Para entender o caso da construtora Valor, no Paraná

“Houve conluio entre Valor e servidores para desvio de recursos”, explica Romanelli

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) apresentou na terça-feira (19) os processos que comprovam os desvios de recursos para construção de escolas pela Construtora Valor e as providências adotadas pelo governo do Estado. Segundo Romanelli, houve um claro conluio entre o proprietário da Construtora Valor e servidores da Sude (Superintendência de Desenvolvimento Educacional) para desviar recursos públicos.

“A análise dos processos de pedidos de aditivos revela que foram feitos cronogramas de obras, medições e relatórios falsos para justificar assinatura de termo aditivo. Posteriormente, a construtora ainda solicitou que fossem feito mais dois aditivos, referentes a prazo, um por 180 dias e outro por 12 meses, justificando que as condições climáticas impediram a realização da obra, embora os relatórios indicassem que mais de 99% da obra estaria concluída- o que era absolutamente falso”, revela Romanelli.

O deputado Romanelli analisou o processo referente à Escola Ribeirão Grande, em Campina Grande do Sul, mas salientou que o “modus operandi” era o mesmo em todas as obras. “Cerca de quatro meses depois de assinado o contrato para construção, a construtora solicitava um aditivo, sob o argumento de que as condições do solo eram desfavoráveis. O chefe de fiscalização da Sude dava parecer favorável e anexava medições e documentos forjados. Na sequência, o diretor de Engenharia, Projetos e Orçamentos e o superintendente da Sude concordavam com a necessidade do aditivo”, diz.

Trâmite – Romanelli explica que a liberação de recursos era realizada com anuência de técnicos, fiscais, diretor e superintendente. “Em relação ao pedido de aditivo, o processo percorreu toda a cadeia de comando, passando pela coordenação de orçamentos, coordenação de fiscalização, diretoria de engenharia, projetos e orçamento, superintendente da Sude, setores de Orçamento, Financeiro, Jurídico e Diretor Geral da Secretaria de Educação, Núcleo Jurídico da Casa Civil, Conselho de Gestão Administrativa e Fiscal. O processo passou por doze instâncias ou profissionais antes de ser assinado pelo governador Beto Richa”, explica.

O líder do governo também detalhou as providências adotadas pela Secretaria de Educação e pelo Governo do Estado para apurar as irregularidades. “Em 5 de abril o então secretário Fernando Xavier Ferreira determinou a abertura de sindicância. As obras foram todas vistoriadas e constatou-se que não foram executadas. Providências administrativas foram adotadas, com afastamento dos engenheiros e criação de comissão de supervisão da fiscalização. O governador determinou abertura de processo administrativo”.

“Os servidores envolvidos foram exonerados e a Procuradoria Geral do Estado ajuizou ações de improbidade administrativa, pleiteando ressarcimento por danos materiais e morais coletivos que superam R$ 41 milhões. O governador também determinou a declaração de inidoneidade da Valor, proibição de contratar com a administração pública por cinco anos, multa de R$ 5 milhões, rescisão dos contratos e nulidade dos termos aditivos”, explicou.

Comente aqui


Até amanhã estão abertas inscrições para o concurso fotográfico da Câmara

Até amanhã, dia 21 de setembro, é possível increver fotos para o Concurso Fotográfico da Câmara Municipal de Maringá “As Árvores do Passeio Público de Maringá”. Esta foto, belíssima, é de Suely Sanches, em Maringá em fotos.
Link para o regulamento AQUI.

Telefone: (44) 3027-4114.

1 Comentário


Uningá sedia Dia de Campo Inovações Tecnológicas para Construção Civil

A Uningá sedia, no próximo dia 29 de setembro, a palestra de abertura do DDC Inova – Dia de Campo Inovações Tecnológicas para a Construção Civil, com as visitas técnicas programadas entre os dias 3 e 6 de outubro. O DDC Inova é realizado pelo Núcleo Paranaense de Tecnologia da Construção (NPTEC) com apoio da Uningá e Lotus Construtora.
No dia 29 de setembro serão realizadas duas palestras com o coordenador do NPTEC, José Lopes C. Neto, consultor de argamassas industriais e sistemas de bombeamento. O primeiro tema será “Sistemas de Bombeamento de Argamassas e Tintas”, e o segundo “Argamassas Industriais”. As palestras começam às 19 horas, na Uningá.
As visitas técnicas do DDC Inova serão nos dias 3 e 4 de outubro para os profissionais inscritos e nos dias 5 e 6 de outubro para os acadêmicos. A obra visitada será do Edifício Rui Cesare, na rua Néo Alves Martins, no centro de Maringá.
Estarão em evidência durante as visitas técnicas as tecnologias de Reboco Projetado, Contra Piso Auto Nivelante, Equipamentos para Bombeamento, Bombeamento de Argamassa Úmida, Transporte de Argamassa Seca com Silomat (pressurizado), Massa Mineral, Pintura Air Less, Argamassas Especiais e Dry Wall. Estarão expondo o NPTEC e as empresas PFT, Ligamix, Dismatec, Ingá Sul e Zanella.
O DDC Inova é um evento voltado a profissionais e acadêmicos das áreas de Engenharia e Arquitetura, e tem como objetivo apresentar a toda cadeia da construção civil regional as mais importantes inovações tecnológicas do setor. As inscrições de profissionais pode ser feita pelo e-mail [email protected] com valor de R$ 60,00 e dos acadêmicos direto na instituição de ensino com valor de R$ 25,00, com certificado de 4 horas.

