Plantão nas creches

A Secretaria Municipal de Educação definiu o atendimento em sistema de plantão em 16 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) durante as férias. Conforme o calendário escolar, este ano o recesso iniciado no dia 8 prossegue até o dia 23 de julho. O atendimento nas creches é das 7 horas às 18 horas com revezamento de funcionários. Inicialmente, a procura foi de 5.500 pais de alunos. Nas creches, as atividades lúdicas se estendem até o dia 21. A alternativa aos pais que trabalham nas férias é resultado de uma medida regulamentada pela Lei 7.506/2006, sobre a política municipal de atendimento dos direitos da criança e do adolescente com normas gerais para sua adequação. No primeiro dia, o atendimento foi de 2.180 crianças, entretanto, o número de alunos oscilou entre 70% e 49%, de acordo com a planilha de frequência da Secretaria de Educação, sobretudo em baixas temperaturas.
O projeto Brincando nas Férias adotado em todas as unidades plantonistas tem pouco conteúdo pedagógico, já que o objetivo proposto é de recreação e aproveitamento do espaço externo. “Modificamos um pouco a rotina escolar com atividades lúdicas desenvolvidas na área externa das escolas. Como a criança permanece nas unidades por um longo perídodo, oportunizamos o encantamento da brincadeira, a interação e integração entre eles”, afirma a gerente da Educação Infantil, Juliana Macedo.

Comente aqui


Novo centro esportivo

Previsto para ser inaugurado no próximo domingo, dia 23, o Centro de Iniciação ao Esporte do Jardim Paulista III será utilizado também como o 16º centro esportivo disponibilizado para a comunidade maringaense. Além do ginásio, com moderna quadra poliesportiva oficial, de 40 metros por 20m de dimensão, iluminação com 33 refletores de 1.000 watts, o espaço tem uma plataforma de acessibilidade ao mezanino, onde foi instalada uma academia de ginástica com piso emborrachado. Um campo de futebol construído com recursos próprios do município completa o espaço esportivo, dotado de alambrado e vestiários.
Construído pelo município por meio de convênio com o Ministério do Esporte, ao custo de R$ 3,9 milhões, o Centro de Iniciação ao Esporte receberá o nome do professor Veldocir Roque Amboni, que durante vários anos ensinou a prática de esportes e educação física aos alunos da rede municipal de educação.

Comente aqui


HIV aumenta no país

Aumentou o número absoluto de novos casos de Aids no Brasil, em tendência contrária ao que se registra na média mundial. Dados divulgados nesta quinta-feira (20) pela UNAids, órgão das Nações Unidas para lidar com a epidemia, apontam que o total de novas infecções a cada ano no Brasil aumentou em 3% entre 2010 e o ano passado. No mundo, essa taxa sofreu contração de 11%. A elevação no país é considerada pequena, passando de 47 mil novos casos em 2010 e o ano passado. No mundo, essa taxa sofreu contração de 11%. A elevação no país é considerada pequena, passando de 47 mil novos casos em 2010 para 48 mil em 2016. Procurado, o Ministério da Saúde alegou que a grande população causa distorções na análise e teria sido melhor utilizar taxas de detecção da infecção, obtidas pela divisão do número de casos pelo número de habitantes. Assim, os dados epidemiológicos do Brasil indicariam a estabilização da epidemia, com viés de queda.

Comente aqui


Artesanato no Parque do Ingá

Em busca de alternativas para fomentar o artesanato e a cultura maringaenses, a Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Seide), promoverá a Feira do Parque dia 6 de agosto, no entorno do Parque do Ingá. Em reunião realizada hoje, 19, com presidentes das associações de artesanato, o secretário, Francisco Favoto pontuou que o projeto-piloto abrangerá as secretarias de Cultura (Semuc), responsável pelas apresentações musicais, Mobilidade Urbana (Semob) e Serviços Públicos (Semusp) encarregadas pela organização e estrutura. “O projeto-piloto nos fornecerá informações importantes sobre a organização da feira, como número de barracas adequado ao atendimento dos artesãos interessados em participar do evento, além de outras questões relevantes para dar sequência a atividade”, afirma o secretário, lembrando que na programação da feira prevê participação de food trucks. O presidente da Associação dos Artesãos de Maringá (Artemar), Leonil Lara, lembrou que é necessário ser criterioso da escolha dos artesãos. “O artesanato deve ter as características do artesão. Não é justo uma pessoa comprar uma peça feita e revender por um custo menor, enquanto fazemos a peça manualmente”, explica.
“Estamos preparando o plano de desenvolvimento local, em parceria com o Sebrae, para direcionar parâmetros dos produtos. Uma comissão avaliará, mensalmente, produtos que adentrarão nas associações e feiras”, esclareceu o Favoto, complementando que é importante a identidade do artesanato maringaense para ser expandido nacionalmente.

