OAB atua com isenção na campanha eleitoral

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Maringá, divulgou informação sobre a sua atuação isenta no processo eleitoral. A nota tem o seguinte teor:
“A defesa do Estado Democrático de Direito é uma das principais bandeiras de luta da Ordem dos Advogados do Brasil ao longo de sua história. Desde a sua gênese, a entidade é um baluarte a serviço da democracia. Sem liberdade de expressão, sem direitos, não há cidadania. E a cidadania se conquista principalmente pelo direito ao voto. É este um dos instrumentos imprescindíveis para a existência do Estado Democrático de Direito. Mas não basta somente o direito ao voto. É preciso garantir que o cidadão exerça-o de forma consciente, por livre escolha, sem qualquer tipo de pressão, principalmente do poder econômico.
Neste sentido, está atuando a entidade em Maringá, participando, junto à Associação Comercial e Empresarial (Acim) e à Igreja Católica, do Comitê 9840 de Combate a Corrupção Eleitoral, a fim de evitar qualquer tipo de abuso por parte dos candidatos sobre os eleitores.
Foi disponibilizado inclusive um telefone para o atendimento ao eleitor. Com certeza, este trabalho está contribuindo para a lisura do pleito no município.
Outrossim, a entidade de todos os advogados atua, no processo eleitoral, de forma isenta, transparente, sem jamais se manifestar a favor de uma ou de outra candidatura. Este posicionamento apartidário é que garante a isenção para cumprir essa função fiscalizadora.”

2 comentários sobre “OAB atua com isenção na campanha eleitoral

  1. Luis 27 de outubro de 2012 19:09

    Se a OAB em Maringá está participando no Combate a Corrupção Eleitoral, a fim de evitar qualquer tipo de abuso por parte dos candidatos sobre os eleitores, deveria autuar e prender os Srs Diniz Neto e Milton Ravagnani por infringir a lei eleitoral.

  2. Diniz Neto 27 de outubro de 2012 20:43

    Publiquei esse comentário do Luis para mostrar o nível de certas pessoas e grupos de Maringá.
    Recebi 36 comentários agressivos e ameaças, inclusive de morte, pelo “crime” de publicar o resultado do julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal. Esse comentário acima, agressivo e absurdo, foi feito em uma postagem que fala que a OAB se manifestou como entidade isenta nas eleições em Maringá, como, aliás, o é em eleições em todo o país.
    Por que tanta histeria? Talvez porque alguns advogados, muitos ex-CCs da administração de 2001 a 2004, emitiram uma nota onde insinuavam que os advogados de Maringá apoiavam um dos candidatos. A nota é vergonhosa em toda a sua intenção e teor.
    Algumas pessoas ainda acham que o Brasil é uma terra de ninguém. Porém, temos todos direito à opinião e à informação.
    Se alguém foi isento nessa eleição posso afirmar que o O Diário e o blog que assino primaram por isso.
    Quase não postei nesse período e tomei cuidado até com os comentários para não servir de espaço para campanha eleitoral.
    Se as coisas que escrevi incomodaram alguém ou a algum grupo, precisamos redobrar o cuidado e a atenção com essas pessoas, porque não têm espírito democrático e desejam que as informações e opiniões sejam sempre favoráveis a eles.
    Como já disse, várias vezes, Maringá é Brasil, não é Venezuela, não é Cuba.
    Repudio as atitudes e agressões gratuitas. Aprendam a conviver em sociedade e com opiniões a fatos contrários à sua vontade.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.