Saúde



No Paraná, Saúde e Defesa Civil mobilizadas para urgências

A secretaria de Estado da Saúde e a Defesa Civil do Paraná estão em contato permanente para garantir que ambulâncias dos serviços de urgência e emergência e demais veículos que atendem a rede assistencial do Paraná não sejam prejudicados pela paralisação dos caminhoneiros. O secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi, determinou que superintendentes e […]

Comente aqui


Flexibilização dos prédios das UPAS

Durante a Marcha dos Prefeitos que está acontecendo em Brasília, o deputado federal Ricardo Barros anunciou, ao lado do presidente Confederação Nacional de Municípios, Paulo Ziulkoski, o decreto Nº 9.380/2018 do presidente Michel Temer, que permite que prédios construídos com recursos federais possam ter outra finalidade na saúde, com autorização do Ministério da Saúde. Uma […]

Comente aqui
 

Novo ministro da Saúde assume hoje, às 10 horas

Gilberto Occhi assume nesta segunda-feira, 2 de abril, às 10 horas, o Ministério da Saúde. A solenidade será no Salão Leste, 2º andar, do Palácio do Planalto. Às 13 horas, no Auditório Emilio Ribas, no térreo do Ministério da Saúde, na Esplanada dos Ministérios, Bloco G, Ricardo Barros transmite o cargo a Gilberto Occhi. A […]

Comente aqui


Ministro entrega ambulâncias do SAMU 192, em Curitiba

O ministro da Saúde Ricardo Barros entrega, nesta segunda-feira (26), novas ambulâncias do SAMU 192 para 22 municípios paranaenses. A cerimônia, às 10h, no Palácio Iguaçu, contará com a presença do governador Beto Richa, da vice-governadora Cida Borghetti e de prefeitos de todas as regiões. A liberação faz parte de um processo de renovação da […]

1 Comentário


Ministério libera R$ 2,3 milhões para pesquisas sobre ELA

 No dia em que foi anunciada a morte do físico britânico Stephen Hawking, aos 76 anos, que sofria de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), o Ministério da Saúde confirmou que investirá R$ 2,3 milhões para encontrar novas alternativas terapêuticas para o tratamento da doença, além de buscar melhorias na qualidade de vida dos pacientes.

A ELA é provocada pela degeneração progressiva de neurônios motores, responsáveis pelo controle da musculatura do corpo. Pacientes com a doença sofrem paralisia gradual e morte precoce como resultado da perda de capacidades cruciais, como falar, movimentar, engolir e até mesmo respirar. Mesmo depois de 130 anos do primeiro diagnóstico, a cura da doença permanece desconhecida. Apesar de rara, há atualmente no Brasil 14 mil pacientes diagnosticados.

O recurso anunciado pelo ministério é destinado à Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e será usado na construção de um laboratório de pesquisas com células-tronco, que permitirá a investigação de outros medicamentos que podem trazer resultados, além de identificar novos produtos para os pacientes que sofrem da ELA. Atualmente, o único tratamento disponível é o Riluzol, que age para diminuir o desconforto dos pacientes.

O investimento do projeto é feito no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Desde 2009, o Ministério da Saúde, por meio do SUS, oferece assistência e medicamentos gratuitos aos pacientes com ELA. Em 2014, foi instituída a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, incluindo a Esclerose Lateral Amiotrófica. No Brasil, 277 hospitais estão habilitados como Unidade de Assistência ou Centro de Referência de Alta Complexidade em Neurologia/Neurocirurgia. Também é garantida a oferta 44 procedimentos (clínicos e de reabilitação) para doenças relacionadas à esclerose (múltipla e/ou lateral).

Comente aqui


Tecpar recebe recursos para construir seu laboratório, em Maringá

A nova fábrica do Tecpar em Maringá, vai atender quem mais precisa. A afirmação é da vice-governadora Cida Borghetti que acompanhou o repasse de R$ 82 milhões do Ministério da Saúde ao Tecpar.

