisto!

Bicicleta do ciclista atropelado ontem na Av Maua, por um táxi, por trás. (foto de Robson Dutra)

Atenção motorista: quando for ultrapassar um ciclista, não se aproxime da traseira dele, ultrapasse a pelo menos 1,5 metros e com velocidade compatível.

RESPEITE O CLICLISTA.

Trânsito
Comente aqui


A beleza do povo da Etiópia (Lindas fotos)

O Fotógrafo Jowey L. registrou o povo da tripo Hamar na Estiópia.

O trabalho é surpreendente.

” – Tirei essas imagens em uma aldeia tribo Hamar chamado Labaltoy na Região Sul da Etiópia. Você pode reconhecer alguns rostos a partir de fotografias que tirei anos atrás.”

Propriedade de Joey L. (Clique na foto para ampliar.)

Comente aqui


Visita dos Alunos do Instituto de Educação na CPI do Transporte Público

Os alunos do Instituto de Educação participaram da Sessão Solene da CPI do Trasnporte Público hoje, 08/07/2013, na Câmara de Vereadores de Maringá.

Eu não resisti e registrei o momento cívico, no qual, o jovens tiveram até oportunidade de se manifestar silenciosamente quando entendiam que o orador estava demorando para concluir seus pensamentos… no linguajar popular, “enrolando”.

 Assista ao vídeo em homenagem ao jovens: .

Sociedade
Comente aqui


O lado sujo do Vestibular da UEM

Hoje, chegando a pé ao trabalho, pude observar os erros que a ganância dos cursos preparatórios ao vestibular causam.

Dezenas de anúncios irregulares, sujeira no chão, desrespeito ao pedestre, poluição visual, entre outros, formavam uma coleção de ações que se igualam aos tão criticados políticos em campanha.

Eu critico os dois lados, e destaco aqui que o ser humano erra muito em nome dos interesses próprios. A sociedade tem muito que aprender quando se trata de respeito ao próximo.

 

Sociedade
1 Comentário


Como melhorar e baixar os custos do Transporte Público de Maringá

SYSBUS, o Sistema Computacional de Apoio à Decisão para o Planejamento Operacional de Transporte Público

ORIGEM DO SISTEMA

O planejamento de escala de veículos e condutores (motorista e cobrador) é uma atividade complexa e relevante a nível operacional de uma empresa de transporte coletivo urbano. Como resultado dessa atividade, para cada veículo é associado um conjunto de viagens e cada condutor recebe uma escala diária de trabalho. Esse planejamento realizado de forma eficiente reflete numa redução de custos operacionais. Considerando a importância desse problema, os professores/pesquisadores do Departamento de Informática da UEM, desenvolveram um sistema computacional de apoio à decisão para auxiliar no planejamento de escalas de veículos e condutores de empresas de transporte coletivo urbano. O sistema, denominado SysBus, é um software resultante de pesquisas sobre algoritmos e modelos matemáticos de otimização de escalas, desenvolvido por professores/pesquisadores da UEM.

RESULTADO DO SISTEMA

SysBus é capaz de gerar automaticamente as escalas de trabalho tanto para os veículos como para os condutores de uma empresa de transporte público por ônibus. O SysBus pode responder a uma série de questões que são comuns em uma empresa de transporte rodoviário de passageiros. Como por exemplo:

  • quantos veículos são necessários;
  • quais as viagens que devem ser realizadas por veículo;
  • quando e onde cada veículo deve abastecer;
  • quantos condutores são necessários;
  • quando começa e termina cada turno de trabalho dos condutores;
  • quais os dias de trabalho e os dias de folga de cada condutor;
  • quais as viagens que cada condutor deve cumprir em cada dia sobre o período de planejamento;
  • qual é o impacto resultante de modificações, inserções e/ou remoções de linhas de transporte.

 

O SISTEMA

O protótipo do sistema foi implementado para Windows no qual são mantidos os dados da rede viária, frota de veículos, condutores, linhas (e seus horários) e regulamentações trabalhista e da empresa. Além, é claro, das escalas para os veículos e condutores.

