Governo libera 55 mil horas para contratação de professores nas universidades

O governador Beto Richa assinou, nesta segunda-feira (19), o decreto que autoriza as sete universidades estaduais a utilizar 55.905 horas por semana para a contratação de docentes em regime especial por tempo determinado. Segundo Richa, mesmo com a necessidade de ajuste permanente nas contas públicas, foi realizado um esforço por parte do governo para manter o bom funcionamento das instituições de ensino superior no Paraná.“Atendemos aos pedidos dos reitores das universidades na questão da hora-aula para que não haja nenhum tipo de prejuízo aos alunos. O ano letivo transcorrerá dentro da sua normalidade”, afirmou.

O secretário João Carlos Gomes (Ciência, Tecnologia e Ensino Superior) destacou o empenho do governador em resolver as demandas das universidades.

As instituições estão autorizadas a manter contratos de docentes em regime especial conforme especificado no decreto. A distribuição carga horária é a seguinte:
Universidade Estadual de Londrina (UEL) – 4 mil horas.
Universidade Estadual de Maringá (UEM) – 15 mil horas.
Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) – 6.300 horas.
Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) – 7.600 horas.
Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) – 10 mil horas.
Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) – 5.005 horas.
Universidade Estadual do Paraná (Unespar) – 8 mil horas.

2 comentários sobre “Governo libera 55 mil horas para contratação de professores nas universidades

  1. Alvaro 20 de março de 2018 15:38

    Gostaria de saber quantas horas os professores comcoursados dão de aula e a porcentagem dos que não dão e por que

  2. Diniz Neto 20 de março de 2018 15:45

    Olha, Alvaro, eu também queria saber. Vou colocar sua sugestão nas colunas de amanhã na CBN e no O Diário.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.