“O mais importante desse empreendiemento é que ele vai fornecer medicamentos modernos para quem mais precisa. São remédios para tratar câncer e artrite reumatoide que estarão à disposição de pacientes do SUS”, disse Cida Borghetti.

Essa é primeira planta industrial do Tecpar fora de Curitiba e os recursos para a obra são do Ministério da Saúde. O convênio para a liberação do valor foi assinado em solenidade que reuniu o governador Beto Richa; o ministro da Saúde, Ricardo Barros; o prefeito de Maringá, Ulisses Maia e o secretário estadual de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes.

“O investimento representa mais um avanço para a área de pesquisa em saúde, e consolida o Tecpar como uma das principais instituições do país nesta área”, disse o governador Beto Richa, destacando que o instituto vai produzir medicamentos que atualmente são importados pelo Brasil.

Ricardo Barros reforçou que o Tecpar irá produzir com qualidade os medicamentos que hoje são trazidos do exterior e que isso trará mais economia ao Sistema Único de Saúde (SUS). Ele também destacou a importância do projeto para a região. “Estamos investindo na consolidação do polo de medicamentos de Maringá”, afirmou o ministro.

1 Comentário


Ambulâncias para o SAMU

O presidente Michel Temer participou da entrega de ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na manhã desta sexta-feira (2), em Sorocaba (SP).
O ministério está realizando um programa de substituição e modernização das ambulâncias.
A cerimônia começou às 10h30 e contou com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros, que pela manhã visitou a Santa Casa da cidade.

Comente aqui


Marialva recebe recursos do Estado para Pronto Atendimento Municipal

Ministro da Saúde, Ricardo Barros; vice-governadora, Cida Borghetti; deputada estadual Maria Victoria, governador Beto Richa, prefeito de Marialva, Victor Martini; secretário de Saúde do Paraná, Michele Caputo

Durante a solenidade de assinatura da ordem de serviço para início das obras do Hospital Municipal de Maringá, no final da tarde, o governador Beto Richa também assinou o convênio de R$ 1 milhão e 400 mil para equipar o novo Pronto Atendimento Municipal de Marialva. O Estado também aplicará R$ 3 milhões e 300 mil na construção do novo serviço, projetado para oferecer uma estrutura de hospital de pequeno porte. São 19 leitos de internamento, sendo seis na ala feminina, seis na masculina, cinco na infantil e mais dois de isolamento.
A unidade também contará com 12 poltronas de hidratação, sala de estabilização e sala para realização de pequenos procedimentos. O terreno, com nove mil metros quadrados, fica em uma região de fácil acesso para a BR-376. A localização vai facilitar o transporte de pacientes que precisem ser transferidos para hospitais de maior complexidade de Maringá e Sarandi, por exemplo.

1 Comentário


Presidente afirma: “Meu maior acerto foi a escolha do Ricardo”

A notícia foi publicada por Fabio Campana e veio de Brasília, hoje à tarde.

O presidente Michel Temer (MDB) afirmou que o seu maior acerto, entre todos os ministérios, foi a escolha do paranaense Ricardo Barros (PP) para o ministério da Saúde. Segundo Temer, Ricardo revelou-se um “gestor extraordinário”.

“Eu acho que o meu acerto maior foi a escolha do Ricardo. Um gestor extraordinário”, disse Temer durante a cerimônia de entrega da “Medalha de Mérito Oswaldo Cruz” no Palácio do Planalto.

“Com todos os médicos que eu falo rotineiramente só recebo elogios em relação à gestão do Ricardo Barros. Ele foi capaz de promover uma economia extraordinária nos gastos supérfluos e inadequados”, acrescentou o presidente Michel Temer que pediu aplausos à gestão de Ricardo Barros.

Em quase dois anos, Ricardo Barros economizou mais de R$ 4,6 bilhões com a revisão de contratos, corte de cargos e medidas de gestão. Os recursos foram reaplicados na ampliação e melhoria dos serviços prestados pelo SUS.

2 Comentários