Blairo Maggi



Ministro Blairo Maggi e deputado Sérgio Souza na Feira da Coopavel

O deputado Sergio Souza (PMDB-PR), presidente da Comissão de Agricultura da Câmara Federal, acompanha hoje (8) o ministro Blairo Maggi, da Agricultura, na visita à Feira Agropecuária “Show Rural Coopavel 2018”. O evento, que teve início na última segunda-feira e se estende até a próxima sexta-feira (10), na cidade de Cascavel, Oeste do Paraná, deve receber cerca de 300 mil visitantes.

Na agenda do ministro com o parlamentar está prevista a seguinte programação: 11h, lançamento de Custeio Digital pelo Banco do Brasil; 14h, assinatura de Protocolo de Intenção e Convênios entre Itaipu, Programa Oeste em Desenvolvimento, Cooperativas, Prefeituras e Parceiros; 15h, lançamentos de Tecnologias da Embrapa; 16h, visita aos stands da feira.

Para o deputado Sergio Souza, é gratificante ver de perto a Show Rural, que é um dos mais importantes espaços do setor agropecuário brasileiro. “Trata-se de um evento que vem mais uma vez contribuir para reforçar o potencial de uma das vocações do Paraná, o segundo maior produtor de grãos, com uma safra estimada em 38 milhões de toneladas, no ciclo 2017/18”.

Segundo o presidente da Comissão de Agricultura, a expectativa de se movimentar cerca de R$ 2 bilhões este ano, 33% superior ao do ano passado, de R$ 1,5 bi, mostra a pujança desse setor, que sempre aposta na inovação tecnológica em busca de eficiência, da geração de renda e da sustentabilidade, “segmento este que é, sem dúvida, o mais exitoso da economia brasileira. Já imaginou o Brasil sem o setor agropecuário? ”

O parlamentar paranaense reportou que a feira de Cascavel ocorre no momento em que duas Indicações de sua autoria foram acatadas pela Mesa Diretora da Câmara Federal. Uma delas sugere a revisão dos acordos alfandegários entre países membros do Mercosul para o leite, trigo, maçã e arroz. A outra Indicação é para conter a indisciplina da Funai na demarcação de terras indígenas, em especial em Guaíra e Terra Roxa (PR).

A “Indicação” é uma proposição legislativa por meio da qual os parlamentares sugerem que o Poder Executivo realize ato administrativo de sua competência, no presente caso do Mercosul os Ministérios das Relações Exteriores; e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Quanto às demarcações de terras indígenas, a Indicação foi para a esfera do Gabinete Civil da Presidência da República.

Comente aqui