Maringá



Secretário de Gestão deixa o governo

O secretário de Gestão de Maringá, Laércio Fondazzi, pediu demissão do cargo. A justificativa foi de problemas de saúde e familiares. Ele precisa fazer uma cirurgia delicada nos olhos.
Laércio participou da campanha de Ulisses Maia a prefeito, da equipe de transição e do governo, desde o dia 1º da janeiro.

Comente aqui


Procon notifica 30 postos

Fiscalizando postos de combustíveis, agentes do Procon notificaram 30 deles, em Maringá, no período entre a última sexta-feira, dia 21, até quarta, 26. A fiscalização visa evitar aumento abusivo nos preços da gasolina, etanol e diesel na cidade. Ela foi iniciada logo após o órgão receber denúncias de que alguns postos de combustíveis estariam repassando aos consumidores o aumento anunciado pelo Governo Federal na última quinta-feira (20), mesmo sem ter ainda adquirido os combustíveis com o novo preço. De sexta-feira para cá a operação do Procon ocorre diariamente nos postos.
Após a notificação é dado prazo de 10 dias para que os proprietários enviem ao Procon as notas fiscais emitidas para aquisição, a partir do dia 1º deste mês, e os atuais preços de venda dos combustíveis.
“Caso se confirme que o estabelecimento tenha majorado os valores sem ter adquirido os combustíveis com o novo preço praticado pelas distribuidoras, ficará caracterizado o aumento sem justificativa. Nesse caso o posto será autuado e poderão ser aplicadas as penalidades previstas no Código de Defesa do Consumidor contra o proprietário”, afirma o diretor, Rogério Calazans. O valor das autuações é variável de acordo com o tamanho, volume de vendas e faturamento do posto. “A operação prossegue até a próxima sexta-feira, mas se até lá não forem fiscalizados todos os postos, os fiscais do Procon retornarão a campo na semana que vem”, assegura Calazans. (CP)

Importante também e atualizando: O governo consegui derrubar a decisão do juiz do Distrito Federal que proibia o aumento de imposto sobre o combustível.

Difícil realmente entender o que acontece no país. Aumento de imposto é completamente inaceitável. Ainda, segunda Constituição, qualquer imposto novo ou reajuste só pode ser feito de um ano para o outro. Enfim, vamos colecionando absurdos, crises, problemas, prejuízos e dificuldades.

Comente aqui


Agência do Trabalhador fechada até amanhã

Desde quarta-feira, 26, até amanhã,  sexta, 28, a Agência do Trabalhador de Maringá não prestará atendimento ao público. A paralisação temporária ocorre por conta da mudança de móveis e equipamentos que estão sendo transferidos para o novo endereço da sede do órgão, que, a partir da próxima segunda-feira, 31, passará a funcionar na avenida João Paulino Vieira Filho, 917, na região do Novo Centro.
A Agência do Trabalhador funciona há 20 anos na cidade por meio de convênio entre o Sistema Nacional de Emprego (Sine) – do Ministério do Trabalho – e a Prefeitura de Maringá, que responde pelo pagamento do aluguel.
De acordo com o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide), Francisco Favoto, a nova sede está sendo instalada em imóvel de primeira locação, com área de 840 metros quadrados, sala de espera, acessibilidade com elevador privativo e em ambiente climatizado. Além do espaço oferecer mais conforto para usuários e servidores, o valor da locação vai gerar uma economia mensal de R$ 6,3 mil para a Prefeitura de Maringá.
“Com a mudança, o valor mensal de R$ 20,8 mil pagos pela área de 800 metros quadrados na Rua Joubert de Carvalho será substituído por um aluguel de R$ 14,5 mil mensais em uma área maior. A economia anual para o município será de R$ 75,6 mil”, explica o secretário.

Comente aqui


Na Câmara

Nesta quinta-feira, 27, às 9h30, o prefeito Ulisses Maia estará na Câmara Municipal para sancionar a lei que normatiza o Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos.
A sanção será realizada logo após a sessão, que aprovará a redação final da lei.
Não lembro de outra ocasião em que isto tenha acontecido.
A presença do prefeito na Câmara, da mesma forma, tem sido frequente. Provavelmente a maior convivência de um prefeito no Legislativa, na história da cidade.
Ulisses foi vereador eleito para dois mandatos (em 1996 e 2014) e presidente da Câmara por quatro anos, sempre os dois primeiros dos seus mandatos (1997/1998 e 2015/2016).

