Redes sociais são prejudiciais

Quatro das cinco redes sociais mais populares foram consideradas prejudiciais à saúde mental de crianças e jovens, de acordo com pesquisa conduzida por duas organizações de saúde britânicas, a Royal Society for Public Health e a Young Health Movement. Segundo o estudo, o Instagram é o principal causador de impacto negativo, seguido pelo Snapchat, pelo Facebook e pelo Twitter. Apenas o YouTube foi considerado capaz de causar um impacto positivo nos jovens.

Um comentário sobre “Redes sociais são prejudiciais

  1. RALF 19 de maio de 2017 15:42

    SE PERDE MUIIIIIITO TEMPO NESSAS COISAS. UNS GANHAM DINHEIRO E OUTROS PERDA DE TEMPO

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.