Governador



“Meu filho é candidato a governador”, diz Ratinho

O comunicador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, disse ontem terça-feira, 19, que seu filho, o deputado Ratinho Junior (PSD), é candidato ao Governo do Paraná em 2018.  “Ele (Ratinho Junior) estudou, se preparou, buscou experiências bem sucedidas de gestão no exterior e pelo Brasil, está construindo uma agenda que prioriza o desenvolvimento de todas as regiões do Paraná. É um ótimo gestor público, provou isso na Secretaria de Desenvolvimento Urbano, e traz sua experiência como administrador na iniciativa privada. Reúne todas as qualidades para ser o próximo governador do Paraná, é candidato a governador e eu, como pai, estou muito feliz por mais esse desafio que o Junior enfrenta”, disse Ratinho.
Ratinho estará em Maringá nesta sexta-feira, dia 22, às 18h30, para evento do PSD na Câmara Municipal de Maringá. No envento serão debatidos problemas da cidade e da região, no ciclo de eventos #paranáinovador.

1 Comentário


Em entrevista coletiva, governador rebate acusações

O governador Beto Richa afirmou nesta segunda-feira que as acusações atribuídas a ele na Operação Quadro Negro são falsas, levianas e irresponsáveis. “Vou dizer com todas as letras: é mentira”, disse, reforçando que a delação do empresário Eduardo Lopes de Souza não traz uma única prova. “Todas as acusações deste criminoso não merecem crédito. Ou querem transformar um criminoso contumaz em herói?”

Segundo Richa, os ataques que está sofrendo são fruto de ilações, e ressaltou que a delação sequer foi aceita pela Justiça. “Se não tivesse mencionado o governador, estaria preso até hoje. Inventou esta historinha para conseguir a liberdade, e conseguiu”, relatou Richa. “Como não existiu nada do que ele inventou, vai voltar para a cadeia”.

Richa reafirmou que não há fato concreto na delação e lamentou a violação do segredo de Justiça do processo, fato que classificou como grave. “A verdade vai aparecer e prevalecer. O segredo de justiça é para proteger pessoas de bem e houve uma violação”, destacou.

O governador também vai entrar com uma representação judicial contra Souza, proprietário da Construtora Valor e responsável por desvios de recursos na construção de escolas. “Estou absolutamente tranquilo. Não tem participação minha neste conluio e ele vai responder na Justiça as acusações que faz contra a minha pessoa”.

DEMISSÃO – O governador explicou que adotou as medidas necessárias para punir a empresa e seus responsáveis, além de servidores, desde que apareceram as primeiras suspeitas contra a construtora, em 2015. “De imediato, determinei a demissão de todos os servidores envolvidos”, disse. “As informações levantadas foram repassadas à Polícia Civil, Ministério Público e Tribunal de Contas para as medidas cabíveis”, lembrou.

Segundo Richa, as medidas resultaram em investigação criminal e prisão dos suspeitos na operação que foi batizada pela Polícia Civil de Quadro Negro. Além disso, a construtora e seus responsáveis foram punidos pelo Governo do Estado. A empresa foi declarada inidônea para participar de licitações e recebeu uma multa de R$ 2.108.609,84.

Em outra frente, a Procuradoria-Geral do Estado entrou com ações civis públicas na 1.ª, 4.ª e 5.ª Varas da Fazenda Pública por dano ao erário contra a construtora Valor e seus dirigentes, incluindo Eduardo Lopes de Souza. Os pedidos de indenização pelos danos causados ao Estado somam R$ 41.091.132,80. “Todas as medidas cabíveis foram tomadas para reparação e ressarcimentos ao erário, e punição dos envolvidos”, afirmou Richa.

Ele lamentou que parte da imprensa não tenha divulgado as ações adotadas pela administração estadual contra a empresa e seus proprietários. “Também omitem o volume de recursos que aplicamos na educação. São 35% das receitas, algo que nenhum governo estadual está fazendo”, disse Richa.

