Luiz Nishimori



Brasil/Japão

Está acontecendo agora audiência pública presidida pelo deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR), na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional.
É uma audiência conjunta das Comissões CDEICS (Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços) e CREDN (Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Naciona), tem por objetivo organizar a celebração dos 109 anos da Imigração Japonesa no Brasil e debater temas relacionados à cooperação bilateral (Brasil – Japão).
A audiência foi solicita pelo deputado Luiz Nishimori. Participam o embaixador do Japão no Brasil, Satoru Satoh; Akio Saito, representante chefe da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e Cecília Kiku Ishitani, ministra, representante do Ministério das Relações Exteriores.

Comente aqui


Em Brasília

Mesmo com a semana mais curta, em razão do feriado, o deputado federal Luiz Nishimori (PR) teve várias atividades em Brasilília, de segunda a quarta-feira.
Ele participou da reunião da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, na terça-feira.
Na reunião, Nishimori fez um relato da audiência pública que realizou, debatendo sobre produtos orgânicos.
Na terça-feira, o deputado participou de reunião da bancada do Partido da República (PR).

Comente aqui


Em Brasília

Em Brasília, o deputado federal Luiz Nishimori (PR) participou ontem da reunião da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Fez um relato da audiência pública que realizou, quando foram, debatidos os produtos orgânicos.

Ele também participou de reuniões com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, e com a Bancada do Partido da República (PR).

Comente aqui


Nishimori preside audiência pública da Comissão de Agricultura

O deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR) presidiu audiência pública na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e desenvolvimento Rural (CAPADR), nesta terça-feira, dia 30. Na audiência aconteceu o debate sobre o Projeto de Lei 4576/16, que altera as regras para venda de produtos orgânicos.
A audiência foi proposta pelo relator do projeto na Comissão de Agricultura, deputado Luiz Nishimori. O Projeto prevê que a venda desses produtos diretamente ao consumidor deverá ser feita pelo agricultor familiar integrante de organização de controle social cadastrada nos órgãos fiscalizadores, e que os agricultores familiares poderão comercializar produção própria ou de outros produtores certificados.
Nishimori avaliou a audiência como muito produtiva e defendeu uma ampla discussão sobre o assunto, “é necessário discutir com o governo federal e com a sociedade formas de garantir que o consumidor não seja lesado e possa, de fato, consumir produtos com qualidade”.
Acompanharam e participaram da audiência, o Secretário Substituto de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo (SMC/MAPA), Pedro Alves Correa Neto, o Coordenador de pós registro Representante da Gerência Geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária (GGFIS), Carlos Alexandre De Oliveira Gomes, a Engenheira Agrônoma do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER) Mary Stela Bischof, e a Gerente de Negócios da Associação Brasileira de Automação – (GS1 Brasil), Ana Paula Vendramini Maniero.

3 Comentários


Controle das fronteiras

Foi aprovado na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional requerimento de autoria do deputado Luiz Nishimori (PR) para que o governo federal faça um controle integrado nas fronteiras entre Brasil, Paraguai e Bolívia. O objetivo é conter a violência na região.
No requerimento, Nishimori convida o Comandante do Exército e Coordenador do Programa SISFRON e PROTEGER, general Enzo Peri, e o Secretário de Estado de Segurança Pública do Paraná, Cid Marcus Vasquez, para que debatam com parlamentares ações que estimulem o controle integrado entre as fronteiras terrestres para evitar a onda de violência.
O controle das fronteiras é fundamental para qualquer projeto sério de segurança pública no Brasil.
Pelas fronteiras passam armas e drogas, em volume muito além do aceitável.
Os reflexos dessa situação se multiplicam em ocorrências e violência que tomam conta do nosso dia a dia e dos noticiários.

Comente aqui