Gilmar Mendes manda soltar Beto Richa

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), concedeu habeas corpus para soltar o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), na noite desta sexta-feira (14). A informação é da jornalista Mônica Bérgamo, da Folha de S. Paulo. Ele deu também salvo conduto ao tucano em relação a qualquer determinação de prisão preventiva, o que suspende a recente ordem de prisão do juiz Fernando Fischer, divulgada nesta sexta.

A prisão provisória havia sido transformada em prisão preventiva.

A sentença beneficiou todos os presos na operação realizada no Paraná, o começo da semana.

A prisão ocorreu diante do argumento de que o ex-governador comandava uma organização criminosa que ordenava o recebimento de propinas de fornecedores do governo do Paraná. A prisão gerou reações. A corregedoria do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) abriu reclamação disciplinar para verificar se a iniciativa foi uma tentativa de influenciar no calendário político.

Serão investigados também promotores que apresentaram ações contra os presidenciáveis Fernando Haddad, do PT, e Geraldo Alckmin, do PSDB.

O próprio ministro disse ver “notório abuso de poder” e a necessidade de que fossem colocados “freios” na atuação dos investigadores.

 

Foto: TribunaPR/Fernando Zequinao

2 comentários sobre “Gilmar Mendes manda soltar Beto Richa

  1. Carlos 14 de setembro de 2018 23:27

    Esse é tucano, não tem problema. Pode soltar. É uma piada esse judiciário brasileiro.

  2. Pedro 15 de setembro de 2018 09:45

    Corrupção deste lado pode, não importa como nem quando, né?

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.