Comente aqui


Recuperação asfáltica

A recuperação do piso asfáltico de trechos de ruas e avenidas com maior fluxo de veículos é uma das prioridades da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Semusp), que já finalizou intervenções em diversos bairros da cidade e se concentra agora no entorno do Parque Alfredo Nyffeller, na Vila Morangueira. As obras começaram ontem pela rua Bogotá, em frente ao parque, de acordo com compromisso do prefeito Ulisses Maia, que recentemente esteve no local e se comprometeu com vereadores e moradores em investir em melhorias na área.
Além da Bogotá, outras ruas que dão acesso ao parque serão recapeadas, dando sequência a extensa agenda de serviços de recuperação da malha asfáltica em trechos mais deteriorados. “Num primeiro momento estamos apressando obras em locais de movimento mais intenso de veículos e que, por conta disso, ocorreu maior desgaste do asfalto”, afirma o secretário de Serviços Públicos, Vagner de Oliveira, acrescentando que, a determinação do prefeito Ulisses Maia, é recuperar todo piso asfáltico da cidade, com melhorias também da sinalização e iluminação.
Bom exemplo de intervenções com o padrão que a administração quer imprimir na recuperação das vias pode ser observado no trecho da avenida Cerro Azul, entre a praça da Catedral e a Praça de Patinação. Junto com o recape, foi construída ciclovia, ajardinado o canteiro centro, reformada a sinalização vertical e horizontal e reforçada a iluminação. O modelo de intervenção no trecho será estendido ao longo da Cerro Azul, em etapas, até a avenida Nildo Ribeiro da Rocha. A Praça da Patinação já está em reforma como parte desse projeto.
Ruas e avenidas da Vila Nova, Jardim Alvorada (Pedro Taques) e entorno da praça Emídio de Brito, para onde convergem as avenidas Alexandre Rasgulaeff, Américo Belay e São Judas Tadeu, também passaram por obras de recuperação do asfalto e outras melhorias. “O trabalho é contínuo e intenso para cumprir uma extensa agenda de recuperação de ruas e avenidas, sempre dando atenção urgente aos trechos mais deteriorados”, afirma Vagner de Oliveira. “Mas vamos executar obras de recape em toda cidade”, acrescenta o secretário.

Comente aqui


Oktoberfest em Maringá

Eventos

Maringá entra para o circuito da maior festa tradicional alemã, a Oktoberfest, que será realizada nos dias 15, 16 e 17 de setembro no Pavilhão Azul do Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro. A organização é da empresa Alô Eventos, sob coordenação de Susan Klein, com apoio da Prefeitura de Maringá por meio da Diretoria Municipal de Turismo, Secretaria Municipal de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide), Rede Massa e Maringá Convention & Visitors Bureau (MRCV). O evento foi apresentado ao prefeito, Ulisses Maia. A festa em Maringá é paralela à maior festa da cerveja do mundo, a Oktoberfest em Munique. No Brasil, Blumenau, por tradição, sedia a comemoração. Os dias de folia tem caráter itinerante pelo Estado. A praça de alimentação será diversificada com food trucks, 48 cervejarias artesanais e comerciais, além de todo aparato de segurança e exigências legais para a realização do evento. O cardápio e o nome das bandas ainda não foram divulgados. O evento conta com shows de bandas nacionais, área de recreação infantil e decoração típica no estilo germânico. Os nomes das bandas também não foram divulgados. O valor da entrada é de R$ 30 a inteira e R$ 15 a meia. As primeiras mil pessoas que chegarem entre 11h e 13h não pagarão o ingresso.
A Oktoberfest paranaense terá apresentações de grupos folclóricos de diversas etnias, como alemã, italiana, polonesa, ucraniana e japonesa. “É uma festa de entretenimento para toda a família, que vem interagir com a proposta da cidade de fomentar a economia, o turismo de eventos como Maringá é conhecida, ao mesmo tempo em que divulgamos e valorizamos o folclore tradicional alemão”, afirma o prefeito.
O secretário da Seide, Francisco Favoto, destaca a importância do evento para movimentar a economia local. “É a primeira vez que a festa vem para cá, estamos muito confiantes que de muitas que virão para movimentar o turismo”, afirma. O diretor de Turismo, Amarildo Torres, comemora a adesão de culturas e dos povos lembrados pela tradição de origem alemã, além da congregação de pessoas da região de Maringá. “Nossa cidade entra no circuito da maios festa da cerveja, o que eleva a notoriedade de Maringá pelo Brasil”, afirma.
O Circuito Oktoberfest Paraná inicia em Londrina, entre os dias 25 e 28 de agosto, segue para Ponta Grossa (1 e 3 de setembro), depois para Curitiba (7 a 10 de setembro), passa por Maringá e termina em Cascavel (22 a 24 de setembro). Muitas pessoas vinculam o nome Oktober – outubro em português – à época da festa.

