Copel



“A Copel não está a venda”, diz Ratinho Junior

O comitê de Energia Inovadora reuniu nesta quarta-feira (8), em um hotel da capital, mais de 300 pessoas, entre funcionários da Copel, engenheiros, estudantes e profissionais da área de energia. O candidato ao governo do Paraná, Ratinho Junior, participou do evento e apresentou os principais projetos para o setor de energia. O engenheiro Álvaro Cabrini, […]

1 Comentário


Posicionamento de Ratinho Junior tem reflexos no mercado

As manifestações do deputado estadual Ratinho Junior tem gerado consequências negativas no mercado financeiro. O deputado apresentou requerimento contra o reajuste na tarifa de conta de luz, repassado pelo Governo Federal aos Estados. Ele não escondeu seu atual descontentamento e tem feito críticas à Copel e Sanepar, o que gerou uma reação mista no mercado. […]

Comente aqui


Governadora anuncia que lotéricas voltam a receber contas de luz

Governadora participou de sessão na Assembleia Legislativa, em homenagem a lideranças comunitárias e destacou que o serviço volta a ser prestado a partir da próxima segunda. A fatura também pode ser paga em 2.181 pontos de 11 bancos credenciados e em 826 agentes arrecadadores.

Comente aqui


Cida e Copel negociam volta do pagamento das faturas de luz nas lotéricas

A governadora Cida Borghetti e o presidente da Copel, Jonel Iurk, vão se reunir com a diretoria da Caixa Econômica Federal na próxima semana para discutir o rompimento do contrato pelo banco com a Copel. Por determinação de Cida, a reunião foi marcada pela Copel para retomar a negociação sobre o reajuste pedido pela Caixa […]

1 Comentário


Bairros ficam mais de uma hora sem luz na Zona Sul de Maringá

Por volta das 19h15 minutos vários bairros da Zona da Sul da cidade ficaram sem energia elétrica. Zona 2 e 3 ficaram sem luz por aproximadamente 30 minutos. Jardim Tabaetê, Vila Bosque, Unicesumar e ruas em torno ficaram sem energia por mais de uma hora.
Tentei contato com a Copel de todas as formas possíveis, para saber com exatidão o que aconteceu. Porém não consegui a informação.
Todo o atendimento da Copel é voltado para o consumidor. Não há um telefone ou contato direto com equipe técnica ou de assessoria de imprensa.
No site da imprensa da Copel há uma lista de jornalistas, com número fixo (sem celular).
Empresas públicas deveriam ter um plantão para a imprensa. Este o caso da Sanepar, que informa as redações sobre os profissionais de plantão. Os assessores de imprensa da Sanepar tê celular informado à imprensa.

Comente aqui


Copel alerta sobre pipas

Quando a chuva dá uma trégua, a brincadeira ganha as ruas e praças das cidades. Mas um dos passatempos preferidos das crianças pode resultar em acidentes graves. A Copel volta a fazer um alerta aos pais e responsáveis: soltar pipa, só longe da rede elétrica. Além do risco de acidentes, as pipas e outros objetos lançados à rede elétrica provocam falta de luz – só no primeiro semestre deste ano, foram 3.300 desligamentos causados por essas ocorrências em todo o Paraná, um aumento de 50% na comparação com o mesmo período, em 2016. No início desta semana a situação foi registrada no Jardim Piza, em Londrina, onde 400 casas ficaram sem luz por cerca de uma hora, em decorrência de um curto-circuito causado por pipa.

Crianças
De acordo com o diretor da Copel Distribuição, Maximiliano Orfali, a preocupação maior é com o risco de acidentes com as crianças. “Temos um trabalho constante junto às escolas, informando os alunos sobre o uso seguro da energia elétrica. Mas precisamos da ajuda dos pais e responsáveis para garantir que essas orientações sejam colocadas em prática”, enfatiza. Para evitar acidentes, a situação ideal é encontrar um local longe da rede elétrica para a brincadeira, como praças ou campos abertos. Outra dica importante levada pelos técnicos da Copel aos estudantes é que jamais se utilizem materiais metálicos e cerol na confecção da pipa, pois conduzem energia elétrica e potencializam o risco de choque.
Por fim, caso o brinquedo enrosque na fiação, é um perigo tentar puxá-lo de volta – ao balançar os cabos da rede elétrica, eles se aproximam, o que pode causar um curto-circuito e até o rompimento da fiação.