Questionado se as acusações que vem sofrendo podem comprometer seu futuro político, Richa disse que não está preocupado com isso. “Não estou pensando em eleição. Digo sempre que minha honra, minha dignidade e a dignidade da minha família estão muito acima da política”, afirmou.

Comente aqui


Governadora em Maringá, hoje à noite

A governadora em exercício, Cida Borghetti, participará nesta sexta-feira (25), às 20 horas, no Moinho Vermelho, Maringá, da entrega do Prêmio Empresário do Ano Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM).
O homenageado deste ano é João Cantagalli, sócio da Crivialli, empresa fundada há 20 anos especializada em produtos de higiene e limpeza.
Cida assumiu o governo do Paraná em razão de viagem oficial de Beto Richa aos Estados Unidos e Canadá.

1 Comentário


Beto Richa aguarda pesquisa

O governador Beto Richa (PSDB) vai começar a intensificar as agendas aos sábados nos bairros de Curitiba. Isso significa que o tucano vai disputar um cargo eletivo em 2018? Ainda não. Apuramos que Beto Richa vai fazer uma pesquisa em fevereiro do ano que vem para definir se será ou não candidato. Enquanto isso, o governador vai percorrer os bairros de Curitiba. O destino de Richa é uma das respostas mais aguardadas no meio político paranaense. Concluir o mandato ou se licenciar para disputar uma vaga no Senado Federal? A decisão de Richa interfere diretamente no cenário político. Caso o governador permaneça até 31 de dezembro de 2018, os planos de Cida Borghetti terão que ser modificados. Por sua vez, os possíveis candidatos ao governo do Paraná aguardam o destino de Richa para negociar a vaga ao Senado Federal na chapa em troca de apoio dos tucanos. Em fevereiro o governador deve resolver o rumo que dará à vida política. Caso permaneça no governo, Richa deve se concentrar na coordenação da campanha presidencial do PSDB no Paraná pensando em um futuro ministério.

1 Comentário


Na frente, em Londrina

Alexandre Kireeff

Informação chamou a atenção. Mesmo sem nunca ter se colocado publicamente como pré-candidato ao Governo do Estado, o ex-prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (Podemos), apareceu com 26% das intenções de voto para as eleições de outubro de 2018, em pesquisa realizada pelo Instituto Multicultural em parceria com a Folha de Londrina e a Rádio Paiquerê AM.
Esta foi a primeira vez que o nome do empresário apareceu em uma pesquisa ao Governo do Paraná. Chama a atenção estar à frente de políticos que já se lançaram pré-candidatos, como o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior (PSD), com 23,5%, do o ex-senador Osmar Dias (PDT), que apareceu com 14%, do senador Roberto Requião (PMDB) que apareceu em quarto lugar, com 4,5% e a vice-governadora Cida Borghetti (PP), com 3,5%. Os que não sabem em quem votar somaram 28,5%.
“O que se vê é que os votos dele vêm especialmente de Requião e de Osmar Dias, que caíram bastante em relação à pesquisa anterior”, analisou Edmilson Vicente Leite, diretor estatístico do Instituto Multicultural. A pesquisa estimulada ouviu 602 moradores das áreas urbanas e rural de Londrina, entre os dias 15 e 17 de julho, e tem intervalo de confiança de 95%.
“Fiquei positivamente surpreso com o resultado da pesquisa pois sequer sabia que meu nome havia sido incluído como pré-candidato. Agradeço sinceramente essa manifestação de confiança da população”, comentou Alexandre Kireeff , empresário do setor do agronegócio.

1 Comentário


Todos querem Osmar

Osmar Dias, do PDT, recebeu hoje pela manhã a bancada de deputados e a direção do PSB do Paraná. Segundo o deputado Luiz Claudio Romanelli, que lidera o time, a reunião tratou obviamente das eleições de 2018. Afinal, o PSB só pensa naquilo, levar Osmar para sua sigla e tê-lo como candidato a governador. A estratégia é aquela da água na pedra dura, tanto bate até que fura. Presentes na reunião, os deputados Romanelli, Alexandre Curi, Tiago Amaral e Jonas Guimarães, e o presidente estadual do PSB, Severino Araújo.

