Candidato



‘O Assunto é Política’: Flavio Arns deve ser candidato pela Rede

Colunas ‘O Assunto é Política’, hoje, sexta-feira, 18 de maio, na CBN Maringá: 1ª edição – Participação da mulher na política ainda é muito pequena no Brasil 2ª edição – Lula poderá ou não ser candidato a presidente?

Comente aqui


Petruzziello é candidato a deputado na Itália

América do Sul pode eleger dois senadores e quatro deputados ao Parlamento Italiano – no Brasil, cédula chega pelos Correios já no dia 9 de fevereiro

O advogado e economista Walter Petruzziello, 66, radicado em Curitiba desde criança, é candidato a deputado nas eleições de 4 de março ao Parlamento Italiano. Com forte atuação junto à comunidade ítalo-brasileira, Petruzziello diz que seu programa politico de campanha inclui a ampliação dos acordos bilaterais entre a Itália e Brasil nas áreas de educação, cultura, pesquisa e desenvolvimento, além fortalecer a representação diplomática italiana na região sul do País.

“São 30 anos de trabalho e de experiência junto a comunidade italiana no Brasil, o que me qualifica a representar os cidadãos italianos e seus descendentes no Parlamento Italiano. Minha atuação será voltada a promoção de maiores oportunidades e um futuro melhor para as famílias italianas que moram no Brasil”, disse Petruzziello, candidato pelo Maie (Movimento Associativo Italiani All’estero) – movimento dos italianos no exterior, em tradução livre.

A América do Sul, que concentra um colégio de mais de um milhão de eleitores, poderá eleger dois senadores e quatro deputados. A Itália é o primeiro país a criar vagas no parlamento para representantes de italianos no exterior. No total são 12 deputados e seis senadores que serão eleitos em março. “Eu disputo uma das quatro vagas da América do Sul. E acredito que temos muito trabalho a fazer para representar os italianos da América do Sul e, em especial, os que moram no Brasil”, disse Petruzziello.

Eleitores – O Brasil tem algo em torno de 351 mil eleitores italianos e eles se concentram mais nos estados de São Paulo (mais de 100 mil), Paraná e Santa Catarina (59,2 mil) e no Rio Grande do Sul (58,7 mil). Os eleitores do Paraná e Santa Catarina estão sob jurisdição do consulado italiano de Curitiba. “Há questões pontuais que precisam avançar na representação italiana no país, principalmente no que diz respeito a situação consular, agendamento de passaporte, fila da cidadania e a implantação de um consulado em Santa Catarina. Tudo isso precisa ser melhorado e desburocratizado”, adianta Petruzziello.

O advogado também quer focar sua atuação no parlamento na criação de oportunidades aos jovens descendentes de italianos residentes no Brasil. “Vamos propor a implantação da equivalência dos títulos universitários e ampliação das parcerias entre as universidades dos dois países. Eu fiz mais de 30 mil traduções de documentos aos descendentes que obtiveram a cidadania italiana e há muito jovens que querem conhecer a genealogia da sua família, conhecer a cultura italiana. Precisamos consolidar um banco de dados que facilite o trabalho de pesquisa e de interação entre as duas culturas, a brasileira e a italiana”.

Continue lendo

Comente aqui


PT quer Lula candidato mesmo condenado, mas há um problema

O PT quer manter a candidatura de Lula a presidente, de qualquer forma, mesmo condenado em segunda instância. A estratégia está fundamentada em parecer de jurista do Paraná, professor Luiz Fernando Casagrande Pereira.
A estratégia, porém, tem um problema, destacado hoje em várias publicações nacionais. Convencer os aliados a permanecer ao lado de Lula, em uma estratégia de risco. Um exemplo é o PC do B. O partido discute o lançamento de candidatura própria ao Planalto, com três nomes despontando: Manuela d´Ávila (RS), Jandira Feghali (RJ) e Orlando Silva (SP).

2 Comentários


Podemos e Rede querem o procurador

Podemos e Rede estão de olho no procurador da República Deltan Dallagnol. Há a possibilidade de que ele decida utilizar a política para uma nova etapa da sua vida e luta contra a corrupção. Publicamente nunca admitiu que isso ocorrerá em 2018, mas a possibilidade existe e está amparada, inclusive, em posição privilegiada em pesquisas, onde aparece muito bem para o Senado.
O Podemos do senador Álvaro Dias não esconde o interesse. Nos bastidores se sabe que a chapa dos sonhos para o partido teria Alvaro como candidato à Presidência, Osmar Dias como candidato ao governo e Dallagnol para o Senado.
Oficialmente, Álvaro Dias se mostra mais contido. “Nunca conversei com Dallagnol sobre candidatura. Apenas discutimos a questão do foro privilegiado. Mas seria uma honra ter Dallagnol em nossos quadros”.

