Mês: junho 2017



Comida Típica de Maringá é Cancerígena

Hoje, 20/06.2017 reúnem-se na Câmara de Vereadores de Maringá os nobres Edis para “decidir” se o cachorro quente é a COMIDA TÍPICA de Maringá.

Muitos vão dizer: hummmm, que delícia; outros vão dizer: tenho nojo dessa comida, duvido das condições higiênicas das barraquinhas… e por aí em diante.

Poucos vão pensar nos ingrediente básicos:

Pão feito de farinha branca sem nenhum nutriente significativo, mas de efeito negativo comprovado, tal como GORDURA HIDROGENADA, SÓDIO, açúcar, etc. Todos comprovadamente altamente maléficos à saúde.

Salsicha feita de materiais orgânicos ou não de origem desconhecida, com notável excesso de sódio e conservado com NITRITO DE SÓDIO, já considerado e declarado tão cancerígeno quanto o cigarro pela ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE.

Batata palha, frita geralmente em gordura vegetal (óleo de soja) saturada ou pior que isso. Quem garante a troca regular desse óleo?

Salada, ufa! Pelo menos uma coisa saudável… engano seu. A base desta parte nada saudável são produtos enlatados como milho e ervilha que além de conservantes, trazem para seu organismos, acidulantes, estabilizantes, corantes e outros produtos que você nem imagina do que se trata.

Acompanha:  maionese, catchup e mostarda. Preciso falar disso também?

Mas existe outra opção para nossa COMIDA TÍPICA: pastel frito em óleo supersaturado e tão maléfico para a saúde quanto a batata frita.

Caros Vereadores, preocupem-se com a vida do cidadão maringaense. Lutem por leis que nos protejam do trânsito violento. Lancem campanhas educativas para que possamos viver sem violência. Preocupem-se com a educação tão abandonada. Ajustem as leis para atender a população tão adoentada pelos erros de alimentação.

Representem-nos!

3 Comentários