Maringá, Uningá , , ,
Comente aqui


“Meu filho é candidato a governador”, diz Ratinho

O comunicador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, disse ontem terça-feira, 19, que seu filho, o deputado Ratinho Junior (PSD), é candidato ao Governo do Paraná em 2018.  “Ele (Ratinho Junior) estudou, se preparou, buscou experiências bem sucedidas de gestão no exterior e pelo Brasil, está construindo uma agenda que prioriza o desenvolvimento de todas as regiões do Paraná. É um ótimo gestor público, provou isso na Secretaria de Desenvolvimento Urbano, e traz sua experiência como administrador na iniciativa privada. Reúne todas as qualidades para ser o próximo governador do Paraná, é candidato a governador e eu, como pai, estou muito feliz por mais esse desafio que o Junior enfrenta”, disse Ratinho.
Ratinho estará em Maringá nesta sexta-feira, dia 22, às 18h30, para evento do PSD na Câmara Municipal de Maringá. No envento serão debatidos problemas da cidade e da região, no ciclo de eventos #paranáinovador.

1 Comentário


Cresce calote nos bancos públicos

Em um ano, os bancos públicos viram seus índices de inadimplência – atrasos superiores a 90 dias nos pagamentos de financiamentos – saltar de 2,8% para 3,5%. Isso significa que, nesse período, os calotes nesses bancos – nos quais se incluem o Banco do Brasil, a Caixa e o BNDES – cresceram em R$ 10,4 bilhões.
O movimento é oposto ao registrado pelos bancos privados. Entre julho do ano passado e julho deste ano, essas instituições viram a inadimplência em sua carteira de crédito registrar uma queda de R$ 6,1 bilhões. Com isso, o índice de calotes nos bancos privados nacionais caiu de 5,1% para 4,6% – historicamente, essas instituições sempre tiveram inadimplência maior. Entre os bancos privados estrangeiros, esse indicador passou de 3,4% para 3,1% no mesmo período.
Para especialistas, a piora na situação dos bancos públicos tem como causa principalmente a exposição a grandes empresas e setores que sucumbiram à crise ou ao envolvimento na Operação Lava Jato.
Um dos casos mais simbólicos é o de um antigo “campeão nacional”: a operadora de telefonia Oi. A empresa de telecomunicações, criada com a fusão da Telemar e da Brasil Telecom com uma forte ajuda do governo Lula, tomou mais de R$ 10 bilhões em crédito de bancos estatais. Com a recuperação judicial pedida em junho do ano passado, essa dívida deixou de ser paga há um ano e as partes ainda negociam um acordo com a operadora.
Entre executivos do setor bancário, os empréstimos concedidos à Oi são citados como um exemplo de que as instituições públicas podem ter sido demasiadamente otimistas e talvez até minimizado riscos na operação. Essa percepção acontece especialmente porque instituições privadas também emprestaram à operadora. O balanço dos concorrentes, porém, não revela problema tão expressivo, porque as operações tiveram formatação que protegeu esses credores.
Um exemplo são os empréstimos realizados por bancos por meio da compra de títulos de dívida – as debêntures. Segundo um executivo do setor, bancos privados que optaram por esse caminho emprestaram igualmente à operadora de telefonia. A diferença é que o prejuízo não aparece no balanço porque esse título continua com valor de mercado – ainda que menor -, e não pode ser classificada como “default” ou calote. Procurada, a Oi não se pronunciou sobre o assunto.

