Eu prefiro ser amigo

Eu fui chamado para uma guerra que não era minha.

Hoje me chamam de Guerreiro, e eu, mesmo sem querer me tornei esse Guerreiro. Confie em mim.

Fiz isso por mim, mas muito mais por você. Você que me ama e você me chama de amigo.

Um Guerreiro deveria ser forte e combativo, mas eu prefiro ser amigo.
Não gosto mais de bater de frente como fazia na juventude.

Hoje prefiro evitar, desviar, dialogar, mesmo que o estigma de confronto ainda faça parte do dicionário de muitos que me conhecem há tempos, eu não gosto dos confrontos e evito os confrontantes.
Vivo esse conflito entre ser forte e guerrear e esmorecer e te decepcionar. Mas por você eu vou continuar lutando.
Muitas vezes eu choro, algumas choro muito. Essas são as vezes que as pessoas me emocionam. A luta contra a autopiedade é outra, mas inerente ao processo de cura.

Certa vez, preparado para dormir ao lado de minha esposa, virei de lado e chorei, simplesmente porque eu precisava chorar. Por mais que não pareça, as lágrimas são aliadas de um verdadeiro Guerreiro. Ela percebeu e colocou a mão em mim e eu a segurei. Isso foi suficiente para saber que eu não estava sozinho. A calma retornou, pois naquele momento a alma dela estava ali, não só estava, mas ela foi a alma caridosa e compreensiva que eu precisava naquele momento.

Eu não preciso que façam algo por mim, mas preciso que sejam.

Não preciso que me dêem algo a não ser a caridade espiritual.

O ser é mais que estar. O ser não é matéria, mas sim amor.

Tudo que eu peço é que não economize seu amor, seja mais e terá mais. Ame e será amado infinitamente, por nós e por Deus. Você acredita Nele? Sim, é porque ele é, muito mais do que está.

Prefiro ter pouco do que ter muito e ser pouco.
O verbo ser e estar é o mesmo em inglês, nunca entendi isso, pois são estados totalmente diferentes.

Quando estou doente, gosto de companhias, gosto de visita. Gosto que todos estejam perto de mim, isso é muito importante, pois sinto a energia dos que são é não simplesmente estao. Acredite, podemos sentir isso.

O ser é muito diferente do estar.
Estou doente mas não sou doente. 🙂

Seja meu amor, seja meu amigo.
Numa guerra muitos morrem, muitos vivem, mas aqueles amores que foram podem ter ido, mas ficaram por serem e não por estarem.

Meus pais, irmã, sobrinha, parentes e amigos, cada qual com sua luta, nunca foram derrotados, pois ainda permanecem. São parte da minha vida e sempre serão, mesmo que não estejam.
Porque só sobra o amor.
O dia que eu for, ainda estarei em forma de amor, por ter sido e não somente estado.

Inspirado no depoimento do Padre Fábio de Melo e no poema do Lucão.

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperanças nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. É agradecer a Deus a cada minuto pelo milagre da vida.” Fernando Pessoa.

Saúde

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.