Cida Borghetti



Cida Borghetti assume o Governo do Paraná na próxima semana

Cida Borghetti assume o Governo do Paraná na próxima semana. O governador Beto Richa cumpre agenda oficial na Europa de 10 a 17 de dezembro.
Entre os compromissos de Cida Borghetti estão a assinatura de convênio com o Ministério da Justiça, a liberação de recursos para prefeituras e o anúncio da parceria com Curitiba para despoluição do Rio Belém. Além disso, a governadora em exercício irá representar o Paraná na reunião do Codesul em Porto Alegre e inaugurar o Centro de Especialidades de Maringá e o Hospital Madre de Dio em São Miguel do Iguaçu.

3 Comentários


Coluna de quinta-feira, dia 7 de dezembro

RECONHECIMENTO Cumprindo uma agenda em cidades do Paraná, o diretor-presidente da Paranaprevidência, Wilson Quinteiro, estará hoje em Maringá para a entrega de menções honrosas aos servidores estaduais aposentados em 2016. Está uma iniciativa pioneira, de valorização aos servidores que encerraram as suas carreiras. Hoje, dia 7, às 16 horas, no Auditório do PDE da Universidade Estadual de Maringá, Av. Colombo, 5.790.

INTERIOR Este é o primeiro que o evento de homenagem aos recém-aposentados é realizado no interior do estado, uma inovação de Wilson Quinteiro.

HUMANIZAÇÃO O reconhecimento aos aposentados pelos serviços prestados é uma forma de valorizar pessoas que dedicaram as suas vidas ao serviço público.

APLAUSO O empresário Divanir Braz Palma, fez contato ontem com a coluna. Fez questão de registrar o aplauso à decoração e eventos de Natal.

FEZ O CERTO Para ele, o prefeito Ulisses Maia fez o certo, pois Maringá precisa dessas atrações de Natal. Destacou o sucesso do evento deste ano, que está atraindo milhares de pessoas, todos os dias.

GRANDE HOTEL Para Divanir a compra do Bandeirantes Hotel pela Prefeitura é uma iniciativa correta e deve merecer apoio dos maringaenses.

POSSE RESPONSÁVEL Alunos do curso de Medicina Veterinária da Uningá (2º ano) estão realizando um projeto de conscientização sobre a posse responsável de animais.

HOMENAGEM A vice-governadora Cida Borghetti vai receber a Ordem do Pinheiro, no dia 19 de dezembro, data da emancipação do Paraná.

CONDECORAÇÃO Esta é a mais alta condecoração do Governo do Paraná. Em 22 de novembro, Cida recebeu a medalha do Mérito Legislativo, a mais alta condecoração da Câmara dos Deputados.

COCAMAR Está circulando o Jornal de Serviço Cocamar, de dezembro. A publicação tem como editores os jornalistas Rogério Recco e Marly Aires.

IPTU O reajuste do IPTU de Maringá para 2018 deverá ser de 2,77%.

DESCONTOS Uma mudança que deverá estar na lei, é a redução dos descontos. Os 15% da 1ª parcela dever ficar em 12% e os 10% do segundo prazo devem cair para 8%.

PASSEIO CICLISTICO O maior passeio ciclístico do ano deverá acontecer no dia 13, próxima quarta-feira. A concentração será às 19h30, ao lado do Mercadão.

REALIZAÇÃO O evento é organizado pelo Movimento Pró Ciclovia Maringá e diversos grupos de pedal. Informação de Marcos Capellazzi, da SM Bike – 44 99928 0746.

 

MUNICÍPIOS

ÂNGULO A empresária Vilma Bachesk (Vilma do Carlão), assumiu a presidência da executiva do mais novo partido a ser implantado em Ângulo, o Podemos.

NO PAÍS O Podemos tem 15 deputados federais e três senadores. Destaque para o senador Alvaro Dias, que já lançou a sua candidatura à Presidência da República.

HOMENAGEM Com a presença dos presidentes das Executivas do Podemos de Maringá, Ângulo, Doutor Camargo e Paiçandu recebi uma homenagem, no sábado passado.

