Cultura Urbana



Cultura urbana, na praça: A arte que vem dos movimentos populares


A cultura urbana ganhou novo espaço em Maringá, com Adriano Bacurau, na Juventude, e o apoio nas demais secretarias, como Mulher, Igualdade e Idoso, Cultura, Educação e Esportes. Na foto, lado do Adriano, a professora Rosângela Panucci, diretora da Semulher, e Salete (fico devendo um nome…).
A 1ª Mostra de Arte de Rua, realizada hoje, teve música, dança e fotografia.
Cultura é fundamental para os jovens, de todas as idades. A cultura urbana, que nasce na cidade, nas mais diversas comunidades, sempre tem muita realidade, emoção e sentimento, de quem vive a cidade nas suas veias mais populares, cheias de sonhos, lutas e teimosia, garra, vontade e resiliência.
Gosto dessa abertura a coisas novas, a expressões legítimas que as vezes incomodam. Mas são elas que nos colocam de cara com o que a maioria da população sente e vivencia. Temos que aprender, muito, com a cultura urbana.

Comente aqui


Mostra de Arte de Rua, domingo, em Maringá

De Adriano Bacurau, que coordena o setor da Juventude na administração municipal, recebo a informação sobre evento nesse domingo.
A Mostra de Arte de Rua começa às 14 horas, na Praça Pedro Alvares Cabral, a famosa Praça da Patinação (ou banks para a galera da cultura urbana).
Muito importante o apoio que a cultura urbana vem recebendo da Juventude, da Semulher, da área da cultura e também do esporte.
As manifestações populares dos jovens são ricas em cultura e novas linguagens e merecem ser conhecidas e apoiadas.

Comente aqui