Mês: fevereiro 2014

  

Queremos ciclovia na Brasil

Segundo os manifestantes, 120 ciclistas, segundo a CBN quase 100, segundo O Diário 50 ciclistas participaram da ciclo-passeata. Segundo meu coração a população toda estava conosco.

Mas o importante é que Maringá está acordando para a necessidade de manter seu posto de cidade excelente para viver.

A reivindicação é por uma infraestrutura adequada para o trânsito de bicicletas sem lesar o trânsito de carros, motos e pedestres. Queremos que todos possam usufruir da cidade. Em alguns pontos há necessidade de ciclovias, em outros, o trânsito compartilhado pode ser doutrinado, como é o caso da Zona 30, na qual, os carros e motos podem trafegar com velocidade de até 30 km/h compartilhando o espaço com pedestres e ciclistas.

Bicicleta
2 Comentários


Internet por fibra óptica da Copel chega a Maringá

Em 18/02/2014 16:32 a copel informou:

fibra copelA Copel Telecom iniciará em março a oferta de internet ultrarrápida por meio de fibras ópticas em Maringá. Será o sexto município paranaense a contar com conexão por banda extralarga, em que as velocidades de transmissão chegam a 100 Mbps (megabits por segundo). 

O lançamento do serviço “BEL Fibra” no município ocorreu na noite de segunda-feira (17), na Associação Comercial e Industrial de Maringá (Acim), e contou com a presença da equipe do Moda Maringá, que disputa a Superliga Masculina de Vôlei sob o patrocínio da Copel Telecom.O marketing esportivo faz parte da estratégia da empresa para introduzir a internet super-rápida no município. “Com a expansão da banda extralarga residencial, queremos atender à demanda reprimida por internet de boa qualidade no interior do Estado, melhorando a competitividade em mercados que hoje contam com poucas alternativas de conexão”, explica o diretor da Copel Telecomunicações, Adir Hannouche.

O serviço é atualmente oferecido em Curitiba, Pinhais, Ponta Grossa, Irati, Ventania, Telêmaco Borba e Reserva do Iguaçu. “Depois de Maringá, nossa meta é levar a banda extralarga a outros 13 municípios até o final de 2014”, afirma. Paralelamente ao BEL Fibra, a Copel Telecom também já leva internet com velocidade de 1 Mbps a Ventania e Reserva do Iguaçu, por meio do programa Paraná Conectado, que deve chegar a outros 23 municípios este ano.

As conexões do serviço oferecido pela Copel Telecom são feitas exclusivamente por meio de fibra óptica, do provedor até a casa do usuário. Embora as vendas estejam previstas para março, já é possível conhecer detalhes do produto e fazer um pré-cadastro pelo site www.copeltelecom.com.

CIDADES DIGITAIS – A Copel Telecom está presente em todos os 399 municípios do Paraná, atendidos a partir de uma rede de fibra óptica de mais de 25 mil km. Esta malha digital permite à empresa atuar em três frentes de comercialização de produtos: com soluções de conectividade para clientes corporativos em todo o Estado; com internet entre 20 e 100 Mbps pelo programa BEL Fibra, que estará em 21 municípios até o final do ano; e com internet de 1 Mbps para pequenos municípios no programa Paraná Conectado, com a meta de chegar a 25 cidades em 2014.

Além de possibilitar a atuação da Copel Telecom como provedora de banda larga no varejo, o anel óptico também permite a integração digital das instalações do poder público nas esferas municipal e estadual. O Governo do Paraná, por exemplo, responde atualmente por 20% das conexões realizadas pela Copel Telecom no Paraná – destinadas, em boa parte, a prover escolas estaduais, hospitais e prédio públicos de acesso de alta velocidade à internet.

Prefeituras e órgãos públicos municipais também já exploram a disponibilidade do backbone de fibras ópticas em seus anéis urbanos. A infraestrutura óptica é base para o desenvolvimento de programas de cidades digitais – onde os serviços públicos são levados aos cidadãos por meios virtuais – e, em parceria com provedores locais, promover a inclusão digital dos cidadãos.

“Ao levar infraestrutura de ponta em transmissão de voz e de dados aos cidadãos e aos segmentos empresarial e de administração pública do Paraná, estamos dando uma contribuição inestimável para um salto no desenvolvimento econômico e social de nosso Estado”, afirma Adir. O dado confirma-se na projeção do Banco Mundial, que relaciona a expansão da conexão em alta velocidade ao incremento da economia regional: cada 10% de rede de banda larga construída equivale a 1,2% de evolução do PIB.

Fonte: COPEL

Tecnologia
Comente aqui
 

MOBILIDADE URBANA É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA EM MARINGÁ

prociclovias3A Câmara Municipal de Maringá realiza nesta quarta feira (19/02), às 19 horas, uma audiência pública com o tema Mobilidade Urbana. O objetivo desta audiência é debater as questões sobre mobilidade urbana em Maringá, um problema que atinge diretamente a todos os moradores da cidade.

