Maringá quebra o Recorde Nacional de Ciclismo de Perseguição

Maringá está acolhendo o Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Pista e Estrada, que segundo os14194243_771007723001704_1219554801_n ciclistas que participam, é o campeonato mais importante da categoria, inclusive abriga recorde brasileiro e internacional.

O Campeonato iniciou sábado dia 27/08 no parque industrial em Maringá. Nosso entrevistado Pedro Guilherme Rossi, sofreu uma queda nesta primeira prova e mesmo assim mostrou seu valor mantendo a 5ª posição.

No meio ciclístico é comum atribuir apelidos aos bons e aos não tão bons, mas tudo com muito humor. Os bons são fortes, brutos, cascudos e por aí afora, já historicamente bons atletas que tem seu desempenho menos expressivos são, feios, pebas e ai afora.

Domingo o atleta Pedrinho não pode participar da prova de estrada e circuito de 10 km, com trecho de pedra, uma prova clássica no meio, devido ao seu ferimento no joelho e outros escoriações.

14194346_771007703001706_730963527_nPedrinho, mostrando ser muito Cascudo, mesmo sem estar totalmente recuperado voltou a treinar na segunda feira. E a competição de pista foi adiada para terça-feira devido a chuva, tempo preciso para recuperação do nosso querido atleta.

Quarta-feira, nas provas de equipe Pedrinho participou das provas de equipe e faturou uma medalha de bronze e uma de ouro. Não parando por aí ainda participou da tomada de tempo para classificação para a prova de perseguição individual.

Pedro Guilherme Rossi papou o ouro novamente, justamente nessa prova, a mais importante do circuito, se tornando CAMPEÃO BRASILEIRO de perseguição individual na categoria juvenil (15 a 16 anos).

Pensa que parou por ai? Essa medalha de ouro tem um sabor muito especial, além de ser o primeiro lugar na Perseguição Individual Juvenil, Pedro quebrou de recorde nacional cm 2 minutos e 30 segundos (a antiga era de 2’32”).

Continuando, a prova de 500 metros rendeu mais uma medalha de prata para nosso moleque bruto.14218120_771007676335042_514957944_n

Esse Jovem deixou de ser uma promessa e passou a ser o recordista brasileiro de perseguição individual.

O pai orgulho (Pedro Rossi) diz: “Desde pequeno, sempre chamo o Pedrinho de meu Gerente, pois o desempenho dele é de um líder nato e com um futuro brilhante.”

Parabéns Pedrinho, você é orgulho para Maringá e para o Brasil. O mundo está aberto para você.

LINK PATROCINADO:
Loja Pedais da Liberdade

Bicicleta

2 comentários sobre “Maringá quebra o Recorde Nacional de Ciclismo de Perseguição

  1. Sandra Aparecida Volpato Rossi 4 de setembro de 2016 13:59

    Nossa como é bom ver o reconhecimento de toda luta, valoriza cada gota de suor derramado pelo nosso filho em seus treinos, como mãe vivenciei td isso e sei o quanto esse menino mereceu essas conquistas. Me orgulho muito de td isso, estou muito feliz, pois houve um crescimento muito grande do meu filho em todos os sentidos e principalmente um amadurecimento de sua fé em Deus. Obrigada amigo Carlos Cica, vc mora em nossos corações. Abraços

  2. Pedro Rossi 4 de setembro de 2016 14:21

    Carlos Sica………….meu muito obgdo pela excelente matéria e por sempre apoiar ao esporte e principalmente ao Ciclismo Maringaense.

    Fique sempre na proteção de DEUS PAI.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.