Comente aqui


Cantora morre no palco

A cantora francesa Barbara Weldens morreu durante o concerto que realizava na igreja de Goudron, na França, durante o Festival Léo Ferré, nesta quarta-feira (19). Segundo apurações da rádio Europe1, Barbara teria morrido eletrocutada. Um inquérito para a investigação do caso foi aberto. Ainda de acordo com informações da rádio, Barbara sofreu uma parada cardíaca e não houve tempo para a equipe médica prestar socorro quando chegou ao local. Jovem talentoBarbara Weldens tinha 35 anos e, em 2016, recebeu venceu o concurso de jovens talentos no Festival l Jacques Brel além do prêmio de revelação pela Academia Charles Cros.
No início de fevereiro, a cantora havia lançado se primeiro álbum, intitulado “Le grand H de l’homme”.

Comente aqui


Aumento adiado

A poucos minutos do horário esperado para o anúncio do governo de um aumento de impostos, o governo decidiu adiar a entrevista coletiva em Brasília, a princípio para amanhã, sexta-feira. Segundo fontes da equipe econômica, ainda não houve acordo sobre a extensão do aumento das alíquotas de PIS e Cofins para os combustíveis. Segundo a lei de diretrizes orçamentárias, o governo tem até o dia 22 de julho para apresentar o relatório de despesas e receitas.
O próprio ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse na quarta-feira à jornalista Miriam Leitão que o anúncio seria feito nesta quinta-feira. O aumento de PIS e Cofins sobre os combustíveis é considerado a melhor opção para equilibrar as contas públicas, pois pode ser feito por meio de decreto e ter efeito imediato, explicou o ministro.
A decisão de aumentar impostos visa a elevar a arrecadação federal e tentar cumprir a meta fiscal para 2017, fixada em déficit de R$ 139 bilhões.

Comente aqui


Salvamento por telefone

A mãe Luciana Alves de Oliveira ligou para a Polícia Militar (PM) de Marialva por engano na tarde de terça-feira (18). Desesperada, com a filha de oito meses que havia engasgado, ela não conseguia lembrar o número do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para ajudá-la nessa situação. Rafael Correia Bueno, o soldado que atendeu a ligação, no entanto, percebeu a urgência e orientou a mãe sobre os procedimentos a serem realizados até a chegada do socorro. Quando Luciana disse que a bebê estava engasgada, o policial a orientou a deitar a criança sobre o braço dela, com a cabeça um pouco mais baixa que o corpo, dar cinco tapas nas costas dela e depois abrir a boca da bebê para verificar se havia algo na boca dela e se tinha voltado a respirar. Rapidamente, a mãe seguiu as orientações e disse ao soldado Bueno que Isadora tinha voltado ao estado normal. O policial, então, passou o número do Samu (192) e pediu para que ela solicitasse o serviço, para garantir que a bebê ficaria bem.