1 Comentário


Nova secretária de Planejamento

Tomou posse agora há pouco como secretária de Planejamento de Maringá a engenheira civil Danielli Sevulski.
O ex-secretário, Celso Saito, sai da administração com uma volta anunciada, segundo informação da própria prefeitura. Ele assumirá secretaria extraordinária, a ser criada para formatar o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá. A previsão é que o instituto seja implantado até final do ano.
A mudança na Secretaria de Planejamento era esperada há algum tempo. A surpresa fica pelo reaproveitamento do secretário que sai e também pela criação de uma secretaria extraordinária.
O anúncio dessas mudanças acontece em meio a uma reação de engenheiros agrônomos ligados à Associação Maringaense dos Engenheiros Agrônomos (AMEA), que não aceitam a saída do seu colega, Jaime Dallagnol da Secretaria de Meio Ambiente.

Comente aqui


Ter uma vida mais saudável

A Sociedade Paranaense de Reumatologia, em parceria com a Infinity Pharma, fez esse vídeo com dicas para uma vida mais saudável.
Muito importante a consulta regular ao médico, que orientar sobre a alimentação e os exercícios físicos. Acompanhamento médico regular é importante, em todas as idades.

Acompanhe a Sociedade Paranaense de Reumatologia no Facebook.

Comente aqui


Coluna do dia 20 de setembro, quarta-feira

TRADIÇÕES PORTUGUESAS O casal Paulo Sergio Cardoso e Amália, realiza um trabalho de mobilização e investimentos no Centro Português de Maringá. O objetivo é a preservação da cultura e das tradições portuguesas.

RATINHO JÚNIOR Nesta sexta-feira, dia 22, às 18h30, na Câmara de Maringá, o PSD realiza o evento #paranainovador, com os deputados Edmar Arruda e Ratinho Junior.

SAÍDA O engenheiro José Plinio Silva Filho deixou ontem a diretoria geral da Secretaria de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal de Maringá, que ocupava desde o dia 9 de junho.

IPTU PROGRESSIVO Ontem voltou à pauta o projeto de lei que acaba com o IPTU progressivo. A explicação do líder do governo, Jean Marques, convenceu os vereadores.

DISTORÇÕES O vereador pontuou distorções que, por justiça, não devem esperar a renovação do Plano Diretor, no ano que vem. O imposto foi extinto para o ano que vem, por unanimidade.

PRAÇA KENNEDY Moradores aguardam há tempo a revitalização da Praça Presidente Kennedy, no encontro das avenidas XV e Parigot de Souza.

PEDIDOS Eles pedem ao prefeito Ulisses Maia o nivelamento da praça, acessibilidade, faixa de segurança, luz, flores, bancos, lixeiras e limpeza duas vezes por semana.

SEGURANÇA O vereador de São Paulo, Masataka Ota (PSB), fará palestra em Maringá, dia 25, às 15 horas, na PUC, no evento “Paz, perdão e tolerância”.

REPRESENTAÇÃO O jornalista Marcos José Baddini protocolou na Câmara Municipal uma “representação por falta de decoro parlamentar e irregularidades conexas”.

PRESIDENTE A representação foi contra o presidente, Mario Hossokawa.

EM PLENÁRIO A Câmara fez a leitura na íntegra da representação e cumpriu o regimento. Na votação, o pedido de processo foi rejeitado.

DIRETO AMPLO Os vereadores não podem ser processados pelas manifestações em plenário, salvo exceções muito específicas e gravíssimas.

PASSEIO Neste domingo (24) acontece a 33ª edição do Passeio Ciclístico da Primavera em Maringá. O evento será no pátio do Estádio Willie Davids.

PROGRAMAÇÃO Às 13 horas começam as atividades recreativas, além do passeio pelas principais avenidas da cidade. O show será de Michel Teló, no encerramento.

FARROUPILHA Em 20 de setembro de 1835, tropas lideradas por Bento Gonçalves marcharam para Porto Alegre, tomando a capital gaúcha e dando início à guerra.

182 ANOS A data continua sendo lembrada, ano após anos. A cultura rio-grandense se espalha pelo Brasil em milhares de centros de tradições gaúchas, os CTGs.

 

MUNICÍPIOS

SARANDI Ônibus da TCCC realizaram serviço de transporte escolar, em Sarandi, ontem.

MARIALVA Em apoio à campanha de incentivo à doação de órgãos, a Câmara de Marialva está iluminada com a cor verde, durante o mês de setembro.

ROTARY A iniciativa faz parte da programação do Setembro Verde organizada pela Associação de Doadores de Marialva do Rotary Club

APOIO Estão juntos na campanha a Câmara de Marialva, a Prefeitura, a Secretaria de Saúde do Paraná, a Central Estadual de Transplantes do Paraná.

