Rodovias



“Sociedade deve ser protagonista na definição do pedágio”, afirma a governadora do Paraná

O Governo do Estado realizou nesta quinta-feira (9), em Maringá, a quarta reunião pública de trabalho sobre o novo ciclo de concessão rodoviária que deve acontecer no Paraná a partir de 2021. “Estamos promovendo debates para definir um novo modelo de concessão. A sociedade deve ser ativa, protagonista na definição do pedágio, porque isso impacta […]

Comente aqui


Governo comunica a concessionárias que contratos não serão renovados

A governadora Cida Borghetti informou nesta segunda-feira (11) que as seis concessionárias do Anel de Integração foram notificadas para que iniciem os processos de finalização dos contratos, que serão encerrados em 2021. “O Paraná precisa avançar e, desde já, iniciar a elaboração de um novo modelo de concessão para promover a justiça tarifária com mais […]

Comente aqui


Cida apresenta projeto de duplicação da BR-376 ao ministro dos Transportes

 

Nesta sexta-feira, dia 18, a vice-governadora Cida Boirghetti terá uma audiência com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, em Maringá. Ela apresentará a ele o projeto de duplicação da BR-376, do Paraná até Mato Grosso do Sul.
A duplicação foi tema de reunião do governador Beto Richa, da vice-governadora, prefeitos e lideranças da região Noroeste. O projeto é para uma obra entre Paranavaí (PR) e Taquarussu (MS).
Cida fará a audiência em Maringá na sexta-feira, aproveitando a visita do ministro a Maringá para anunciar recursos para ampliação do aeroporto regional Silvio Name Júnior.

1 Comentário
 

Duplicação da Rodovia do Café

A duplicação de 231 quilômetros da BR 376, entre Ponta Grossa e Apucarana, é uma conquista importante para o Estado que se viabiliza após 30 anos da conclusão da rodovia. A obra atende a uma reivindicação antiga dos usuários e cumpre um dos maiores compromissos do governo do Paraná: a retomada do diálogo com as concessionárias e a execução dos investimentos previstos em contrato.
O Paraná está despolitizando a relação com as empresas de pedágio e garantindo mais obras, segurança e qualidade nas rodovias paranaenses.
O último grande investimento feito na BR 376 foi autorizado pelo governador José Richa e entregue 1986: a duplicação de 66,7 quilômetros no trecho Spréa – Ponta Grossa.

Comente aqui


PR-317 será interditada às 14 horas, sexta-feira (25)

Nesta sexta-feira (25), a PR-317, segmento entre Engenheiro Beltrão e o trevo de acesso a Terra Boa, será interditada por 45 minutos para a explosão de rochas. A detonação está prevista para 14 horas, faz parte do pacote de obras de duplicação da rodovia entre Floresta e Campo Mourão. Por conta disso, a concessionária VIAPAR, empresa responsável pela administração do trecho, orienta os motoristas a programar a viagem.
A obra está prevista no contrato de concessão da VIAPAR, orçada inicialmente em R$ 210 milhões. Está incluso no pacote a construção de nove quilômetros de pista variante a qual vai cruzar o rio Ivaí, melhorando assim a geometria da rodovia a ser implantada em relação a existente. Também constam no projeto a construção de um viaduto em Engenheiro Beltrão, um viaduto de acesso a Terra Boa, 15 retornos em nível e uma ponte nova sobre o Rio Ivaí. A previsão inicial é que sejam utilizadas 189.000 toneladas de massa asfáltica, construídos 5.200 metros de bueiros, 92.000 metros de canaletas para escoamento de água, além da instalação de 740 metros quadrados de placas de sinalização e escavação de mais de 2.600.000 de metros cúbicos de terra.
Com as obras de duplicação a cidade de Peabiru ganhará um contorno, o qual terá seis quilômetros de extensão. Vai ter início no quilômetro 196 da BR-158 e termino no quilômetro 202 da mesma rodovia. Contará com dois viadutos, duas trincheiras e uma ponte sobre o Rio 119. Segundo o gerente de engenharia da empresa, Jackson Seleme, a duplicação está prevista pra ser finalizada no final de 2015. “Apesar da instabilidade climática as obras seguem dentro do cronograma. A duplicação é uma reivindicação antiga da população e trará mais segurança e agilidade pra quem utiliza o segmento”, destacou.
DETONAÇÕES – Mais detonações estão previstas para a próxima semana. Tanto o trecho como horário desta vão ser divulgados nos próximos dias.

