Mês: agosto 2018



Pintaram o muro de preto!

A questão hoje é a seguinte: um artista foi contratado para grafitar as paredes do estádio Willie Davids e ao realizar sua obra, opinou. Pintou um cartoon criticando Jair e, de certa forma, acusando seus seguidores.

Eu preciso agora me declarar: acho esse candidato tão boçal quanto a ex-presidente. Se expressa tão mal quanto ela, tem ideias que não condizem aos fatos, tal qual ela, apesar de lados opostos.

Fiz isso para não parecer que o defendo e não o defendo mesmo a direita burra, mas também não defendo a esquerda burra. Ambos radicais e sem propósito de vida.

Quero apenas alimentar o debate sobre tal desenho que tomei a liberdade de reproduzir aqui.

Em primeiro lugar, o autor acredita que “Ja ir” será eleito, e por isso, alerta que todos “devem se acostumar” ao estupro, racismo e violência. Esta minha humilde interpretação, se estiver correta, já coloca sua crítica em decadência.

Em segundo lugar, ele não ousou colocar ali, naquele local, uma crítica ou elogio a algum time de futebol específico. Afinal esse seria um tema correlacionado ao local.

Em terceiro lugar, não falou nada sobre religião.

“Pau lo” deveria ter seguido a regra básica de não “meter o pau” na política, religião e futebol. Mas optou por desenhar sobre política em um ambiente público (meu, seu, nosso). Quando ele fez isto, meteu o pau parcialmente e deixou de mostrar os outros possíveis lados, pois acredito que não exista somente mais um lado político.

Não debatendo abertamente, Paulo tomou partido; se tem partido, não tem democracia.

Se não tem democracia não foi cerceado em nada.

Pintaram o muro de preto!

Sociedade
2 Comentários