Comente aqui


Eu amo Maringá

O programa Balanço Geral, apresentado por Salsicha na RICTV, mostrou ontem reportagem de Claudiomar Cesar sobre o projeto Eu Amo Maringá, com o início da exposição itinerante de fotografias e objetos, organizada por este modesto blogueiro e pelo historiador JC Cecílio, com alguns valorosos parceiros. Na edição de hoje de O Diário, Carla Guedes também informou sobre o projeto. A iniciativa é do jornalista Angelo Rigon

Comente aqui


Consultório de rua

Equipe da Secretaria de Saúde de Maringá atende, diariamente, pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social nas vias da cidade. Implantado em 2010, por meio de parceria com o Ministério da Saúde, o Consultório na Rua atende aproximadamente 10 pessoas por dia. Entre os procedimentos realizados estão curativos, teste rápido de sífilis, HIV e hepatites virais, coletas de exames, encaminhamentos e acompanhamentos para serviços da área de saúde e assistência social O serviço itinerante é realizado de segunda a sexta-feira, das 7 às 13 horas e conta com equipe multiprofissional, composta por psicóloga, assistente social, enfermeira e técnica de enfermagem. “Quando é necessário encaminhamos o paciente para as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Emergência Psiquiátrica, Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Centro Pop e para os mais diversos serviços da área da saúde”, explica a enfermeira Elizabete Laet.
A gerente de Saúde Mental, Heloísa Celler Conter, conta que no início o atendimento era realizado no período noturno e o enfoque era para pessoas em situação de rua, voltado para o atendimento para álcool e drogas. “A partir de 2012, o Consultório na Rua passou a fazer parte da Atenção Básica de Saúde, com uma equipe especifica e com carro próprio, atendendo a população em todos os seus aspectos biopsicossocial”. A Enfermeira Elizabete explica que a equipe atende nos locais de grande concentração de pessoas na cidade e por meio de demandas. “Fazemos a busca andando pela cidade. Muitos moradores ficam nos mesmos lugares, sendo possível agendar o atendimento. Às vezes a população também nos indica lugares para realizar a abordagem”, afirma, pontuando que 90% das pessoas aceitam o atendimento.

Comente aqui


Campanha do Agasalho prorrogada até 31 de agosto, em Maringá

O prazo para doação da Campanha do Agasalho foi prorrogada para o dia 31 de agosto. Os interessados em doar roupas, sapatos e cobertores devem procurar os pontos de coleta distribuídos pela cidade. Desde o início da Campanha, mais de 50 toneladas de peças de roupas sapatos e cobertores já foram arrecadadas e distribuídas para entidades assistenciais e pessoas em situação de vulnerabilidade social de Maringá, Sarandi, Paiçandu e Mandaguaçu.
A Campanha do Agasalho 2017, promovida pelo Provopar de Maringá, foi lançada dia 18 de maio Além de dezenas de pontos fixos de arrecadação de roupas, cobertores e calçados, diversas ações pontuais foram realizadas em parceria com empresas e instituições. As doações recolhidas são imediatamente encaminhadas para entidades assistenciais, de forma que a demanda seja atendida no decorrer de toda a campanha.

Comente aqui


Uber é regulamentado, em Maringá

Foi aprovado em segunda discussão na Câmara Municipal de Maringá na sessão desta terça-feira, 25, o projeto de lei de autoria do Executivo que regulamenta a prestação do serviço de transporte remunerado privado individual de passageiros por aplicativos baseado na internet. Das nove emendas que havia recebido em primeira discussão, o projeto que disciplina a prestação do serviço teve aprovadas duas emendas. Uma delas, de autoria dos vereadores William Gentil, Alex Chaves, Belino Bravin e Do Carmo, estabelece que, além de Maringá, poderão ser cadastrados também os veículos licenciados em qualquer cidade da região metropolitana, ao contrário do projeto original, que limitava o cadastramento apenas aos licenciados no município. A segunda emenda aprovada, de autoria do vereador Alex Chaves, amplia de sete para 10 anos a idade máxima do veículo, devendo ser vistoriado antes para que ele possa ser cadastrado.
“Com a aprovação do projeto, agora a nova lei vai para terceira discussão e redação final. A partir da sanção do prefeito e publicação da lei, os proprietários de carros ou operadoras que se dispuserem a prestar o serviço devem se adequar às normas estabelecidas para exercer a atividade”, afirma o presidente da Câmara Municipal, vereador Mário Hossokawa.As propostas do projeto de lei para regulamentação do serviço de transporte remunerado privado individual de passageiros por aplicativos baseado na internet tiveram origem em uma série de reuniões realizadas na Prefeitura de Maringá. Delas participaram técnicos da administração, uma comissão especial de vereadores e representantes dos taxistas.

A elaboração do projeto de lei aconteceu com muitas reuniões e participação de representantes de muitos setores. Agora é aguardar para ver, na prática, os efeitos da regulamentação. Algo que interessa não apenas a Maringá mas a milhares e milhares de municípios, em centenas de países.

3 Comentários