 

Comente aqui


Detonações de rochas na duplicação Floresta-Campo Mourão

A Viapar informa que a detonação na PR 317 (próxima ao km 154 em Engenheiro Beltrão) prevista para hoje, dia 25, foi transferida para amanhã, quarta-feira, dia 26, às 16 horas. A mudança segue orientações do Exército.
As detonações fazem parte das obras de duplicação da PR-317 e BR-158, trecho de 53 quilômetros de extensão entre Floresta e Campo Mourão. Serão nove quilômetros da variante às margens do rio Ivaí e seis quilômetros, em pista dupla, do contorno de Peabiru . Uma obra prevista no contrato de concessão da Viapar, orçada inicialmente em R$ 210 milhões.
Para as obras algumas detonações de rochas são imprescindíveis para o andamento da obra. A empresa avisa a população da região, principalmente na área urbana de Engenheiro Beltrão, no entorno do km 154, que tais detonações serão realizadas nos próximos dias com total segurança para a população.
O aviso reforça que as pessoas não devem se aproximar dos locais das detonações, respeitando os avisos de alerta. A área será isolada conforme exigem os protocolos.
No projeto de duplicação está prevista a construção de um viaduto em Engenheiro Beltrão, um viaduto de acesso a Terra Boa, 15 retornos em nível e duas pontes novas uma sobre o Rio Ivaí e outra sobre o Rio 119.
Com as obras de duplicação a cidade de Peabiru ganhará um contorno, o qual terá seis quilômetros de extensão. Terá início no quilômetro 196 da BR-158 e término no quilômetro 202 da mesma rodovia. Contará com dois viadutos e duas trincheiras.

Comente aqui


DER autoriza novos viadutos, em Mandaguari

O Departamento de Estradas e Rodagens (DER) autorizou a construção de dois novos viadutos além do alargamento de uma trincheira no Contorno de Mandaguari. O alargamento da trincheira da estrada Promessa, além dos viadutos da Cocari e Estrada Keller, são obras de grande importância para a comunidade de Mandaguari.
As três obras terão um custo de R$ 6,3 milhões e devem ser entregues até o final deste ano, junto com o Contorno.
O presidente da Viapar, Marcelo Stachow Machado, lembra que a concessionária e o DER estavam cientes dessas reivindicações da comunidade de Mandaguari e faltava apenas formalizar a autorização. “Faremos essas três interligações em desnível no Contorno. Isso vai garantir mais segurança aos usuários, pedestres e ciclistas”, explica.
O Contorno que vai tirar o tráfego pesado do perímetro urbano da cidade de Mandaguari é a maior obra rodoviária do interior do Paraná, orçada em R$ 95 milhões.

Comente aqui


Fechamento da PR-317, nessa quinta-feira

Nesta quinta-feira, dia 20, às 16 horas, será executada a detonação de rochas na PR-317, proximidades do km 154, no município de Engenheiro Beltrão.
A previsão de fechamento da pista é de aproximadamente 30 minutos.
A detonação faz parte dos procedimentos da duplicação da rodovia entre Floresta e Campo Mourão.

Comente aqui


Governador anuncia duplicação Floresta-Campo Mourão

Viapar iniciará duplicação entre Floreta e Campo Mourão

Viapar iniciará duplicação entre Floresta e Campo Mourão

Será lançada oficialmente às 15 horas desta sexta-feira (31), pelo governador do Paraná, Beto Richa, a duplicação de 53 quilômetros das rodovias PR-317 e BR-158, trecho entre Floresta e Campo Mourão. A solenidade será realizada às
margens do quilômetro 143 da PR-317, trevo de acesso a Sussuí (entre Ivailandia e Engenheiro Beltrão).
Estão inclusas neste pacote de obras a construção de mais uma ponte sobre o Rio Ivaí, de nove quilômetros de variante, além de um contorno de seis quilômetros em Peabiru. A previsão inicial é que sejam utilizadas 189.000
toneladas de massa asfáltica, construídos 5.200 metros de bueiros, 92.000 metros de canaletas para escoamento de água, além da instalação de 740 metros quadrados de placas de sinalização.
A obra, prevista no contrato de concessão da VIAPAR, foi orçada em R$ 210 milhões.
Constam no projeto de duplicação da PR 317 a construção de um viaduto em Engenheiro Beltrão, um viaduto de acesso a PR 082 (acesso a Terra Boa), 15 retornos em nível e uma ponte nova sobre o Rio Ivaí.
A obra deve ser concluída no final de 2015.

Comente aqui