TRABALHO Agradeço a lembrança do partido, mas reitero que repassar aos leitores informações é uma obrigação, é a função do colunista.

 

FRASE
“A verdadeira afeição na longa ausência se prova”. Luís de Camões

 

PARA LEMBRAR

A CASA DO PAPAI NOEL, instalada sob o palco central na Praça da Prefeitura, funcionará de segunda a sexta, das 8 às 11h30 e das 15 às 22 horas. Sábados e domingos, das 15 às 22h.

7 DE DEZEMBRO, 20 horas. Palestra com o tema “Cenários e Tendências Econômicas”, por Alexandre Schwartsman, no auditório do Edifício Atrium. Avaliação do contexto econômico dom país e apresentação de ideias e soluções. Participação do economista Joilson dias. R$ 15. Whatsapp (44) 99704 8208.

7 a 10 DE DEZEMBRO – 17ª Festa das Nações de São Jorge do Ivaí, em comemoração aos 62 anos do município. Aniversário dia 7, quinta-feira. Shows: dia 7, Bruninho&Davi; dia 8, Léo&Rafael; dia 9, Wagner Barreto; dia 10, Banda Brasil 2000. Praça de alimentação, parque de diversões, exposições e artesanato.

 

ÚLTIMA
Ontem, dia 6, fez um ano da morte de Edson Lima. A ele nossa lembrança e aplauso.

17ª Festa das Nações de São Jorge do Ivaí, em comemoração aos 62 anos do município. Aniversário dia 7, quinta-feira. Shows: dia 7, Bruninho&Davi; dia 8, Léo&Rafael; dia 9, Wagner Barreto; dia 10, Banda Brasil 2000. Praça de alimentação, parque de diversões, exposições e artesanato.

 

1 Comentário


Reconhecimento

Ordem do Pinheiro. Foto: Jonas Oliveira / ANPr

A vice-governadora Cida Borghetti vai receber a Ordem do Pinheiro, no dia 19 de dezembro, data da emancipação do Paraná. Ela será uma das homenageadas com a mais alta condecoração do Governo do Estado do Paraná.
Recentemente, no dia 22 de novembro, Cida recebeu a maior condecoração da Câmara dos Deputados, a medalha do Mérito Legislativo, em reconhecimento ao seu trabalho na elaboração e aprovação do “Marco da 1ª Primeira Infância”. Cida presidiu a comissão especial dos trabalhos, na sua gestão como deputada federal.

Comente aqui


Entrevista de Cida Borghetti a Denian Couto, hoje, na RIC TV

A vice-governadora Cida Borghetti foi a entrevistada de Denian Couto, na RIC TV Paraná. Cida esteve nos estúdios do Paraná no Ar, na terça-feira (28), para contar sobre seus projetos no mandato de agora e as novas possibilidades, no ano que vem.
Falou sobre a possibilidade de ser governadora do estado, em 2018, com a candidatura do governador Beto Richa ao Senado. Assim ela será candidata a governadora, no ano que vem.
Cida respondeu na perguntas que estão sendo feitas a todos os pré-candidatos ao governo: Pedágio, educação, saúde, segurança e outras.
Cida pensa em modelo de gestão eficiente, que priorize a educação, preparando adolescentes e jovens para as suas vidas, com reflexos na ampliação de oportunidades e na economia do Paraná.
Ela também respondeu perguntas sobre muitas outras áreas de governo que interferem diretamente na vida dos paraenses.

1 Comentário


Candidatura avança

Articulações em torno da candidatura de Cida Borghetti (PP) ao Palácio Iguaçu tomam corpo e extrapolam as divisas do Paraná. Nesta semana, um jantar em Brasília reuniu na mesma mesa Cida Borghetti com  deputados federais, prefeitos e vereadores de diferentes partidos e com votos espalhados em todas as regiões.
Lideranças da forte e capilar Associação dos Municípios do Paraná (AMP) também estavam por lá.  Organizado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, notório articulador político, o encontro à beira do Paranoá passou pela pauta municipalista, reforma da previdência e conversas sobre 2018.
No eventos por onde foi em Brasília, na terça e quarta-feira, Cida foi muito procurada pela imprensa para entrevistas sobre o Paraná, seus projetos e realizações.

