Mês: dezembro 2014



Aos meus amores

20140826_173146Esta semana nós fizemos uma tomografia para acompanhar o tratamento, trata-se de uma comparação: como estava a metástase no fígado e como está hoje.

Descobrimos, agora na metade desta fase do tratamento, que esse tumorzinho foi reduzido de 6,5 cm para 4,0 cm, uma melhora significativa.

Mas o emocionante foi ver a reação das pessoas ao meu redor, comemorando e se emocinando com este resultado. Confesso que não tinha me sentido emocionado ainda, tudo parecia normal, pois estamos tralhando para isto.

Quando eu percebi a importância que este resultado tinha para aqueles que me amam, ai sim fiquei emocionado, chorei mesmo. Não sabia que esse resultado iria agradar tanto vocês.

Me levaram ao êxtase por saber disto e confiar mais e mais em vocês, quero lutar mais forte agora, pois percebi o quão verdadeiro é o vosso amor e não poderia deixar de dizer que obrigado é pouco para expressar meu sentimento.

A diminuição desse tumor foi sim uma vitória, meu corpo está reagindo bem ao tratamento, porém, a maior vitória foi ter, mais uma vez, vocês ao meu lado, gritando viva.

É difícil explicar, mas é como se o time do coração fizesse um gol e todos comemorassem ao mesmo tempo.

Quis celebrar com vocês esta notícia e depor que o mal atual, está trazendo tanto bem para minha vida que nem consigo reclamar ou falar mal dele.

Tenho câncer, mas tenho vocês, meus amores.

Amém!

<< Anterior                                                                                        Próxima >>

Saúde
4 Comentários


#sófaltam70km

Há muito tempo temos estudado o caso da mobilidade urbana em Maringá.

cicloviaEu tive a satisfação de conhecer e estudar casos de muito sucesso para poder comparar e chegar a conclusão que Maringá “não está atrasada” quando comparada somente com Amsterdam, na Holanda.

Maringá está atrasadíssima quando comparada a Beltrão, Joinville, Toledo e muitas outras cidades que arrecadam muito menos. É uma triste constatação, mas veja só, Toledo tem 140 mil habitantes e conta com 40 km de rede cicloviária, projeto já executado há anos.

Ninguém vive só de acerto, nem só de erro, Maringá foi exemplo para muitas outras quando resolveu fazer uma campanha para o motorista respeitar o pedestre, em especial, as faixas de pedestre. Ponto positivo para a administração. Estamos de parabéns porque melhoramos muito, mas a ignorância de alguns ainda ameaçam os pedestres e ciclistas que transitam pela cidade. Nossos motoristas sequer ligam a seta quando vão “virar” e ainda reclamam dos pobres mortais que andam a pé ou de bicicleta. Educação.

Estou feliz por saber que nós demos o ponta pé inicial para termos a rede cicloviária em nossa cidade. Pessoas poderão ir ao centro da cidade fazer compras, pedalando com segurança, levar seus filhos para passear e se divertir. Funcionários poderão ir trabalhar nas lojas da Avenida Brasil sem arriscar suas vidas… isto é maravilhoso.

Lembro bem que quando as ciclovias da Avenida Mandacaru e Pedro Taques foram construídas, muitos reclamaram dessas obras. Criticaram porque ficaram caras. Hoje utilizando-as vejo: pedestres mal educados, xingando ciclistas em plena ciclovia, iluminação depredada e a via estragada pelo tempo e pelas raízes das árvores.

Mais uma vez precisamos de educação em primeiro lugar e manutenção contante do nosso patrimônio.

A rede cicloviária é formada por Ciclovias, ciclofaixa, ciclorotas e paramentos como os bicicletários. Tudo isto para assegurar as nossas vidas, dos nossos filhos e netos. Esta infraestrutura cicloviária foi alvo de pesquisa na UEM, na dissertação de mestrado do Prof. Tiago Botion Neri, neste estudo, o pesquisador chegou a conclusão que aproximadamente 90 km de rede cobririam as partes mais importantes da cidade, ligando todos os bairros ao centro e vice-versa.

Foi também proposta por vários partidos políticos e candidatos, inclusive com indicação de 120 km de rede. Diversos documentos de compromisso foram assinados, o que falta agora é fazer. Mesmo os candidatos que não se tornaram prefeitos devem agora, honrar seu compromisso com a cidade e defender os 70 km restantes.

Senhor Prefeito, Excelentíssimo chefe do executivo, senhores Vereadores, Excelentíssimos integrantes do nosso poder legislativo: nosso pedido é que deem continuidade ao projeto, não esqueçam o que não deve ser esquecido.

 

3 Comentários