1 Comentário


Debate na Band, dia 28, 22 horas

O primeiro debate da campanha a governador, no Paraná, será nesta quinta-feira, 28, a partir das 22 horas, na Band TV (TV Maringá).
Será realizado entre os oito candidatos: Beto Richa (PSDB), Roberto Requião (PMDB), Gleisi Hoffmann (PT), Bernado Piloto (PSol), Tulio Bandeira (PTC), Ogier Buchi (PRP), Geonísio Marinho (PRTB) e Rodrigo Tomazini (PRTB).

Comente aqui


“Sempre os mesmos”

O candidato do PTC a governador, Tulio Bandeira, concedeu entrevista a Rogério Thomas, da Rede Sul de Notícias e disse que se apresentou como alternativa porque “assim como a maioria dos paranaenses, estou de saco cheio dos mesmos candidatos”.
Na avaliação do candidato, nos últimos 30 anos o Paraná permaneceu no comando das mesmas famílias, o que, segundo ele, gerou vícios e apadrinhamentos políticos que estão fazendo mal ao Estado. “O Paraná precisa de uma gestão eficiente. O governador que for eleito tem que trabalhar muito pelo Estado, tem que abrir mão de muita coisa pessoal para, efetivamente, incentivar o desenvolvimento e proporcionar a efetiva melhoria qualidade de vida da população. Eu conheço a realidade do Paraná e sei que os paranaenses estão esperando e buscando essa mudança. É uma mudança de gestão, pois o governador passa de figura decorativa para ser o verdadeiro administrador do Estado”.
Tulio Bandeira também defende a extinção ou fusão de secretarias estaduais, o que, segundo ele, poderia gerar uma economia mensal de cerca de R$ 100 milhões.

Comente aqui


Os candidatos a governador no Paraná

São oito candidatos a governador do Paraná. Sete homens, uma mulher.
São quatro advogados, um engenheiro civil, um economista, um servidor público federal e outro estadual.
São eles:
BERNARDO SEIXAS PILOTTO – BERNARDO PILOTTO – 50 – PSOL – PSOL – Servidor Público Federal
CARLOS ALBERTO RICHA – BETO RICHA – 45 – PSDB – Todos Pelo Paraná – Engenheiro
GEONISIO CESAR MARINHO – GEONISIO MARINHO – 28 – PRTB – PRTB – Economista
GLEISI HELENA HOFFMANN – GLEISI HOFFMANN – 13 – PT – Paraná – Olhando pra Frente – Advogada
OGIER ALBERGE BUCHI – OGIER BUCHI – 44 – PRP – PRP – Advogado
ROBERTO REQUIAO DE MELLO E SILVA – REQUIAO – 15 – PMDB – PARANÁ COM GOVERNO – Advogado e Jornalista
RODRIGO TOMAZINI DIAS – RODRIGO TOMAZINI – 16 – PSTU – PSTU – Servidor Público Estadual
TULIO MARCELO DENING BANDEIRA – TULIO BANDEIRA – 36 – PTC – PTC – Advogado

A partir do dia 19 eles estão nos programas gratuitos de rádio e TV.

Comente aqui


Ulisses declara apoio a Requião para governador

O presidente da Câmara de Maringá, Ulisses Maia, declarou agora há pouco, na ACIM, apoio a Roberto Requião para governador.
Ele publicou a seguinte nota nas redes sociais:

Apoio a Roberto Requião para governador

“Anuncie agora há pouco, na ACIM, minha decisão de apoiar Roberto Requião para governador.
A decisão foi tomada considerando os compromissos sociais que Requião vem assumindo em relação a tarifas públicas, redução de impostos para as microempresas, enfim, sua opção pelas pessoas que mais precisam de políticas públicas que garantam justiça e inclusão. Pesa também na decisão a necessidade de construir um caminho novo para Maringá.”

No seu blog AQUI

No Facebook AQUI

Comente aqui