Comente aqui


Coluna de quarta-feira, dia 22 de novembro

HOMENAGEM A vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, receberá hoje (22), em Brasília, a medalha do mérito legislativo, uma das maiores honrarias concedidas pelo Congresso Nacional. A indicação, proposta pela deputada federal Leandre, é um reconhecimento ao trabalho de Cida Borghetti, quando era deputada federal, na presidência da comissão especial que redigiu e aprovou o Marco Legal da Primeira Infância. A legislação é considerada a mais avançada no mundo na proteção às crianças de zero a seis anos. A premiação ocorrerá a partir das 10h30 em sessão especial no plenário Ulysses Guimarães da Câmara dos Deputados.

SIM, SÓ QUE NÃO Alguns pré-candidatos deram um gás na pré-campanha, com muitas visitas e atividades. Mas compromissos já começaram a furar.

NA BOATE Um vídeo, gravado essa semana em boate da cidade, chegou a ser publicado no Instagran. Ao que tudo indica, foi deletado a tempo de evitar um escândalo.

NO ATAQUE Tudo indica que há um grupo de pessoas, talvez até utilizando robôs (programas de computador), atacando e denunciando desafetos na internet.

FACEBOOK Foram registrados, nas duas últimas semanas, sumiços de algumas fan pages, uma delas após publicação de um artigo crítico sobre as finanças da Prefeitura.

INVASÃO Em outro caso, um blog teria sido invadido, com publicação de conversa do seu editor com o prefeito de Maringá.

INSEGURANÇA De qualquer forma uma coisa é certa: algo anda acontecendo na internet de Maringá e região, com ataques de vários tipos a sites e fan pages.

INOVAÇÃO Maringá é mesmo uma cidade com vocação inovadora. Conseguiu criar o “descontrolador geral”.

ÁRVORES Projeto do vereador Do Carmo, feito para agilizar corte de árvores condenadas, vem enfrentando resistência. Ele gravou entrevista, que está no blog.

GARGALO Colombo, trevo de saída para Iguatemi, Nova Esperança e Paranavaí. Cada vez mais problemas para passar por este ponto da cidade, em vários horários.

AULA A Drª Lucia Ozelame vai ministrar aulas no XVI Damon Smile Simposio, dias 23 a 25 de novembro, no Hotel Marriot Guarulhos (Clinical Mentoring).

INOVAÇÃO Participando sempre dos principais eventos de ortodontia, no mundo, há anos ela traz para Maringá cursos e técnicas inovadoras.

NATAL ENCANTADO O evento de chegada do Papai Noel, em Maringá, está marcado para o dia 1º de dezembro, às 19 horas, na Praça da Prefeitura.

SESSÃO Amanhã, dia 23, a sessão da Câmara será às 19 horas, com homenagem ao Lions Clube Maringá Cidade Canção, nas pessoas de João Willrich e Wolney César Rubi, governador do Distrito LD6.

 

MUNICÍPIOS

PORTO RICO Muito bom o site Visite Porto Rico. Acesso: www.visiteportorico.com.br.

DATA CERTA Corrigindo a data dos 62 anos de São Jorge do Ivaí: Dia 8 de dezembro, Dia da Imaculada Conceição.

ACESSIBILIDADE Mais uma cidade da região executou rampas de acessibilidade que não levam a lugar nenhum, a não ser barro e mato. Fotos circulando na internet.

SAÚDE O Consórcio de Saúde Cisamusep vai mudar para a sede nova no começo de dezembro. Impressionante o movimento de atendimento na sede atual.

 

FRASE
“Costumo voltar atrás, sim. Não tenho compromisso com o erro”. Juscelino Kubitschek

 

PARA LEMBRAR

22 DE NOVEMBRO O Fórum da Longevidade será realizado continua hoje, na FEITEP, Av. Paranavaí, 1164 – Parque Industrial Bandeirantes, Maringá.