Comente aqui


Candidato a vice-prefeito de Cruzeiro do Oeste é encontrado morto, em casa

Roberto Thiago Pereira Catagnaro, de 31 anos, foi encontrado morto na noite de terça-feira (8), na casa em que morava, no bairro Jardim Cruzeiro. O jovem foi candidato a vice-prefeito de Cruzeiro do Oeste, junto com o candidato a prefeito Tominaga, nas eleições de 2016. Ele foi encontrado por conhecidos no interior da casa. A Defesa Civil da cidade foi acionada para verificar se Catagnaro ainda estava vivo, mas os socorristas constataram que ele já estava morto.
De acordo com a Polícia Militar, o jovem estava com lacres plásticos nos pulsos, pés e pescoço. No mesmo cômodo estavam dois botijões de gás abertos.
A Defesa Civil precisou fazer a remoção dos botijões para que não houvesse risco de explosão e posteriormente foi liberado o acesso de policiais e do Instituto Médico Legal de Umuarama.
Catagnaro residia há poucos anos em Cruzeiro do Oeste, onde trabalhava com a venda de roupas. Informações preliminares são de que seu corpo foi encaminhado para Cascavel, onde moram os familiares.
Nos últimos dias o jovem fez várias postagens falando sobre morte nas redes sociais. Em uma delas escreveu: ‘A morte está segura da sua vitória que nos dá toda uma vida de vantagem’.

Comente aqui
 

“Sempre os mesmos”

O candidato do PTC a governador, Tulio Bandeira, concedeu entrevista a Rogério Thomas, da Rede Sul de Notícias e disse que se apresentou como alternativa porque “assim como a maioria dos paranaenses, estou de saco cheio dos mesmos candidatos”.
Na avaliação do candidato, nos últimos 30 anos o Paraná permaneceu no comando das mesmas famílias, o que, segundo ele, gerou vícios e apadrinhamentos políticos que estão fazendo mal ao Estado. “O Paraná precisa de uma gestão eficiente. O governador que for eleito tem que trabalhar muito pelo Estado, tem que abrir mão de muita coisa pessoal para, efetivamente, incentivar o desenvolvimento e proporcionar a efetiva melhoria qualidade de vida da população. Eu conheço a realidade do Paraná e sei que os paranaenses estão esperando e buscando essa mudança. É uma mudança de gestão, pois o governador passa de figura decorativa para ser o verdadeiro administrador do Estado”.
Tulio Bandeira também defende a extinção ou fusão de secretarias estaduais, o que, segundo ele, poderia gerar uma economia mensal de cerca de R$ 100 milhões.

Comente aqui


PHS lança Silvio Barros a governador

PHS confirma Silvio Barros candidato a governador

PHS confirma Silvio Barros candidato a governador

O PHS foi o primeiro partido a oficializar candidatura a governador, confirmando o nome do ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros II. A convenção foi realizada hoje no final da manhã, no auditório Dona Guilhermina, em Maringá.
Silvio é filho de Silvio Magalhães Barros, que foi prefeito de Maringá de 1973 a 1976, e irmão do ex-deputado federal Ricardo Barros (PP), que foi prefeito de Maringá de 1989 a 1992.
A candidatura tem o apoio da deputada federal e esposa de Ricardo Barros, Cida Borguetti (Pros).
Em 2010, Silvio, então prefeito de Maringá, Ricardo e Cida apoiaram a eleição do governador Beto Richa (PSDB), sendo que Ricardo Barros ocupou, até abril, o cargo de secretário de Estado da Indústria e Comércio.
História – O último maringaense candidato a governador foi o então deputado estadual Lindolfo Júnior, pelo PL. Ele disputou a convenção com outro maringaense, Ari Jacomossi, no ano de 1990. O partido decidiu na convenção lançar Lindolfo ao governo e coligar-se ao PTB, com Zé Eduardo candidato ao Senado. No entanto o PTB não cumpriu o pré-acordo e, na sua convenção, nos dias seguintes, aprovou apenas a candidatura do Zé do Chapéu ao Senado, sem coligação com o PL.

Comente aqui


Aécio vem aí

O senador mineiro Aécio Neves assumiu ontem a presidência nacional do PSDB.
Ao lado de Fernando Henrique Cardoso, do governador de São Paulo, Geraldo Alkimin, e do ex-governador paulista José Serra, Aécio fez um discurso de candidato a presidente, criticando duramente o governo Dilma e o Partido dos Trabalhadores.
Todos os oradores criticaram o governo Dilma, Lula e o PT.
FHC – O ex-presidente criticou o que chamou de “gnomos morais” do PT a quem acusou de tentarem usurpar a história do PSDB. Ele também fez duras críticas ao governo. Ironizando a quantidade de ministérios de Dilma, 39, Fernando Henrique afirmou que o principal ministério do país é o da “desinformação e da propaganda”.
“Hoje existe uma voz só: a do partido, a do governo e a do estado. Dia e noite a população está sendo martelada ideologicamente com a visão de um Brasil que não é real”, afirmou o ex-presidente, que foi ovacionado pela plateia em diversos momentos do discurso.

Comente aqui


O candidato das estradas

Ele é candidato a deputado estadual pela primeira vez.  Osmar Lopes é engenheiro do DER e suas propostas estão ligadas às estradas. Ele propõe um Programa Rodoviário, o ProRodar, elaborado pela Associação dos Engenheiros do DER.
Sua campanha apareceu nas ruas e seu site www.osmarlopes.com.br é bem feito e organizado.
Para ele, “é inadiável a implantação de um Programa Rodoviário eficaz que atenda às necessidades de nossas rodovias; caso contrário, estaremos à beira de um caos na área dos transportes, com grandes congestionamentos que causarão prejuízos incalculáveis em todos os setores da sociedade, comprometendo o desenvolvimento econômico de nosso Estado.”
Chama a atenção o seu cuidado com a assessoria, de forma especial de comunicação, com gente capacitada e talentosa.
Osmar Lopes está fazendo uma campanha responsável e interessante.

1 Comentário