Interfaces do sistema para os dados da rede viária, das linhas e horários de viagens.

Para resolver o problema de escala de veículos e condutores foram desenvolvidos sofisticados algoritmos que são capazes de gerar as escalas em questão de minutos. O objetivo dos algoritmos é construir escalas de trabalho de forma que maximize a eficiência de utilização dos condutores e veículos, cobrindo todas as viagens a serem realizadas.

Escalas geradas automaticamente pelo sistema.

 VANTAGENS DO SISTEMA

Na maioria das empresas de transporte a construção de escala de veículos e condutores é resolvida manualmente. Na maioria das empresas os sistemas computacionais são utilizados apenas para armazenar dados e gerarem relatórios. Neste sentido, um sistema computacional que agregue uma metodologia de otimização para o problema, traz benefícios tanto para a empresa como para os condutores e à população.

Para a empresa

  1. O primeiro impacto que a empresa pode sentir com esse tido de sistema é a redução dos custos operacionais. Há casos de sistemas semelhantes aplicados em empresas canadenses resultando numa economia de aproximadamente U$2 bilhões por ano, considerando apenas a escala de condutores. Já no Brasil temos casos de redução de até 12% dos custos operacionais. A economia é resultante da redução de frota, combustível, manutenção, salários e ações trabalhistas.
  2. Ao contrário das escalas geradas manualmente, que demandam um trabalho extremamente complexo e custoso, o sistema computacional fornece mais flexibilidade e agilidade para resolver os problemas de escalas.
  3. Esse tipo de sistema viabiliza estudos de implantação de novas linhas, ou a alteração/exclusão de linhas existentes. Num curto período de tempo a empresa tem condições de analisar o impacto nos custos operacionais com a alteração do quadro de linhas.
  4. A empresa pode oferecer melhores serviços de atendimento à população, uma vez que o sistema pode gerar planos de atendimento da demanda mais confiáveis dentro das disponibilidades da empresa.
  5. Esse tipo de sistema pode ser utilizado como ferramenta para avaliar o impacto decorrente de decisões tomadas no planejamento tático e estratégico da empresa, permitindo com isso ganhos que extrapolam o aspecto operacional.

Para os condutores

  1. Os condutores são beneficiados através do recebimento de escalas de trabalho de melhor qualidade, pois o sistema pode gerar escalas de forma que todas as regras de trabalho sejam obedecidas, tais como, limites da jornada de trabalho, realização de horas-extras, intervalo de descanso, entre outros aspectos. Este, também, é um aspecto positivo para a empresa, evitando que futuramente recebam ações trabalhistas de indenização pelo não cumprimento de regulamentações trabalhistas.
  2. Outra situação, na qual a aplicação do sistema apresenta sua importância, corresponde aos casos de negociação trabalhista, já que possibilita uma maior agilidade e objetividade por parte das empresas na avaliação das propostas sindicais.

Para a população

  1. Para o passageiro, a utilização de sistemas computacionais, por parte das empresas, poderá resultar, diretamente, em ganhos qualitativos. A utilização de sistemas de informação automatizados, faz com que as empresas adquiram uma maior agilidade na elaboração de seus planos operacionais, aumentado, com isto, a capacidade de adequarem a sua oferta de serviço à demanda.
  2. Outro aspecto qualitativo importante é a possibilidade de se aumentar a confiabilidade do sistema, tendo em vista a maior organização do mesmo.
  3. O sistema pode minimizar os eventuais atrasos causados pelas apertadas escalas geradas manualmente.
  4. Com um planejamento otimizado há possibilidade da empresa oferecer mais serviços nos horários críticos de maior demanda.
  5. Como já mencionado, a população pode ser beneficiada com o oferecimento de novas linhas de transporte, uma vez que o sistema oferece um suporte para a empresa estudar o impacto financeiro com a implantação de novas linhas.
  6. Como o sistema contribui para a redução dos custos operacionais da empresa, há, portanto, possibilidade da empresa repassar a redução dos custos de operação para as tarifas de transporte.

 

AUTOR: Prof. Ademir Aparecido Constantino

FONTE: SysBus

Comente aqui