22 DE NOVEMBRO, às 19 horas, no Sebrae, IV Semana da Micro e Pequena Empresa Paranaense. Palestra com Jairo de Paula, com o tema “Capacitação em Coaching – Gestão e Liderança Funcional”. A programação que também terá palestras sobre crédito e gestão para empresas. Inscrições gratuitas: https://goo.gl/BpTExB. Evento da Fampepar com apoio do Sebrae.

22 DE NOVEMBRO, às 8 horas. Na paróquia São Paulo Apóstolo, a pediatra Mariane Arns e mais 100 médicos realizarão um mutirão de consultas e encaminhamentos. Bebês até 4 meses de idade. O bebê não precisa estar cadastrado na Pastoral

24 DE NOVEMBRO, 13 horas, Hotel Metrópole. Fórum Justiça, Capital e Trabalho. A terceirização, a flexibilização da jornada, o fatiamento das férias e o fim da contribuição sindical. Temas em debate com o advogado tributarista Dirceu Galdino; desembargadores Cássio Colombo Filho e Ney José de Freitas e juiz federal Marlon Mellek, membro da Comissão de Redação Final da nova Lei Trabalhista.
Vagas limitadas. Informações no site www.forumjct.com.br.

27 DE NOVEMBRO, 8 horas, Victoria Villa Hotel, Curitiba. IV Semana da Micro e Pequena Empresa Paranaense e XII Encontro Sul Sudeste da Micro e Pequena Empresa. Apoio do Sebrae. Palestras da jornalista Sulamita Mendes, advogado Marcelo Alvarenga, empreendedor e escritor Allan Costa. Inscrições gratuitas: goo.gl/wsaU8u

 

ÚLTIMA
Combinado não é caro.

1 Comentário


Cida apresenta projeto de duplicação da BR-376 ao ministro dos Transportes

 

Nesta sexta-feira, dia 18, a vice-governadora Cida Boirghetti terá uma audiência com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, em Maringá. Ela apresentará a ele o projeto de duplicação da BR-376, do Paraná até Mato Grosso do Sul.
A duplicação foi tema de reunião do governador Beto Richa, da vice-governadora, prefeitos e lideranças da região Noroeste. O projeto é para uma obra entre Paranavaí (PR) e Taquarussu (MS).
Cida fará a audiência em Maringá na sexta-feira, aproveitando a visita do ministro a Maringá para anunciar recursos para ampliação do aeroporto regional Silvio Name Júnior.

1 Comentário


Cida assume governo do Paraná

cida
Às 9 horas dessa segunda-feira (19), Cida Borghetti assumirá o governo do Estado do Paraná.
A transmissão de cargo ocorrerá no Salão Nobre do Palácio Iguaçu.
Cida estará no cargo até o retorno do governador Beto Richa que chefia missão oficial na China, Rússia e França.
Na agenda da governadora em exercício estão trabalho no Palácio e viagens ao interior e à Brasília.

Comente aqui


Créditos na questão do Gerardo Braga

Foi grande a mobilização em defesa da continuidade do funcionando do Colégio Estadual Dr. José Gerardo Braga, em Maringá.
Comunidades e políticos trabalharam para que o fechamento proposto pela Secretaria de Educação não se concretizasse.
Deputados estaduais, vereadores e Câmara Municipal, entidades, foram muitas as ações e contatos com o governo para que a escola continuasse funcionando.
O Diário fez uma reportagem ampla, reportando a importância histórica da escola.
A decisão veio em nota da vice-governadora Cida Borghetti: “Sou contra o fechamento das atividades na instituição”. O Colégio Dr. José Gerardo Braga, em Maringá, não vai fechar e não haverá remanejamento dos estudantes, informou em nota a sua assessoria.
Segundo a vice-governadora os estudos de otimização da infraestrutura serão revistos pela Secretaria da Educação e uma nova solução será apresentada para ser discutida com a comunidade de Maringá.
Também é importante ressaltar: todos que se mobilizaram e manifestaram a favor do colégio fizeram a sua parte.
O resultado esperado, que é a continuidade do Gerardo Braga, foi alcançado. Isso é o que importa.