1 Comentário


Fatura digital

Uma campanha lançada pela Copel pretende incentivar os clientes a aderirem à fatura digital de energia. Nesta modalidade, a conta de luz é enviada por email. De acordo com a Copel, o objetivo é reduzir o impacto ambiental do consumo de papel das faturas impressas, além de oferecer agilidade ao cliente para pagar, consultar ou arquivar o documento. “Cada vez mais pessoas estão aderindo às tecnologias digitais e preferindo sistemas mais ágeis e práticos”, comentou o diretor da Copel Distribuição, Maximiliano Orfali. “Adicionalmente, a fatura digital substitui o papel e reduz o impacto no meio ambiente, mas também pode servir como comprovante de endereço caso haja necessidade”.
Consumidores de todas as modalidades poderão escolher pela fatura online, sejam eles residencial, comercial, industrial, rural, entre outras. A fatura será enviada por email e não será preciso acessar o site da empresa para efetuar o pagamento. Até o fim do ano, a Copel também passará a oferecer a opção de pagamento pelo celular ou smartphone, por meio do envio do código de barras via mensagem SMS.

Comente aqui


Investimentos

A Copel investiu R$ 587,6 milhões no primeiro trimestre deste ano, diz o balanço. Um dos principais investimentos foi na distribuição de energia elétrica no Paraná, que recebeu R$ 134 milhões para melhoria e expansão da rede. O destaque é o programa Mais Clic Rural, que reforça e automatiza a rede em áreas rurais do Estado. Também foram finalizadas as novas subestações Hauer, em Curitiba, e São Valentim, em Dois Vizinhos.

Comente aqui


Um pouco de luz na guerra de versões

A campanha ainda não começou, de fato, mas a guerra de informações sim.
Cada informação é dada de uma forma.
Por exemplo: aumento da energia elétrica. O aumento é determinado pela ANEEL, Agência Nacional de Energia Elétrica.
O custo da Copel na tarifa é de 1,5% do total. A ANEEL apareceu com um reajuste de 35,05% para a Copel. Efeito dos altos custos do sistema nacional, que integra a maior parte da tarifa.

Nas redes sociais o governador Beto Richa se adiantou e informou que pediu a suspensão desse reajuste. Foi entre 10 e 11 horas, hoje. Textulamente Beto Richa escreveu: “Fui surpreendido com a decisão do governo federal de aumentar a luz em 35,05%. Vamos pedir à Aneel a suspensão da aplicação para buscar uma solução junto com a Copel”.

Também nas redes sociais o ex-governador e senador Roberto Requião atirou, bem mais tarde, às 15 horas: “Aumento de 35% na conta de energia corresponde a aumento para 35% da participação nos lucros dos sócios privados. Roubo, puro e simples”.

O governador Beto Richa divulgou um pouco depois a seguinte nota: “Determinei a suspensão do aumento de 35,05% na tarifa de energia da Copel, proposto pela Aneel e pelo governo federal. O pedido de suspensão já foi aprovado pelo Conselho de Administração da Copel e encaminhado à Aneel. Vamos estudar, junto à Copel, uma proposta de reajuste que seja justa. Do total proposto pela Aneel, apenas 1,5% se refere a custos da Copel. Todo o restante é da gestão do governo federal e da Aneel, para não faltar energia no país. É o uso das usinas térmicas a custos elevadíssimos. É o custo Brasil. E não é justo que os paranaenses sejam prejudicados pelo uso das térmicas. Nós temos que preservar o interesse público e, principalmente, os consumidores paranaenses.”

Comente aqui


Copel confirma parceria com o Paraná em Ação

Nesta quinta-feira (28), o secretário Especial de Relações com a Comunidade (SERC), Wilson Quinteiro, e o coordenador do Paraná em Ação, Edson Arantes, fizeram uma visita ao Diretor Presidente da Copel, Lindolfo Zimmer, para entregar ofício, solicitando apoio da Companhia Paranaense de Energia para as feiras itinerantes realizadas pelo programa.
A reunião obteve sucesso. A SERC e Copel continuam parceiras neste trabalho tão importante para a comunidade paranaense. “Esta é uma ótima notícia. A Copel será uma grande parceira do Paraná em Ação.

Assessoria SERC

 

Comente aqui