Comente aqui


Servidores aposentados homenageados

Um grupo de 22 servidores públicos municipais que se aposentaram pela Prefeitura de Maringá entre os meses de maio e junho deste ano foi recebido pelo prefeito Ulisses Maia, em seu gabinete, na manhã desta quinta-feira, 20. “A homenagem prestada simboliza o agradecimento e gratidão da administração municipal pelo tempo dedicado pelos servidores, ao longo da carreira, para o desenvolvimento da cidade”, explicou o prefeito. “Uma cidade não se faz sozinha, mas por um conjunto de pessoas que a ajudam a se construir, a embelezar-se e progredir”, enfatizou.
Ao anunciar a ideia de homenagear periodicamente os funcionários públicos recém-aposentados, o prefeito recebeu elogios pela iniciativa. “Estou parando agora de trabalhar, mas nunca tinha visto antes algum colega meu se aposentar e ser homenageado pelo prefeito por essa conquista”, comentou o ex-servidor José Cavaron Neto, que trabalhou durante 40 de seus 65 anos no setor de Pavimentação da Secretaria Municipal de Serviços Públicos. Porta-voz dos aposentados, a ex-funcionária do Posto de Atendimento Zona Norte, Zilei Carolina, disse que a categoria se sente valorizada com essa homenagem. “É um sinal de carinho e atenção dos gestores, especialmente com os servidores que estão deixando de atuar no trabalho que fizeram por muitos anos, seja atendendo a população nos postos de saúde, varrendo ruas ou intermediando situações para melhorar as condições de vida do povo”, enumerou.
A cerimônia também teve a participação do presidente da Câmara Municipal, Mário Hossokawa, e dos vereadores Onivaldo Barris, Jean Marques, Carlos Mariucci e Odair Fogueteiro, além do secretário municipal de Gestão, Laércio Fondazzi – que acumula a superintendência da Maringá Previdência – e outros secretários. “É uma alegria participar pela primeira vez de um evento como este, onde a Prefeitura demonstra seu reconhecimento e respeito aos servidores que tanto ajudaram a cidade a ser grande, como é hoje”, destacou o presidente da Câmara Municipal, vereador Mário Hossokawa.
O prefeito Ulisses Maia fez questão de cumprimentar um a um os 22 servidores recém-aposentados e entregou a eles o certificado de valorização junto com um bottom estampando o brasão do município.
No final do encontro foi servido um café da manhã para os presentes, onde os aposentados conversaram sobre os planos para uma nova fase da vida, agora mais próximos da família. (CP)

Comente aqui


Sem verba

Principal braço executor do Plano Nacional de Segurança do governo Michel Temer (PMDB), a Força Nacional de Segurança poderá perder 66% do seu efetivo de 2.350 homens e mulheres por questões orçamentárias até o fim deste mês. Diante de um déficit previsto de R$ 120 milhões, o coordenador-geral da administração do departamento responsável pela gestão da tropa, João Francisco Goulart dos Santos, sugeriu que o Ministério da Justiça desmobilize 1.550 policiais e militares da reserva que hoje compõem o efetivo ou peça uma suplementação para conseguir pagar diárias e passagens. As informações foram expostas no Memorando 893, considerado urgentíssimo e direcionado ao coronel Joviano Conceição Lima, diretor da Força. A medida foi antecipada pelo jornal Folha de S. Paulo. “Tendo em vista o imenso contingenciamento em todas as áreas ao governo federal, considero que, não havendo suplementação orçamentária, rogo pela autorização para aplicação da solução 2 (desmobilização)”.
Em nota, o Ministério da Justiça disse que “o pedido de suplementação orçamentária para a Força Nacional está sob análise no Ministério da Justiça e Segurança Pública”. “Assim que concluídas as avaliações necessárias, uma solução cabível será imediatamente adotada.”
O Ministério do Planejamento informou que “novas liberações de recursos estão condicionadas aos compromissos assumidos pelo governo com o novo regime fiscal, que impõe limite para o teto do gasto da União”.

Comente aqui


Prepare os bolsos

As equipes dos ministérios da Fazenda e do Planejamento já chegaram à conclusão de que arrecadação adicional com o aumento do Pis/Cofins e outras receitas extraordinárias deve superar R$10 bilhões. Os cálculos ainda estão sendo feitos para se chegar ao número final necessário para cumprir a meta fiscal deste ano, que prevê déficit de R$139 bilhões. A área política do governo chegou a sugerir que a meta fiscal fosse revista, com ampliação do déficit nas contas públicas, mas essa alternativa foi rejeitada pela equipe econômica, pois levaria à perda de credibilidade da estratégia do ministro Henrique Meirelles de fazer um ajuste gradual das contas públicas, sem retrocessos.

Comente aqui