2 Comentários


Sucessão estadual: Ricardo fala sobre o governo e a sucessão

Deputado federal Ricardo Barros (Foto: Wenderson Araújo/Gazeta do Povo)

Deputado federal Ricardo Barros (Foto: Wenderson Araújo/Gazeta do Povo)

A Gazeta do Povo traz entrevista com o deputado federal Ricardo Barros sobre “sucessão estadual”.
O título é “Barros já tem até slogan para Cida em 2018: ‘Fazer no Paraná o que foi feito em Maringá’”. A entrevista é assinada por André Gonçalves.

A vice-governadora Cida Borghetti (Pros) não apenas é candidata a assumir o Palácio Iguaçu em 2018, como já tem até plataforma de campanha: levar ao estado a experiência da gestão municipal de Maringá. Quem revela os planos é o marido dela, Ricardo Barros (PP), deputado federal que trabalha em diversas frentes para pavimentar a candidatura da esposa. Uma delas é viabilizar a antecipação dos contratos com as concessionárias de pedágio, que acabam em 2022, em troca de redução na tarifa e obras. “Esperamos que o governo [Richa], terminando bem, facilite a possibilidade de ela concorrer. Mas a nossa referência política é Maringá”, cita Barros.

O sr. tem feito críticas à gestão Richa e falou em “muitas decisões equivocadas”. Quais foram?
O Paraná tem o mérito de já ter aprovado seu ajuste fiscal. Então, isso quer dizer que nós temos a perspectiva de terminar bem o governo, com condições de fazer os investimentos que o Paraná precisa. Agora, a condução da votação do ajuste teve alguns equívocos, que todos conhecem, que provocaram um desgaste muito grande para o governador. Os erros são aqueles que toda imprensa já noticiou. O governador e o líder do governo na Assembleia [Luiz Cláudio Romanelli] escolheram mal os caminhos para alcançar o objetivo da votação. Mas está feito, está aprovado e o resultado final é bom.

O governo errou na negociação com os servidores?
Não. Acho que conduziu mal o processo legislativo. Encaminhou o projeto na data errada. Criou uma possibilidade de reação muito forte. Podia ter mandado o projeto numa segunda-feira para votar até quinta. Mas mandou na semana anterior à votação, o que permitiu uma grande mobilização. São erros que custaram grande desgaste.

Como o sr. se considera em relação ao governo Richa: um aliado, independente ou alguém que pode fazer oposição em determinados momentos?
Somos aliados porque escolhemos essa aliança e vamos participar do governo na medida em que formos chamados a opinar. A nossa condição de aliado decorre da iniciativa do governador em nos ouvir nas decisões tomadas.

Ele procura o sr.?
Nós temos procurado encontrá-lo e dar a nossa opinião sobre a condução dessas questões. Esperamos ser ouvidos.

A impressão que existe é que o sr., a vice-governadora e o secretário de Planejamento, Silvio Barros [irmão de Ricardo], têm buscado uma pauta própria dentro do governo, principalmente com a atração de recursos federais e investimentos da iniciativa privada. É isso ?
É o caminho que escolhemos para cooperar. O governo tem o seu orçamento e nós estamos buscando ações que permitam que a iniciativa privada invista muito no Paraná. Nosso objetivo é consolidar essas oportunidades, primeiro pelos investimentos que as concessionárias [de pedágio] possam fazer, por ampliação de prazo das concessões [que acabam em 2022]. O contrato com as concessionárias é ruim. A taxa de retorno de 19% ao ano é muito alta. Queremos o quanto antes reformular esse contrato para que ele possa se tornar bom para os paranaenses, com menos tarifa e mais investimentos.

