IR



Restituição

A Receita Federal abre nesta terça-feira (8) a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2017. Serão contemplados mais de 2,012 milhões de contribuintes, totalizando cerca de R$ 2,8 bilhões em restituição. O lote multiexercício do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física inclui restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2016. O crédito bancário para os contribuintes será feito no dia 15 de agosto. Nesse lote, R$ 210,5 milhões serão destinados a contribuintes com preferência para receber a restituição: 45.576 idosos e 6.555 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento.

Comente aqui


Restituição

A Receita Federal vai pagar nesta segunda-feira (17) o segundo lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas 2017. Este lote também incluirá restituições residuais de 2008 a 2016, segundo informou o órgão.
No total, R$ 2,99 bilhões serão transferidos a 1.495.931 contribuintes. Por lei, idosos e contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou com alguma doença grave têm prioridade na restituição neste primeiro lote.
Para consultar se você foi contemplado neste lote de restituição, basta acessar o site da Receita Federal.

Comente aqui


Liberado

O crédito bancário do primeiro lote de restituição de Imposto de Renda (IR) deste ano foi liberado hoje (16). Segundo a Receita Federal, a restituição será para 1.636.218 contribuintes, totalizando mais de R$ 3 bilhões. O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2016.
Neste primeiro lote estão contribuintes com prioridade: mais de 1,527 milhão de idosos e 108.513 pessoas com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave.

Comente aqui


Restituição

 

A consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2017 foi aberta às 9h desta quinta-feira. O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2016.Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone, no número 146. Segundo a Receita Federal, o crédito bancário para 1.636.218 contribuintes contemplados neste primeiro lote será feito no dia 16 de junho, totalizando mais de R$ 3 bilhões. O lote contempla os contribuintes com prioridade: mais de 1,527 milhão de idosos e 108.513 pessoas com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave.

Comente aqui


Servidores públicos têm que entregar declaração de renda

A corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, afirmou ontem que a legislação do País estabelece que todos os servidores públicos são obrigados a entregar uma cópia da declaração de seus bens e rendas. “Os magistrados, assim como todos os servidores públicos, a começar do presidente da República, passando pelos ministros, até o mais humilde servidor, têm de apresentar às suas repartições a sua declaração de bens e de renda. Isso é obrigatório”.
“E essa declaração de renda é apresentada para ficar dentro do arquivo? Não. É para que os órgãos de controle examinem quando houver alguma suspeita de transação ilícita”, afirmou.
A medida é interessante, sem dúvida. No entanto, será que os órgãos de controle não poderiam solicitar à Receita Federal cópias das declarações a serem investigadas?
Dá para imaginar a quantidade de papel que estas “cópias” somam?
A burocracia brasileira é enorme, cara e ineficiente.

Comente aqui


Prazo para entrega do IR 2011 termina hoje

Quem perder a data limite está sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74.
Consultor recomenda entregar declaração mesmo que incompleta.

Termina nesta sexta-feira (29), às 23h59, o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2011, referente aos rendimentos recebidos em 2010. Quem perder a data limite está sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74. Para os contribuintes que optarem pela entrega em disquete, o prazo termina antes, já que a declaração deve ser entregue nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.
Até as 17h desta quinta-feira, mais de quatro milhões de contribuintes ainda não haviam enviado o documento.
Para não perder o prazo, o diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos, recomenda que os contribuintes que ainda não enviaram a sua declaração o façam, mesmo que as informações prestadas ainda não estejam completas. Depois do fim do prazo, entretanto, esses contribuintes deverão enviar uma declaração retificadora para evitar que seu nome seja incluído na chamada malha fina do Fisco.
”Diferente do que muitos pensam, a entrega desta forma não significa que a declaração irá automaticamente para a malha fina. Porém, depois da entrega deverão fazer o material com muito mais cuidado, pois, as chances serão maiores [de entrar na malha fina]”, avaliou Domingos.
A Receita tem alertado para o risco de as pessoas deixarem para enviar a declaração nos últimos dias, pois muitos contribuintes podem encontrar dificuldades devido ao acúmulo de acessos ao endereço do órgão.
De acordo com especialistas, quem manda o documento mais cedo, sem erros ou omissões, tem mais chances de receber a restituição – quando houver direito a tal – nos primeiros lotes, pagos em meados de junho e de julho. Ao todo, são sete lotes de restituição, entre junho e dezembro de cada ano, pagos por volta do dia 15.

Quem precisa declarar
Segundo a Receita Federal, estão obrigados a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 22.487, 25 em 2010.
O contribuinte, no entanto, deve ficar atento: quem recebeu entre R$ 17.989,80 e R$ 22.487,25 no ano passado, pode ter direito à restituição neste ano.

fonte: globo.com

2 Comentários