 

FRASE
“Mas não basta pra ser livre, ser forte, aguerrido e bravo. Povo que não tem virtude, acaba por ser escravo”. Francisco Pinto da Fontoura, no hino rio-grandense.

 

PARA LEMBRAR

21 DE SETEMBRO, 18h30, na Uningá. Palestra com o Dr. Maurício Casa, especialista Invisalign e Tratamento Ortodôntico Estético. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da instituição: uninga.br.

22 DE SETEMBRO – 9 horas, audiência pública em defesa da UEM, na Câmara Municipal de Maringá.

22 DE SETEMBRO, 18h30, na Câmara Municipal. #paranáiovador, evento do PSD para discussão dos problemas da cidade e da região, com presença do deputado federal Edmar Arruda e Ratinho Júnior.

24 DE SETEMBRO – 33ª edição do Passeio Ciclístico da Primavera em Maringá. O evento será no pátio do Estádio Willie Davids. Show de encerramento com Michel Teló.

25 DE SETEMBRO, 15 horas, seminário “Paz, perdão e tolerância”, na PUC. Palestrantes: Palestrantes: O vereador de São Paulo, Masataka Ota (PSB), Iolanda Ota e Fátima Colli, psicóloga.

 

ÚLTIMA
Tri-legal!

Comente aqui


Campanha de vacinação contra dengue inicia nesta quarta, 20 de setembro

A Secretaria de Saúde inicia nesta quarta, 20, a 3ª etapa de vacinação contra a dengue. A vacina estará disponível na Sala de Vacina e em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para pessoas com idade entre 15 e 27 anos completos, que já iniciaram o esquema de vacina, composto por três doses e intervalo de seis meses. A expectativa é vacinar aproximadamente 55 mil pessoas somente com as 2ª e 3ª doses. É necessário levar documento de identificação, preferencialmente o RG ou CPF, e a carteira de vacinação. A campanha segue até o dia 27 de outubro. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, quem não foi imunizado nas etapas anteriores da campanha, não poderá iniciar a vacina nesta nova etapa. O ciclo deveria ser fechado nesta 3ª etapa, mas devido à cobertura vacinal insuficiente da 1ª etapa, abriu-se exceção para quem não tivesse tomado dose em 2016 a iniciar o esquema. Na 1ª etapa de vacinação contra dengue, foram aplicadas 34.211 doses, o que corresponde a uma cobertura de 36,78% das 93.004 pessoas no total. Já na 2ª etapa, foram 46.792 doses aplicadas, o que significa a cobertura de 50.31% de um total de 93.004 pessoas.
O “Dia D” para atendimento exclusivo da campanha está definido para o dia 21 de outubro. Neste dia, as unidades de saúde ficam abertas para facilitar o acesso da população à vacina. Postos volantes também reforçarão a campanha, com atendimento em instituições de ensino e empresas.

1 Comentário


Contorno Norte

O vice-prefeito Edson Scabora, o vereador Jean Marques e o secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Gilberto Purpur, estiveram reunidos nesta segunda, 18, com moradores e presidentes de associações de bairro de Maringá e Sarandi para discutir melhorias no trânsito no entorno do Contorno Norte.
Os moradores do Conjunto Itatiaia e Jardim Atlanta (Maringá), do Parque Alvamar e Jardim Panorama (Sarandi), entre outros bairros da região, reclamam dos acidentes e da dificuldade em se deslocarem para a Zona Sul de Maringá. O secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Gilberto Purpur, destaca que o projeto do Contorno Norte privilegia o sistema rodoviário e que um empreendimento para mais de quatro mil moradores na região poderá ter como medida mitigatória o prolongamento da Rua Sérgio Bittencourt, ligando as zonas Norte e Sul. “Prazos e custos estão em fase de análise”, destaca o secretário. Os moradores solicitaram a presença de agentes de trânsito na trincheira em horários de pico, entre a Avenida Ambrósio Bulla e a Rua Soares de Moura, para organizar o trânsito e a visita in loco do secretário de Mobilidade Urbana. O vice-prefeito Edson Scabora se comprometeu em estar com a comunidade no local e lembrou que a administração avaliará formas para melhorar a segurança do trânsito.
O presidente da Associação de Moradores dos Jardins Panorama e Independência, Bianco Aparecido, agradeceu o atendimento. “Entendemos que vocês pegaram de carona o problema, mas que estão dispostos em melhorar a situação. Durante o projeto de construção do Contorno Norte alertamos que seria perigoso e causaria muito transtorno para os moradores.”, acrescentou.

Comente aqui