 Esta audiência pública parte de uma recomendação da CPI do Transporte Coletivo, realizada no segundo semestre de 2013 que, em seu relatório final, apontou a necessidade do nosso Município ter um Conselho Municipal de Transportes e Mobilidade. Ainda de acordo com o relatório, a criação desse conselho deverá ser precedida de audiência pública.

 Na ocasião, o Presidente do Poder Legislativo, Ulisses Maia, dará a abertura dos trabalhos, explanando também sobre a importância do ato. Foram convidados na condição de expositores para a audiência:Márcio Lorin, Arquiteto, para expor sobre o conceito de mobilidade urbana; o professor da UEM, Thiago Botion Neri, para expor sobre o movimento pró-ciclovia; e o Vereador Humberto Henrique, relator da CPI do Transporte Coletivo, para expor sobre os resultados da comissão.

 Após a exposição, o público presente poderá se inscrever para debater o tema e fazer proposições. Estão convidados a participar da Audiência a sociedade civil, órgãos públicos responsáveis pelo tratamento das questões debatidas, entidades representativas da sociedade e de setores interessados nas áreas objeto das discussões, bem como todo e qualquer cidadão que se interesse pelo tema.

Fonte: www.cmm.pr.gov.br

Comente aqui


Empresários vão participar de ciclo-passeata em prol da ciclovia.

Ao contrário do que muita gente pensa, os empresário de Maringá está cada dia mais sintonizados com bem estar pessoal e familiar. Muitos já pedalam conosco e defendem a infraestrutura cicloviária em Maringá.

Venha você também lutar por uma cidade melhor para todos, inclusive seus filhos e netos.

A bicicletada é uma ciclo-passeata pacífica na qual os ciclistas reivindicam seu espaço nas ruas, o cumprimento do Código de Trânsito e divulgam o uso da bicicleta como meio de transporte.

1780722_586680014742600_205194704_n

Comente aqui


Motos tomam conta da vaga para idosos.

Durante 15 minutos que fiquei observando uma vaga reservada para os idosos, diversos motoqueiros estacionaram ali, mesmo havendo vaga no estacionamento regulamentado para motos.

E não foi só isso, mesmo havendo vagas no estacionamento correto, não contente, pelo menos um motoqueiro estacionou na vaga convencional para carros.

O local é em frente a Caixa Econômica do Fim da Picada e o local é extremamente disputado por carros e motos.

Não vale dizer… poxa nem tinha visto!

5 Comentários
 

Povo x Prefeitura x ACIM

É dessa forma que as pessoas estão entendendo essa embate político financeiro.

A Prefeitura agradou e muito a população quando apresentou o projeto, mesmo atrasado, da revitalização da Avenida Brasil.

Eu mesmo fiquei gratamente surpreso com o projeto… mas essa alegria durou pouco.

A decisão desacertada do Prefeito anunciado pelo “O Diário” provocou uma revolução nas redes sociais e a polêmica gerada pelos interesses comerciais esquentou.

Vejam a opinião do Celso Marsola postada hoje no faceook.

“NOSSA ACIM (ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MARINGÁ) SEMPRE SE GABOU DE SER UMAS DAS MELHORES DO PAIS EM ATUAÇÃO E AGORA FAZ UM PAPELÃO DESSES.
PENSANDO SOMENTE NO AGORA SE ESQUECERAM QUE A CIDADE É PARA AS PESSOAS E NÃO PARA OS SEUS CARROS OU COMÉRCIO… QUER EXIGIR ALGO PELA CIDADE?
BATA DE FRENTE COM A TCCC… EXIJA UM TRANSPORTE COLETIVO DE QUALIDADE… AONDE MOTIVE AS PESSOAS A DEIXAR SEUS CARROS EM CASA.
NÃO PRECISAMOS DE MAIS CONCRETO OU MAIS CARROS NA RUA… DEIXE NOSSAS ÁRVORES EM PAZ, DEIXE NOSSAS PRAÇAS EM PAZ… QUEREM FAZER ESTACIONAMENTO? DERRUBEM SUAS LOJAS E AS RECONSTRUAM COM VAGAS PARA SEUS CLIENTES (QUE JÁ DEVE SER EXIGÊNCIA NA HORA DE CONSTRUIR UM COMERCIO).
SOMENTE AS MENTES PEQUENAS NÃO ENXERGAM QUE PRECISAMOS DE MUDANÇAS URGENTES NA CONCEPÇÃO DO QUE É UMA CIDADE PARA O FUTURO.”
Imagem postada por Celso Marsola.

Imagem postada por Celso Marsola.

Sociedade
Comente aqui