O sr. tem convicção de que a saída é a antecipação da renovação dos contratos com as atuais concessionárias?
Eu estou convencido de que, se pudermos negociar com as concessionárias, numa corresponsabilidade com o governo federal, porque dependemos da delegação deles no caso das rodovias federais, isso necessariamente é bom para o Paraná. Se nós podemos antecipar obras e reduzir tarifas agora, porque devemos esperar mais sete anos? Vamos antecipar. Esse é o caminho e devemos fazer isso com absoluta transparência.
O governo do estado tem batido na tecla de que é possível separar a delegação da renovação das concessões.
É nisso que eu discordei do governador. Não vai acontecer dessa forma. A União nos dará a renovação da delegação se souber o que o governo do estado vai fazer com essa delegação. Não vai dar uma carta em branco para o estado.

O sr. vê semelhanças entre a crise da gestão Richa com a do governo Dilma?
Não. O problema do governo federal está em outro estágio. A presidente tem um problema de consolidação do governo de coalizão, que o governador não tem. Ele tem uma base segura, que participa do governo efetivamente. Cada secretário segue uma diretriz, mas tem a liberdade de aplicar o programa do seu partido na área em que atua. No governo federal não é assim. O PT quer que todos ajam dentro da sua mentalidade e detém a enorme maioria dos cargos. Evidentemente, o compromisso dos partidos que fazem parte da coalizão é bem menor. Os ministros não se sentem corresponsáveis pelo governo. É isso que fragiliza o governo Dilma.

Qual deles têm mais possibilidades de recuperar a popularidade?
O governador. Ele já fez o ajuste fiscal. Recuperando o governo, recupera sua imagem. Vejo no governo Dilma mais dificuldades para o ajuste fiscal e na relação com a base aliada.

De Brasília saem recursos para o Paraná?
Saem. Evidentemente que eu, como relator-geral do orçamento de 2016, privilegiarei o Paraná, que é minha obrigação e farei com prazer.

Hoje o sr. acha que a vice-governadora Cida Borghetti é a candidata natural à sucessão do governador?
Não acho que ela é a candidata natural. Mas ela, assumindo o governo [em caso de desincompatibilização de Richa para disputar o Senado, por exemplo], vai concorrer ao governo. Claro que isso vai depender de vários fatores. Mas é natural que ela, como vice-governadora, pleiteie o governo ao assumir a cadeira. Temos outras pretensões legítimas também que se apresentam no estado. Para nós, não tem problema, é democrático. Como é nosso estilo, ao acabar a eleição, se ganharmos, estaremos convidando todos para estar juntos. E se perdermos, estaremos juntos. Para nós, disputar eleição é disputar a oportunidade de servir a comunidade.

A candidatura da Cida só se viabiliza se o governo Richa for bem?
Nós estamos trabalhando muito para o governo ir bem. Por isso, trabalhamos em frentes que não dependem do caixa do estado. Esperamos que o governo, terminando bem, facilite a possibilidade de ela concorrer. Mas a nossa referência política é Maringá. Então, qual será o discurso da vice-governadora? Vamos fazer no Paraná o que fizemos em Maringá. É uma prefeitura extremamente organizada, com a melhor gestão fiscal do Paraná, com 22% de capacidade de investimento sobre a arrecadação. Somos primeiro no estado em quase tudo e segundo no que não dá para concorrer com a capital. A gente tem muita alegria de poder ter construído, junto com outros administradores competentes que a cidade teve, essa referência que é Maringá.

Se o governador optar, por exemplo, em tentar fazer um sucessor do PSDB, Cida pode ser candidata mesmo assim? Independe de uma decisão do grupo de Richa?
O governador, se deixar o cargo, será candidato. Evidentemente, será candidato na coligação da vice. Não vai ser candidato para ser contra quem está no governo. É natural que estejamos juntos no próximo pleito. Não vejo nenhuma dificuldade nisso. Acho que a aliança está bem formada. Temos outros pretendentes dentro do mesmo grupo político, mas não vejo nenhuma dificuldade de compor. Tem espaço para todos.

Comente aqui